No lado Peste da cidade, uma grande via tem início a partir dos fundos da Basílica de São Estevão. É a Avenida Andrássy (Andrássy útca), uma das principais da cidade com 2,5km de extensão, onde estão localizadas importantes atrações como o Museu Liszt Ferenc, a Casa do Terror e a Casa de Ópera. Nela também as principais lojas de grife mundialmente conhecidas, como Louis Vitton, Gucci, Armani e Dolce & Gabanna. A primeira linha de metrô da cidade e uma das mais antigas da Europa, a M1, está localizada sob esta avenida.

Casa de Ópera

 

Casa de Ópera (Magyar Allami Operahaz) é o principal centro cultural da cidade de Budapeste. O edifício neo-renascentista inaugurado em 1884 é casa das companhias nacionais de ópera e de balé e apresenta os principais espetáculos e concertos do país. Seu interior ostenta muita riqueza, através de objetos, obras de arte e detalhes em ouro. Para se ter uma noção do luxo, é possível visitar o hall principal gratuitamente, pois nele está localizada a bilheteria. O acesso ao interior se dá através de uma visita guiada que acontece diariamente as 15h e as 16h nos seguintes idiomas: inglês, alemão, francês, italiano e espanhol. O ingresso adulto custa 2900 huf, aproximadamente R$25,00. No dia em que eu fui, só pude observar o hall de entrada, pois algum ensaio estava acontecendo no teatro, impedindo a visitação.

Hall de entrada da Ópera

 

 

A Av. Andrássy termina numa importante praça de Budapeste, a Praça dos Heróis (Hősök tere), que foi construída para as celebrações do milênio de 1896. Este foi um ano muito marcante na história da cidade, com muitas festas e celebrações, pois mil anos antes, em 896, os primeiros magiares chegaram na região em que hoje está estabelecida da capital da Hungria. É a maior praça da cidade e encontra-se junto ao Parque Municial da cidade, no final da Av. Andrássy.

Em seu centro há um monumento de 36 metros de altura, uma grande coluna com uma estátua do arcanjo gabriel em seu topo, e com sete outras estátuas ao seu redor, que representam os chefes das sete tribos magiares que deram origem à cidade. Em ambos os lados da coluna há um conjunto de colunas contendo diversas estátuas homenageando alguns dos principais personagens da história húngara.

Junto à praça estão dois dos principais museus da cidade: do lado direito o Palácio das Artes (Műcsarnok), onde são organizadas exposições temporárias; e do lado esquerdo o Museu de Belas Artes (Szépművészeti Múzeum), com obras de El Grevom, Velásquez, Goya, entre outros artistas, e que possui seções dedicadas ao Egito, arte italiana e arte francesa.

Estátuas na Praça dos Heróis

 

Parque Municipal (Varosliget) é uma grande área verde dentro da área urbana de Budapeste. Ele pode ser acessado a partir da Praça dos Heróis ou então pela estação de metrô Széchenyi fürdő, linha M1, que está localizada em seu centro. Entre as atrações do parque estão o Jardim Zoológico da cidade, as termas de Széchenyi, o parque de diversões Vidámpark, o castelo Vajdahunyad e um lago que no inverno fica congelado permitindo a patinação no gelo.

Panorâmica da Praça dos Heróis

 

 

Ainda no lado Peste, a poucas quadras da Ponte das Correntes e da Basílica de São Estevão, com início a partir da estação de metrô Vörösmarty tér, linha M1, está a maior rua comercial e considerada o coração da cidade: a Váci utca, que é um grande calçadão em sua maior parte, pois apenas um pequeno pedaço da via é aberta ao tráfego de veículos. A rua está dividida em duas partes, sendo cortada na metade pela estrada que dá acesso à Ponte Elizabeth. A parte sul da rua é mais voltada para as compras, com uma grande quantidade de lojas, enquanto a parte norte possui mais opções para beber e comer.

Uma caminhda pela rua, tanto de dia quanto à noite, é uma ótima maneira de curtir um pouco do agito da cidade. É sempre bom tomar cuidado com possíveis batedores de carteira ou aqueles truques para pegar turista, como mulheres atraentes convidando para um drink. Eu particularmente não presenciei nenhuma cena de perigo e andei tranquilamente pela Váci utca a noite em direção ao hotel, após jantar em um dos restaurantes da área, o Amstel River Café.

Restaurantes na Váci utca

 

 

No final da Váci utca, com uma das entradas pela via de acesso à Ponte da Liberdade, está o Mercado Central de Budapeste (Nagy Vasarcsarnok), principal mercado público da cidade, instalado num edifício construído em 1897. As barracas do andar térreo vendem frutas, legumes, peixes entre outros alimentos. No nível superior há um café e as lojas comercializam em sua maioria artesanato ou souvernirs. Achei o mercado bem bonito, amplo e organizado. Uma pena que quando eu visitei as maioria das barracas já estavam fechando. O endereço do mercado é Vámház körút 1-3. Seu horário de funcionamento varia conforme o dia da semana: segunda-feira das 6h às 17h; de terça a sexta das 6h às 18h; sábados das 6h às 15h; e aos domingos ele permanece fechado.

Mercado Central de Budapeste

 


 

Próximo ao Mercado Central, na Múzeum korut, está o Museu Nacional Húngaro (Magyar Nemzeti Múzeum), um dos maiores da cidade, que abriga coleções de arte húngara e conta a história do país através de objetos, fotos e documentos. Entre as exposições permanentes há uma que conta a história dos habitantes da região em que se encontra a Hungria desde 400.000 a.C., e outra que aborda a história do país desde a fundação do estado húngaro até os dias atuais. O museu fica aberto de terça à domingo, das 10h às 18h e o ingresso para um adulto custa 1100 huf (R$9,40).

Museu Nacional Húngaro

 

Outras atrações do lado peste incluem: o Museu Judeu (Nemzeti Zsidó Múzeum), a Grande Sinagoga (Dohány utcai zsinagóga) e o Memorial do Holocausto (Holokauszt Emlékközpont).

Posts Relacionados:
Roteiro de 3 dias em Budapeste
Budapeste – Impressões Gerais
Budapeste – O Parlamento Húngaro e a Basílica de São Estevão
Budapeste – O Palácio Real, A Igreja Mathias e a região do Castelo de Buda
Budapeste – As Pontes, As Termas e a Ilha Margarita
Dica de Hotel em Budapeste – Best Western Premier Hotel Parlament
Dicas de Restaurantes e Compras em Budapeste
O Aeroporto de Budapeste e Transfer para o Hotel

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...