Na minha viagem para o Uruguai, em junho de 2012, voei pela primeira vez com a companhia aérea Pluna, rumo ao Aeorporto Internacional de Carrasco, em Montevidéu. Ela é a principal companhia aérea de bandeira uruguaia e opera voos para mais de 15 destinos, incluindo várias cidades brasileiras. Neste post vou falar mais sobre a empresa e dar detalhes de como foi o voo, que teve origem na cidade de Porto Alegre.

Bombardier CRJ900 da Pluna no aeroporto de Porto Alegre
Bombardier CRJ900 da Pluna no aeroporto de Porto Alegre

 

(ATUALIZAÇÃO 05 de julho de 2012 – Infelizmente, a companhia aérea  Pluna suspendeu todas as suas operações por tempo indeterminado. Veja o comunicado oficial publicado no site da empresa)



Segue o texto original do post, publicado em 26 de junho de 2012, duas semanas antes da suspensão das atividades da companhia…

A Pluna Lineas Aereas Uruguayas foi fundada em 1936 e seu nome é um acrônimo para “Primeira Linha Uruguaia de Navegação Aérea”. Com sede em Montevidéu, a companhia utiliza o Aeroporto Internacional de Carrasco como hub, interligando os países do Mercosul. Da capital uruguaia partem voos diários para o Chile (Santiago), Argentina (Buenos Aires-Aeorparque, Buenos Aires-Ezeira, Córboda), Paraguai (Assunção) e nove cidades no Brasil (São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Curitiba, Foz do Iguaçu e Porto Alegre). Na alta temporada há voos diários também para Florianópolis, além de uma ligação direta entre São Paulo e Punta de Leste. (veja mais detalhes do aeroporto no post “Aeroporto de Montevidéu, o mais moderno da América Latina)

Uma notícia publicada no portal Mercado e Eventos, em abril de 2012, afirma que o Brasil é o principal mercado da companhia, correspondendo a 40% de sua receita total. A Pluna é muito utilizada pelos brasileiros para viajar para as capitais do Mercosul, fazendo conexão em Montevidéu. O maior fluxo de passageiros, partindo do Brasil, é para a Argentina (40%), seguido de Uruguai (30%), Chile (25%) e Paraguai (5%).

No ano de 2008 a Pluna sofreu uma grande mudança na sua estrutura, reformulando seu conceito, sua imagem e trocando suas aeronaves. Desde então passou a voar com aviões da empresa canadense Bombardier, modelo CRJ900 NextGen, mais silenciosos, menos poluentes e mais eficientes no consumo de combustível. Atualmente a frota conta com 13 aeronaves em serviço. Elas possuem capacidade para 90 passageiros. Elas não são todas idênticas, com cinco modelos de pintura, que mostram cores e pássaros diferentes na cauda do avião.

 

Interior do CRJ900 da Pluna
Interior do CRJ900 da Pluna

 

Interior do CRJ900 da Pluna
Bombardier CRJ900 - Pluna Lineas Aereas

Apesar de eu morar em Florianópolis, meu voo com a Pluna teve origem em Porto Alegre. Fui até a capital gaúcha com a TAM e lá fiz um novo check-in na companhia aérea uruguaia. Foi a forma mais econômica e rápida que eu encontrei para fazer minha viagem. A passagem de POA a Montevidéu foi comprada no site flypluna.com e custou no total 158 dólares, sendo $79 de tarifa + $79 de taxas. Em reais, na cotação de maio de 2012, o bilhete custou aproximadamente R$ 316,00. O site da Pluna é bem prático, permite realizar web check-in com 56 horas de antecedência do voo e ainda tem uma opção para o passageiro imprimir o cartão de imigração preenchido, necessário para a entrada no Uruguai.

Há duas ligações diárias entre Porto Alegre e Montevidéu e o voo tem aproximadamente 1:20h de duração. O meu check-in em Porto Alegre foi rápido e sem filas. Peguei o voo no final da tarde (16:06h) e o avião estava lotado, pois neste dia o voo do turno da manhã tinha sido cancelado, acumulando os passageiros no segundo voo. Chegando no aeroporto da capital uruguaia foi curioso observar que apenas poucos  passageiros foram para a fila da imigração, por volta de 20% do voo, enquanto o restante foi para a sala de embarque, em conexão para outras cidades. Na volta para o Brasil, o voo atrasou duas horas, deveria ter partido às 14:00h de Montevidéu mas só saiu às 16:00h, pois o avião que iria fazer o voo teve que ir para manutenção por problemas técnicos. O check-in no aeroporto uruguaio também foi rápido e sem filas.

Check-in da Pluna no Aeroporto de Montevidéu
Check-in da Pluna no Aeroporto de Montevidéu

 

Montevidéu - Uruguai
Chegando em Montevidéu

 

Os voos foram tranquilos e rápidos. As poltronas são de couro e confortáveis, com um espaço aceitável para as pernas, mas reclinam muito pouco. O serviço de bordo oferecido é pago e  muito caro. Uma garrafa de água, por exemplo, custa 7 reais. Há opções de bebidas e sanduíches e o pagamento pode ser feito em reais, pesos uruguaios ou dólares. Em seguida são oferecidos produtos do duty free, como perfumes e relógios. Não há nenhuma opção de entretenimento, apenas uma revista de bordo da companhia.

Mesmo com essas restrições no voo e com o atraso no voo da volta, gostei da Pluna e voaria de novo com ela se for preciso. Achei o atendimento bom e eficiente. Como as aeronaves possuem menor capacidade, consequentemente há menos passageiros para fazer check-in e assim há menos filas, tornando o processo mais rápido e ágil. Em Santiago, por exemplo, demorei quase uma hora para fazer check-in com a TAM. Em Montevidéu, não levei mais que 3 minutos com a Pluna. Além disso, a companhia costuma fazer promoções com frequência, com preços atrativos para viajar para o Uruguai e outras cidades. E para melhorar ainda mais, no verão há voos diários partindo aqui de Florianópolis diretamente a Montevidéu.

Vista aérea de Montevidéu - Uruguai
Vista aérea de Montevidéu

 

Avião da Pluna no Aeroporto de Montevidéu
Avião da Pluna no Aeroporto de Montevidéu

 

Post Relacionados:
Aeroporto de Montevidéu, o mais moderno da América Latina
Alugando um carro em Montevidéu e dirigindo pelas estradas do Uruguai
Dica de Hotel em Montevidéu: Intercity Premium Montevideo, em Punta Carretas
Dicas de Restaurantes em Montevidéu
Dicas de Compras em Montevidéu
Casas de Câmbio em Montevidéu, Punta del Este e Colonia del Sacramento
Montevidéu – Parque Rodó e um passeio pelas Ramblas
Montevidéu – Visita guiada no Palácio Legislativo
Punta del Este – Visita à Casapueblo e ao Mirador de Punta Ballena

Veja também outros posts sobre companhias aéreas e aeroportos:
Voando com a TAM de São Paulo a Santiago do Chile
Voando com a South African Airways de São Paulo a Joanesburgo
Voar com a Lufthansa para a Alemanha e o Aeroporto de Frankfurt
O Terminal 5 do Aeroporto de Heathrow, em Londres
A Localização das Companhias Aéreas nos Terminais do Aeroporto de Guarulhos
Conexão longa em Guarulhos: O que fazer para passar o tempo?

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...