A cidade velha de Praga, localmente denominada Staré Město, é o centro antigo onde a cidade nasceu, na Idade Média, às margens do Rio Vltava. Suas ruas são um verdadeiro labirinto, onde se localizam a maioria dos prédios históricos, igrejas e museus, além de centenas de lojas, bares e restaurantes. É nesta região que encontramos a maior concentração de turistas, pois lá estão algumas das atrações mais populares de Praga, como a famosa Praça da Cidade Velha, a Ponte Carlos, o Convento de Santa Agens e o Josefov, o histórico bairro judeu.

Staré Město

 

 

Panorâmica da Cidade Velha

 

 



A Praça da Cidade Velha (Staromêstské Námêstí) está localizada bem no coração do centro antigo e é considerada o principal ponto de encontro da cidade. Repleta de construções coloridas, possui alguns dos edifícios mais antigos da República Checa, entre eles o prédio da antiga prefeitura da cidade (Staroměstská radnice). Na praça há duas igrejas: a Catedral Týn (Týnský Chrám), de estilo gótico, e a Igreja de São Nicolau (Svatý Mikuláš), de estilo barroco. Em seus arredores encontram-se diversos restaurantes e cafés e em seu centro costuma ter uma feirinha, além de diversos vendedores ambulantes e artistas de rua.

A principal atração da praça é o relógio astronômico (Oroloj). Construído no século XV, ele marca não apenas as horas, mas mostra também a posição do sol, da lua e das estrelas, enquanto sua torre mostra os signos do zodíaco e as estações do ano. Um grande evento acontece de hora em hora, quando uma procissão de bonecos de madeira que saem do relógio, encantando a multidão que se aglomera em sua frente. O relógio é grandioso e diferente, mas eu particularmente não vi nada de mais nesse pequeno show.

É possível subir na Torre da Antiga Prefeitura (Věž radnice) para curtir um dos visuais mais bonitos da cidade. O ingresso para um adulto custa 100 coroas checas e a torre está aberta para visitação diariamente das 9h às 22h, com exceção de segundas-feiras, quando funciona das 11h às 22h.

Praça da Cidade Velha

 

 

 

 

O relógio astronômico

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

 

Na parte mais ao Norte da cidade velha, na margem do Rio Vltava, fica o Convento de Santa Agnes (Anezsky Klaster), um complexo gótico que engloba uma igreja, uma capela, um oratório e um mausoléu. Em suas dependências há um museu que exibe uma coleção de arte medieval da Galeria Nacional do território checo e redondezas, com obras que mostram os avanços das belas-artes na Boêmia.

Em seus dias de glória, o Convento Santa Agnes era um mausoléu da família real. Em 1782 ele foi fechado e transformou-se em cortiço, até que as autoridades decidiram destrui-lo na década de 1890, mas tiveram de mudar de ideia mediante protestos em massa da população. Após uma completa restauração, abriga hoje uma das mais distintas galerias de arte antiga do país.

Na minha opinião, este convento é uma das melhores atrações de Praga. A coleção de obras de arte, pinturas, esculturas e outros objetos é muito interessante. É um pouco difícil de localiza-lo, pois ele fica numa região muito tranquila onde não há outros atrativos turísticos, talvez por isso esteja sempre vazio. A entrada principal fica na U milosrdnych 17, a 700m da estação de metrô Náměstí Republiky, linha amarela. O ingresso custa 150 coroas checas e dá direito a visitar todos os ambientes do convento. O horário de funcionamento é de terça à domingo, das 10h às 18h.

Convento de Santa Agnes

 

 

Sala de concertos no convento

 

 

Bem próximo ao convento fica o Bairro Judeu (Josefov), o maior patrimônio judaicos da cidade. Com suas sinagogas e cemitério milenares, o bairro constituiu um testemnho histórico por mil anos, até que foi liquidado pela brutal ocupação nazista no século XIX, quando apenas sua sinagoga, cemitério e centro administrativo foram poupados. Os nazistas expulsaram os judeus de Praga para a cidade-prisão de Terezín e de lá para Auschwitz. Alguns dos bens roubados da comunidade judaica de toda a Boêmia e da Morávia estão agora expostos na sinagoga.

Entre as atrações desta área estão: a Velha/Nova Sinagoga (Staronová synagoga), construção gótica de 1275 que possui um pontiagudo gablete em tijolo e um belo interior; o Velho Cemitério Judaico (Stary zidovsky hrbitov), uma grande área arborizada que possui mais de 12 mil corpos enterrados, uns sobre os outros, com uma profundidade que pode chegar até 3,6m em alguns locais; e a Sinagoga Espanhola (Španělská synagoga).
A bilheteria parar o comprar os ingressos fica na U Starého hřbitova 3a, bem próxima à estação de metrô Staroměstská, linha verde. O mais caro deles dá direito a visitar todas as atrações do Bairro Judeu e custa 480 coroas checas. É possível comprar a entrada apenas para atrações específicas. Durante o inverno, a visitação ocorre das 9h às 16:30h. No verão, das 9h às 18h.

Ponte Carlos

 

 


A pouco mais de 700m do bairro Judeu, seguindo pela margem do rio, encontra-se uma das atrações mais visitadas da cidade, talvez o principal cartão postal juntamente com o Castelo: a Ponte Carlos (Karlův most). Construída no século XIV por ordem do imperador Calros IV, é um triunfo gótico da engenharia, com 16 enormes arcos de arenito ao longo de aproximadamente 500m, que atravessam o rio Vltava, partindo da Cidade Velha e passando pela Ilha Kampa para chegar ao coração da Cidade Baixa (Malá Strana). A ponte é protegia por grandes barragens de madeira e por duas torres, uma cada em extremidade. É possível subir nas torres para ter uma visão ótima visão da ponte e da cidade.

O tráfego para veículos é proibido desde 1950. Por isso hoje ela tornou-se um grande calçadão, movimentado de residentes e turistas o dia inteiro. A melhor hora do dia para curtir a ponte sem a multidão é logo no início do dia. Ao longo da ponte é possível encontrar 30 esculturas barrocas, incluindo a estátua de São João Nepomuceno, o santo padroeiro das pontes. A maioria delas são réplicas das estátuas originais, que estão expostas no Museu Nacional da cidade. A Ponte Carlos merece ser visitada tanto de dia quanto à noite, quando a iluminação especial deixa ela ainda mais bonita.



Uma ótima dica quando se está visitando a Ponte Carlos, é aproveitar para fazer um passeio de barco pelo Rio Vltava. Há diversas empresas oferecendo este serviço. Não consigo me lembrar o nome da empresa que utilizamos, mas o ponto de embarque fica próximo à ponte, no lado da cidade velha. Para ser mais fácil de encontrar, é só procurar pelos guias vestidos de marinheiro oferecendo o serviço nos arredores da ponte. O passeio foi muito agradável. Os barcos são pequenos, para no máximo 15 pessoas. Os guias falam inglês e contam diversas histórias interessantes sobre a cidade do longo do trajeto, que dura em torno de meia hora. Não me lembro o preço exato, mas era barato.

Uma pequena curiosidade sobre o rio Vltava: também conhecido com o rio Moldava, ele nasce nas montanhas ao longo da fronteira com a Áustria. Corre no sentido norte para Elbe, a cerca de 40km de Praga, e suas águas desembocam no Mar Norte. O rio geralmente é calmo, mas de vez em quando ele fica tão brusco que suas margens arrebentam. Em 1890 ele levou muitos dos arcos da Ponte Carlos. As barragens deveriam tê-lo freado, mas não impediram a enchente de agosto de 2002, quando grande parte do centro foi inundada.

 

Algumas das outras atrações da Cidade Velha que eu não visitei são: a Biblioteca Nacional (Klementinum), o Museu do Chocolate, o Museu da Cidade de Praga (Muzeum Hlavního Města Prahy), a Betlémská kaple (Capela de Belém), a Torre de Pólvora (Prašná brána), e o Museu de Artes Decorativas (Uměleckoprůmyslové muzeum).





Posts Relacionados:
Roteiro de 3 dias em Praga
Onde se hospedar em Praga: dicas de hotéis
Praga – Impressões Gerais
Praga – Hradčany e Malá Strana, O Distrito do Castelo e a Cidade Baixa
Praga – Nové Město, a Cidade Nova
O Aeroporto de Praga e Transfer para o Hotel
Dica de Hotel em Praga – Clarion Hotel Prague City
Dicas de Restaurantes e Compras em Praga
Karlovy Lázně, a balada de cinco andares em Praga

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...