O último dia em Londres teve como ponto de partida a estação St. Paul’s do metrô e foi dedicado a diversas atrações localizadas às margens do Rio Tâmisa: a igreja St. Paul’s Cathedral, o museu Tate Modern, a famosa ponte Tower Bridge e Torre de Londres (Tower of London).

St. Paul's Cathedral - Londres
St. Paul’s Cathedral

 

A St. Paul’s Cathedral é a igreja-mãe da Diocese de Londres e projetada por Christopher Wren, um dos principais arquitetos do passado. As obras da atual catedral foram iniciadas depois de o Grande Incêndio de 1666 ter destruído o prédio anterior da antiga St. Paul’s. Seu interior é muito iluminado e arejado, em grande parte como resultado do uso de janelas de vidros lisos, que foram instaladas para substituir os antigos vitrais destruídos durante a Segunda Guerra Mundial. Seu grandioso domo é um dos maiores do mundo.

Na catedral é possível encontrar diversos objetos, pinturas e estátuas, entre elas a de John Donne, uma das poucas que sobreviveram ao Grande Incêndio e que ainda possui marcas das chamas. Na parte inferior há uma cripta com túmulos de personagens históricos da Grã-Bretanha, incluindo o projetista da igreja. A catedral ainda conta com uma seção curiosa, a Galeria do Sussuro (Whispering Gallery), cuja formato e acústica permite levar um sussúro bem auídvel de um lado ao outro do salão. Na parte superior, após 530 degraus, é possível acessar a Galeria Dourada (Golden Gallery), que possui uma bela vista da cidade.

A visitação acontece de segunda à sábado, das 8:30h às 16:00h. O ingresso individual para um adulto custa £14.50. Há desconto para famílias ou grupos com mais de 10 pessoas.

Descendo uma das ruas em frente à igreja (Peter’s Hill) em direção ao Rio Tâmisa, chega-se à bela Millenium Bridge (Ponte do Milênio), uma ponte suspensa de aço inaugurada no ano de 2000 exclusiva para pedestres. Ela ja serviu de cenário para o filme “Harry Potter e o Enigma do Príncpice”, onde é destruída logo o início do filme.

Rio Tâmisa - Londres

Millenium Bridge - Londres
Millenium Bridge

 

Millenium Bridge e St. Paul's Cathedral - Londres

Na margem sul da ponte encontra-se a Tate Modern, museu instalado na antiga central elétrica de Barkside, aberto em maio de 2000. É considerada uma das mais importantes galerias de arte moderna e contemporânea no mundo e uma das mais visitadas, recebendo em torno de 4,7 milhões de visitantes por ano. Seu acervo conta com artistas consagrados, como Pablo Picasso, Matisse, Mondrian, Francis Bacon, Andy Warhol, entre outros.

O hall do museu, conhecido como Turbine Hall, é uma atração à parte, dada sua arquitetura diferenciada com um gigantesco vão livre onde antigamente ficavam as turbinas geradoras de energia elétrica. A entrada é gratuita e as visitas acontecem todos os dias, inclusive domingos, das 10:00h às 18:00h. Nas sextas e sábados, o museu fecha as 22:00h.

Tate Modern - Londres
Interior do Tate Modern

 

Saindo do museu em direção à Tower Bridge, é possível fazer uma passeio muito agradável pela margem sul do Rio Tâmisa, numa caminhada de pouco mais de um quilômetro. No meio do caminho há diversos restaurantes e cafés além de atrações como a London Dungeon, um museu de horrores medievais que fica embaixo da Ponte de Londres (London Bridge), e o Shakespeare’s Globe, um teatro circular de madeira inspirado nos teatros de antigamente. Esse trajeto, além de fornecer um belo visual dos prédios modernos do centro financeiro de Londres, ainda passa por ruas estreitas com prédios muito antigos, que nos dão uma breve noção de como era a Londres de antigamente. Bem próximo a Tower Bridge há uma grande area verde, ao lado de prédios modernos, entre eles a prefeitura da cidade.

Londres
Centro financeiro de Londres

 


A Tower Bridge é um dos símbolos de Londres. Foi construída entre 1886 e 1894 e é considerada uma das maiores obras da engenharia de seu tempo. Construída em ferro e aço, é revestida com pedras para combinar com sua atração vizinha, a Tower of London. Até poucas décadas, era a única ponte que cruzava o rio Tâmisa antes que ele alcançasse o Mar do Norte, e atualmente ainda é a única ponte pênsil da cidade.

A ponte foi construída com a função de permitir a passagem de navios grandes na época em que havia muitas atividades nos armazéns da cidade na beira do rio. No seu auge, sua parte móvel chega a subir e descer mais de 50 vezes por dia, movida por grandes motores a vapor. Atualmente ela entra em ação poucas vezes por semana e seu sistema é totalmente eletrônico. No seu alto há duas passarelas que serviam para passagem de pedestres enquanto suas básculas estavam elevada. A Tower Bridge já foi cenário de vários filmes. Num dos mais recentes, “Sherlock Holmes“, uma ótima cena de ação acontece envolvendo a ponte, onde os personagens fazem um duelo em suas estruturas, principalmente na passarela superior.

A estrutura da ponte, com entrada através de uma de suas torres, abriga uma exposição chamada Tower Bridge Exhibition, que narra a história da ponte através de vídeos e fotos. É possível conhecer os antigos motores a vapor e curtir o visual da cidade nas passarelas mais altas da ponte. Ela funciona diariamente das 10:00h às 18:30h de abril a setembro, e das 9:30h às 18:00h de outubro a março. O ingresso para um adulto custa £8.00, sendo que há desconto para famílias e grupos.


Tower Bridge - Londres
Tower Bridge

 

Tower Bridge - Londres

Cruzando a Tower Bridge encontra-se a principal atração histórica da cidade, a Torre de Londres (Tower of London). Ao longo de seus 900 anos de história, ela já funcionou como castelo, palácio, prisão, arsenal, casa de jóias e local de execução. Atualmente é um dos pontos de visitação mais movimentados e abriga as jóias da coroa britânica, que estão guardadas com muita segurança em uma câmara subterrânea. Ainda é considerada um Palácio Real, mesmo não sendo mais uma residência da Família Real Britânica.

As visitas são conduzidas por um dos guardas reais da Torre. Durante pouco mais de uma hora de caminhada, é possível conhecer importantes áreas como a “Torre Branca”,  a grande torre central que é a parte mais antiga da estrutura e foi fundada em 1078 por Guilherme I, o Traitor’s Gate (portão dos traidores) e um local de execução conhecido como Tower Green (Torre Vende), onde aconteceram várias decapitações, entre elas a da rainha Ana Bolena.
London Tower - Londres

London Tower - Londres

A torre fica bem em frente à estação de metrô Tower Hill. De março a outubro, a visitação ocorredas 9:00 às 17:30h (de terça à sabado), e das 10:00 às 17:30h (domingos e segundas). Entre novembro e fevereiro, o horário é das 9:00 às 16:30h (de terça à sabado), e das 10:00 às 16:30h (domingos e segundas). Um ingresso individual adulto custa £19.80. Há desconto para famílias, grupos e para compras antecipadas via internet.

Posts Relacionados:
Roteiro de 4 dias em Londres
O Terminal 5 do Aeroporto de Heathrow, em Londres
Londres – British Museum, Covent Garden, National Gallery e Picadilly
Londres – Madame Tussauds, London Eye, Palácio de Buckingham e Hyde Park
Londres – Science Museum, Natural History Museum e Victoria e Albert Museum
Dicas de Restaurantes em Londres
Dicas de Compras em Londres

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...