Voando com a TAM de São Paulo a Santiago do Chile

No meu primeiro post sobre o Chile, vou falar como foi viajar com a companhia aérea TAM, partindo do Aeroporto Internacional de Guarulhos com destino à cidade de Santiago, mostrando detalhes dos voos da ida e da volta. Na ligação entre São Paulo e a capital chilena há dois voos diretos diariamente oferecidos pela TAM, além de outros quatro voos diretos operados pela companhia aérea chilena LAN. Ambas operam em code-share, compartilhando os voos, por isso é possível comprar passagens de uma no site da outra e vice-versa.

Airbus A320 da TAM em Florianópolis

Veja também:
Roteiro de 3 dias em Santiago do Chile
Dicas de Restaurantes em Santiago
Dicas de Compras em Santiago: shoppings, outlets e lojas de departamento

 

A passagem foi emitida com pontos do programa de fidelidade pelo site da TAM, numa promoção lançada recentemente (março de 2012) que oferecia voos do Brasil para o Chile a partir de 6 mil pontos. Foi esse o valor que eu consegui comprar, tanto para o voo da ida quanto da volta, sendo assim gastei apenas 12 mil pontos na viagem toda, quando o normal seria 15 mil pontos por trecho. Foi preciso apenas pagar as taxas de embarque que custaram pouco mais de R$170,00.  Acho que essa promoção ainda está ativa e vale para saídas de diversas cidades brasileiras para os próximos meses.

Airbus A320 da TAM em Guarulhos
Airbus A320 da TAM em Guarulhos

 

A viagem para o Chile na verdade começou em Florianópolis, onde moro. O voo com destino a Guarulhos partiu as 13h50 e durou uma hora. Em São Paulo foram quatro horas aguardando a conexão para o próximo voo. A TAM possui dois voos de Guarulhos para o Chile, o primeiro partindo às 8h20, operado por um Boeing 777-300 e o segundo partindo às 18h30, num Airbus A320. Foi neste segundo que eu viajei.

O voo estava muito cheio e teve quatro horas de duração e chegou em Santiago as 22h30. Não havia nenhum entretenimento à bordo, apenas revistas, o que é péssimo para um voo de longa duração. Pelo menos no serviço de bordo foi servida um jantar, com duas opções: frango grelhado com arroz ou massa com molho de tomate, ambos acompanhados de pão, salada e um pudim de sobremesa. Para beber, além de refrigerantes, sucos e cervejas, era possível escolher vinho, tinto ou branco.

Interior do A320 da TAM
Interior do A320

 

Serviço de bordo TAM
Jantar servido no voo de ida

 

A volta de Santiago para Guarulhos foi feita num Boeing 777-300, que partiu às 13h40 e chegou em São Paulo às 17h. Havia um outro voo mais cedo, num Airbus A320 que partia as 8h00. A viagem de volta para o Brasil é um pouco mais curta que a ida, tem pouco mais de três horas de duração. O voo estava lotado e ao contrário do voo da ida, havia sistema de entretenimento individual, com várias opções de filmes, seriados, documentários e músicas. O almoço servido foi bem parecido com o primeiro voo: frango ou pasta.

Por ter comprado um bilhete promocional, não consegui reservar minha poltrona nos voos entre o Brasil e o Chile, por isso na volta acabei tendo que sentar no corredor. Queria muito ter sentado na janela para poder observar a passagem sobre a Cordilheira dos Andes, com um visual da cadeia montanhosa coberta de neve. Antes da viagem tinha lido no blog “Malas e Panelas” que a melhor posição para sentar no voo da volta é do lado esquerdo da aeronave (e no lado direito na ida). Não consegui marcar meu assento e para piorar estava sentado sobre a asa, sem conseguir espiar a janela da poltrona vizinha. Por isso tive que me contentar em observar as montanhas pelo sistema de câmeras ao vivo da aeronave.

Boeing 777-300 da TAM no Aeroporto de Santiago
Boeing 777-300 no Aeroporto de Santiago

 

Interior do Boeing 777-300 da TAM
Interior do 777

 

Observando a Cordilheira dos Andres pela câmera do avião

 

Os voos com a TAM foram bons, mas vale a pena deixar registrado algumas reclamações. Para entrar no Chile os brasileiros precisam preencher dois formulários de imigração. Eu esqueci de levar uma caneta e solicitei às comissárias. Nenhuma delas tinha uma para me emprestar e tampouco tiveram a iniciativa de procurar alguma. Além disso o comandante fez uma certa confusão em relação à hora local em Santiago na hora do pouso, dizendo uma hora a menos do que realmente era. E os embarques, tanto na ida quanto na volta, foram confusos e tumultuados.

Finalizo o post com um vídeo que eu fiz, decolando do aeroporto de Florianópolis no início da viagem…

 

Veja mais detalhes do aeroporto chileno no post: “O Aeroporto de Santiago e transfer para o hotel com a Transvip“, onde falo sobre imigração, check-in, salas de embarque, duty free e transfer para o hotel.

 

Posts Relacionados:
Onde se hospedar em Santiago: dicas de hotéis
Vale a pena fazer passeios em Santiago com uma empresa de turismo local?
Alugando um carro em Santiago e dirigindo pelas montanhas e estradas do Chile
Os Táxis e e Metrô de Santiago: Preços e Mapa
Casas de Câmbio em Santiago e o Peso Chileno
Como é dormir no Slaviero Fast Sleep, o hotel dentro do Aeroporto de Guarulhos

 

Veja também outros relatos de companhias aéreas:
Voando com a Pluna para o Uruguai, de Porto Alegre a Montevidéu
Voando com a South African Airways de São Paulo a Joanesburgo
Voar com a Lufthansa para a Alemanha e o Aeroporto de Frankfurt

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Receba o Meus Roteiros de Viagem no seu e-mail

Insira o seu e-mail para receber novos posts assinando o Feed do Blog:

25 Responses to Voando com a TAM de São Paulo a Santiago do Chile

  1. Luciano | Malas e Panelas 24 de abril de 2012 at 11:03 #

    Diego,
    Obrigado por mencionar o Malas e Panelas!
    Pena que não conseguiu uma janela. Tu chegastes fazer o check in online? Foi assim que conseguimos os assentos junto à janela. Ainda restavam vários, mas fizemos logo que abriu, 72 horas antes do voo.

    • Mariana 17 de janeiro de 2013 at 8:07 #

      Diego, gostaria de saber tmb se você tentou fazer check in online.

      • Diego M. 17 de janeiro de 2013 at 13:01 #

        Oi Mariana, não tentei fazer o check-in on line, meu voo era uma conexão pois eu moro em Floripa. Um abraço!

  2. Marcelo 9 de agosto de 2012 at 13:31 #

    Amigo, seu blog/site é muito bacana. Agora vamos combinar, “janta”?

    Nao existe janta, sim jantar. O jantar foi servido… De jantar teve…

    Abraços, Marcelo.

    • Diego M. 9 de agosto de 2012 at 14:29 #

      Corrigido, obrigado pelo aviso. Abs!

  3. Juliana 12 de outubro de 2012 at 19:27 #

    Adorei o seu Blog. Tds as dicas são ótimas, bem detalhadas e explicativas.

    Só achei sacanagem a comissária ter q ter caneta para 200 pessoas e vc não.. risos.. brincadeira!

    Parabéns!

    • Diego M. 14 de outubro de 2012 at 21:04 #

      Obrigado Juliana :)

  4. Adriana 30 de agosto de 2013 at 14:52 #

    Diego,

    Estou indo para Santiago agora em setembro. Meu voo também é uma conexão, saio de Vitória/ES. Pode me informar sobre o procedimento das malas despachadas?

    • Diego M. 1 de setembro de 2013 at 12:29 #

      Oi Adriana. Na ida suas malas vão direto para Santiago. Na volta você precisa pega-las na esteira do aeroporto de conexão (Guarulhos ou Galeão), passar pela Receita Federal e depois devolvê-las à companhia aérea no balcão de redespacho de malas. Boa viagem!

      • Adriana 2 de setembro de 2013 at 10:32 #

        Obrigada pela orientação Diego.
        Amei seu blog, e, minha viagem a Santiago do Chile está com um roteiro pronto graças as suas valiosas dicas e abordagens. Grande abraço.

        • Diego M. 3 de setembro de 2013 at 23:28 #

          Oi Adriana, obrigado pela mensagem. No retorno conte suas impressões da viagem. Um abraço!

  5. Henrique 14 de outubro de 2013 at 22:17 #

    Diego, ótimas dicas ! Estive em Santiago semana passada e amei a cidade. Único ponto negativo é que chileno fuma pacas e como agora é proibido fumar dentro dos restaurantes a fumaceira se transferiu para as mesas nas calçadas, tornando impossível a não fumantes aproveita-las.
    Os preços da Transvip também foram aumentados, pagamos 23000 pesos a van para 4 pessoas tanto na ida quanto na volta, serviço impecável.
    Fui pela Tam e tive uma boa experiência na ida e na volta tudo tranquilo. Só aconselho a correr da massa servida, simplesmente intragável.
    No aeroporto de Santiago têm um restaurante chamado Ruby Tuesday , estilo Outback, recomendo o hamburguer e a costelinha, sensacionais. Fica depois do free shop, dentro da area de embarque.

    • Diego M. 15 de outubro de 2013 at 11:36 #

      Oi Henrique, obrigado pela contribuição. Um abraço!

  6. Falcão 6 de novembro de 2013 at 3:11 #

    Diego, primeiramente parabéns pelo blog, sensacional. Gostaria de tirar algumas dúvidas com vc pois faço minha primeira viagem internacional (e meus pais que irão, tb, vamos de TAM e Lan). Sou de Salvador, e gostaria de saber como será o procedimento no aeroporto de Guarulhos, onde faremos conexão. Assim que o voo chegar lá devemos pegar nossas malas, ou ir diretamente para o balcão da Lan ? Como nosso voo de SP a Santiago decola às 14 hs, devemos almoçar no aeroporto ou no avião servirão almoço, haja vista que já será meio da tarde ? Quanto a volta, sairemos de Santiago às 15:30, com isso, devemos almoçar por lá ou servirão alguma refeição mais completa no avião ? E por fim, nossas malas seguem direto pra Salvador ou teremos que pegá-las em guarulhos ?

    Diego, só mais uma coisa, anotei a dica de viajar na janela para apreciar a vista da cordilheira, mas tenho outra dúvida: posso fazer o check in do voo entre SP e Santiago on-line, antes mesmo de sair daqui de Salvador ?

    Desde já agradeço pelas informações.
    Abraços

    • Diego M. 6 de novembro de 2013 at 22:12 #

      Oi Falcão, em Guarulhos você não vai precisar pegar as malas. No seu check-in em Salvador elas já serão etiquetadas até Santiago e você já receberá o cartão de embarque dos dois voos. No retorno você precisa pegar as malas para passar pela receita federal e depois devolve elas no check-in de redespacho da TAM. Quanto ao serviço de bordo, não sei te dizer se eles vão servir almoço. Na dúvida faça algum lanche no aeroporto antes do voo. Sobre o check-in, vou ficar te devendo, pois nunca fiz check-in on line de voo internacional. Um abraço e boa viagem!

  7. Rodrigo Rangel 9 de novembro de 2013 at 23:05 #

    Olá. Seu Blog é maravilhoso e já segui tuas dicas em Montevidéu e Buenos Ayres. Agora estou indo para o Chile e pelo que li Santiago possui horário com -1h (em horário de verão brasileiro, -2h). Na minha passagem de ida (Rio de Janeiro –> Santiago) fala que o voo é Saída Dom 12-JAN-14 07:10 e chegada Dom 12-JAN-14 11:00.
    O horário impresso como chegada é do Rio de Janeiro ou de Santiago?
    Obrigado e sucesso! Rangel

    • Diego M. 11 de novembro de 2013 at 12:15 #

      Oi Rodrigo, o horário da chegada é o horário local do Chile. Um abraço e obrigado pelas palavras!

  8. Cristina 27 de novembro de 2013 at 9:24 #

    Olá Diego, seu blog me foi muito útil, acabamos de chegar de Santiago e segui suas dicas, alugamos um carro na agência que indicou, novinho por sinal com 3000 km, motor 1.4 completo, rodamos uns 600 km, 4 dias de aluguel com Gps e retirada e entrega no aeroporto totalizou R$ 580,00, fomos até Val paraíso, Vina Del Mar, toda a região central, Concha e Toro, subimos até o Valle nevado, somente neve nos picos mais altos da Cordilheira, mais o visual foi incrível, almoçamos lá mesmo, somente um restaurante aberto, fazia muito frio .Nos hospedamos em las condes! Plaza El Bosque San Sebastian, excelente hotel,Bairro Muito lindo e limpissimo,os valores para almoçar e jantar e bem salgado, o trânsito e muito intenso mais para quem anda em São Paulo tira de letra.Ficamos 4 noites, faltou alguns lugares, queremos voltar com certeza na época de neve,agradeço suas dicas grande abraço.

    • Diego M. 28 de novembro de 2013 at 14:24 #

      Oi Cristina, que bom que deu tudo certo. Obrigado por retornar e contar sua experiência. Um abraço!

  9. Stephanie 28 de março de 2014 at 11:05 #

    Olá Diego, tudo bem?
    Adorei o blog, dicas valiosas! Estou planejando uma viagem para santiago, e uma dúvida: lá é falado espanhol, certo? Mas dá pra se virar no portunhol ou no inglês?
    Obrigada!

    • Diego M. 28 de março de 2014 at 16:11 #

      Stephanie, lá eles falam espanhol, mas você consegue se virar com o portunhol. Boa viagem!

  10. Andrea 31 de março de 2014 at 16:08 #

    Oi Diego! Tudo bem…. seu blog tem nos ajudado muito, essa será nossa 1ª viagem internacional com a filhota para ver neve (vamos em agosto), vi em alguns sites que na volta de Santiago tem uma taxa de embarque de U$ 30,00/pessoa, nas não consegui confirmar essa informação, vc lembra de ter pagado isso? Abraços e obrigada

    • Diego M. 31 de março de 2014 at 22:52 #

      Andrea, não precisa pagar nenhuma taxa não… ela já está incluída entre as taxas da passagem aérea. Boa viagem!

  11. ingridd 14 de junho de 2014 at 23:05 #

    Olá, Vou viajar nessas ferias para o chile e estou com uma duvida cruel. Quanto aos assentos que proporcionem a vista para as cordilheira Seriam os do lado direito da aeronave ou os da nossa direita. Já li em outros blogs e todos dizem esquerda na ida e direita na volta.

    att,
    Ingridd

    • Diego M. 15 de junho de 2014 at 18:14 #

      Oi Ingrid, é como eu disse no post. Antes da viagem tinha lido no blog “Malas e Panelas” que a melhor posição para sentar no voo da volta é do lado esquerdo da aeronave (e no lado direito na ida). Mas mesmo que você sente do outro lado vai conseguir ver as montanhas. Abs!

Deixe uma resposta