Reinando soberano no alto da colina, facilmente visto de qualquer ponto da cidade, o distrito que localmente é conhecido como Hradčany abriga o famoso Castelo de Praga (Prazsky hrad), um grande complexo que contém um palácio, uma catedral, dois museus, um montastério, várias galerias, salas de concerto, jardins, pátios e muito mais. Fundado no século XI, possui mais de 72 mil m² e é considerado o maior castelo do mundo. Atualmente serve como residência presidencial.

O distrito do Castelo

 

 

 

Vista lateral do castelo

 

 

Acesso principal

 

 

Membro da guarda real

 

Existem diversas formas de se chegar até o Castelo. Muitos optam por ir a pé, subindo as ladeiras a partir da Cidade baixa. Outros optam por pegar um bonde que sobe a colina, e começar a visita pela entrada principal. Esta segunda opção, além de ser menos cansativa, permite que a visita siga um caminho mais lógico.

Duas grandes estátuas de titãs duelando dão boas vindas aos visitantes pela entrada principal, juntamente com um membro da guarda Real, com uniformes da cor azul. Logo após num grande pátio encontra-se a principal construção do castelo, e também a mais imponente, a Catedral de São Vito (Katedrála svatého Víta). De estilo gótico, ela foi iniciada no século XIV, porém só foi completamente finalizada em 1929.

Catedral de São Vito

 

 


A catedral é a casa do tesouro da história boêmia e abriga as Joias da Coroa, que raramente fica em exposição. Seu interior é espaçoso e rico em detalhes. A visitação paga permite conhecer diversos objetos preciosos, que vão de pinturas medievais a vitrais modernos, além de mosaicos do século XIV, criptas com túmulos reais e o túmulo em prata de São João Nepomuceno.

 




 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com sues amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

No lado oeste do terceiro pátio, com uma fachada barroca em vermelho e bege, está a Basílica de São Jorge (Bazilika svatého Jiří), que abriga diversas esculturas e pinturas checas, renascentistas e barrocas. É uma das maiores igrejas de sua época e possui duas torres gêmeas. Atualmente a basílica é utilizada como uma casa de concertos.

Basílica de São Jorge

 

 

Troca da Guarda

 

 

Dois locais que também merecem destaque são o Santuário Loretto (Loreta), que conta com uma bela igreja e abriga exposições de pinturas e estátuas, e o Palácio Sternberg (Sternbersky Palác) com pinturas da Galeria Nacional de Arte Européia. Outras atrações do Castelo de Praga incluem os Jardins Reais (Králosvká Zahrada), o Mosteiro Strahov (Strahovský klaster), o Palácio Cernín (Cerninský palác), o Palácio Schwarzenber (Schwazenerský palác) e a Rua Dourada (Zlatá Ulicka).

Ao longo do complexo há alguns cafés e restaurantes, com preços excessivamente abusivos. Os horários de visitação do Castelo são bem variados, de acordo com a época do ano. Eles podem ser encontrados em detalhes no site oficial. Lá também é possível verificar os valores dos ingressos, que variam conforme o tempo e a quantidade de atrações a serem visitadas.Há duas bilheterias para compra de ingressos. Uma fica localizada logo à entrada, próxima do par de estátuas e do guarda Real, e costuma ter filas maiores. A outra bilheteria fica dentro do complexo, no lado direito do pátio central, junto com um centro de informações.




Vista de Praga a partir do castelo

 

 

Vista panorâmica

 

Após curtir a bela vista do alto da cidade a partir dos pátios do castelo, a melhor opção para descer é através da rua Nerudova, que faz a ligação do distrito do castelo à Cidade Baixa (Malá Strana). Esse bairro, também conhecido como Cidade Pequena, é o distrito histórico mais preservado de Praga. Antes repleto de palácios e jardins, possui agora dezenas de restaurantes chiques e hotéis requintados.

Uma das primeiras atrações que se encontra logo ao descer para a Cidade Baixa é a Igreja de São Nicolau (Chrám sv Mikuláse), uma das mais belas construções barrocas da Europa Central. A igreja foi concluída no século XVIII e, com suas grandiosas paredes, a alta cúpula e a torre do sino, tornou-se uma das principais características da paisagem da cidade. Em seu interior encontram-se diversas estátuas e pinturas, além de um órgão de 2500 tubos que ja foi tocado até por Mozart.

É possível subir os 215 degraus da torre do sino da igreja, que proporciona um visual incrivel do bairro e da cidade. As visitas ocorrem das 9:00h às 17:00h durante o verão, e das 9:00h às 16:00h durante o inverno. O ingresso adulto custa 70 coroas checas.

Logo depois da igreja, caminhando em direção à Ponte Carlos, está a Praça da Cidade Baixa (Malostranské námestí), coração do bairro e meio do caminho entre a cidade velha e o castelo. Há bastante para se ver e explorar na praça e nos seus arredores, região com diversos bares, cafeterias e restaurantes. É nela que a maioria dos visitantes faz uma pausa antes de encarar a acentuada subida para o castelo e por onde também passam algumas das principais linhas de bonde da região.

A caminho da cidade baixa

 

 

Região da praça da cidade baixa

 

 

Outra atração imperdível para quando se está visitando a cidade baixa, é subir ao topo da Colina Petrín (Petrín) através do trem funicular que se encontra na rua Újzed. O passeio neste bonde ja é uma atração à parte, pois permite uma belo visual ao longo do caminho. As subidas ocorrem a cada 10 minutos e o trajeto tem 510 metros. Cada vez que um bonde parte da estação de baixo, outro parte da estação superior e no meio do caminho eles se cruzam. O funicular esta integrado ao transporte público da cidade. 

O topo da colina é uma grande e agradável área verde. Sua principal atração é uma torre chamada No topo da colina há inumeras atrações, incluindo a Petrín Rozhledna, uma torre construída em 1891 que possui um formato muito semelhante à Torre Eiffel de Paris, porém num tamanho muito reduzido. Seus 299 degraus levam a uma plataforma de observação, que um panorama fantástico da cidade. Outra atração bem visitada da colina é o Labirinto de Espelhos (Bludiste na Petrine), diversão garantinda principalmente para as crianças.

Estátuas na Cidade Baixa

 

 

Trem funicular

 

 

Tore de observação da colina Petrín

 

 

Vista a partir da colina Petrín



Posts Relacionados:
Roteiro de 3 dias em Praga
Onde se hospedar em Praga: dicas de hotéis
Praga – Impressões Gerais
Praga – Staré Město, a Cidade Velha
Praga – Nové Město, a Cidade Nova
O Aeroporto de Praga e Transfer para o Hotel
Dica de Hotel em Praga – Clarion Hotel Prague City
Dicas de Restaurantes e Compras em Praga
Karlovy Lázně, a balada de cinco andares em Praga

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...