Dubai é a cidade dos mega projetos e um dos mais famosos é o Burj Khalifa, considerado o prédio mais alto do mundo com 828 metros de altura. É uma estrutura imponente e surpreendente, que está inserida num complexo chamado Dubai Downtown, que abriga ainda atrações como o Dubai Mall, o maior shopping do mundo em área total, e a Dubai Fountain, o maior show de águas dançantes do mundo. Leia neste post o relato completo da visita ao mirante localizado no 124º andar do edifício e um vídeo do incrível espetáculo das Fontes de Dubai.

Burj Khalifa - Dubai, Emirados Árabes

Burj Khalifa, o prédio mais alto do mundo

Veja também:
Dubai: O hotel Atlantis The Palm e o parque aquático Aquaventure
Dubai: Jumeirah Beach, o hotel Burj Al Arab e a Dubai Marina
Dubai: Safári com jantar no deserto dos Emirados Árabes
Abu Dhabi: Ferrari World, o parque temático da Ferrari

 

O Burj Khalifa é um dos símbolos de Dubai e representa o desenvolvimento e a modernidade da cidade. É um edifício que se destaca na paisagem e ajuda a servir como ponto de referência, pois é facilmente visto de qualquer parte da cidade, tanto de dia quanto à noite, quando ganha uma iluminação especial. É um empreendimento surreal que deixa qualquer um de queixo caído e que nos faz imaginar como o homem conseguiu construir tamanha estrutura.

Antes de relatar como foi minha visita ao mirante, vale a pena fazer um raio-x do edifício, com detalhes e curiosidades que ajudam a conhecer um pouco mais desta obra de arte da arquitetura. Com 828 metros de altura e mais de 160 andares, o Burj Khalifa além de ser o prédio mais alto do mundo também possui outros títulos, como a maior estrutura livre do mundo, o maior número de andares, o andar ocupado mais alto, o mirante mais alto, o elevador que percorre a maior distância e também o elevador de serviço mais alto do mundo.

Placa de trânsito em Dubai e o edifício Burj Khalifa

A caminho do Burj Khalifa

 

A construção teve início em janeiro de 2004 e chegou a ter mais de 12 mil operários de 100 nacionalidades trabalhando na fase de pico das obras. Em abril de 2008, os trabalhos atingiram o andar 160 e o Burj tornou-se oficialmente o prédio mais alto do mundo. Sua inauguração aconteceu em janeiro de 2010, com uma grande festa.

O edifício abriga 900 apartamentos residenciais, 37 andares de salas comerciais, 160 suítes no hotel Armani, 144 residências com o selo Armani, 3000 vagas de garagem subterrânea, um complexo de esportes e recreação de quatro andares, o restaurante mais alto do mundo (At.mosphere) no 122º andar e o mirante da atração At The Top no 124º andar. Tem ainda 57 elevadores, 8 escadas rolantes e cerca de 26 mil painéis de vidros.

O Burj faz qualquer prédio ao ser redor parecer uma miniatura e quanto mais você se aproxima dele, mais difícil fica de enquadra-lo numa foto. Depois de muitas tentativas frustradas, consegui tirar uma que consegue mostrar toda sua imponência.

Burj Khalifa - Dubai, Emirados Árabes

Burj Khalifa

 

Desde que foi inaugurado, o Burj Khalifa tornou-se uma das principais atrações turísticas de Dubai. É possível visitar seu mirante localizado no 124° andar através da atração “At The Top – The Burj Khalifa Experience”, uma experiência única e imperdível que permite conhecer detalhes e curiosidades do edifício e proporciona uma excelente vista panorâmica 360 graus de Dubai.

A entrada para a atração encontra-se no piso LG do Dubai Mall, junto à praça de alimentação. No local há uma bilheteria, mas o mais aconselhável é comprar o ingresso com horário marcado antecipadamente pela internet, através do site oficial do Burj, clicando no botão Purchase Tickets no final da página.

O ingresso adulto antecipado custa 125 dhs (aprox R$67,50) . Crianças entre 4 e 12 anos pagam 95 dhs (R$51,30) e abaixo de 4 anos entram de graça. Estes valores valem apenas para compra antecipada pela internet, que é o método mais recomendado. Quem deixa pra última hora e decide comprar o ingresso no local vai ter que desembolsar 400 dhs (R$216,00), mais que o triplo do valor on-line, e ainda vai estar sujeito à disponibilidade imediata, o que nem sempre é possível.

A compra do ingressos pela internet é muito fácil. Basta selecionar o dia da visita, depois o horário desejado, fazer um breve cadastro e inserir as informações do cartão de crédito. Lembrando que como o pagamento será uma transação internacional com o cartão, haverá uma taxa de IOF de 6% sobre o valor do ingresso. Após finalizar o pagamento, basta imprimir o voucher de confirmação da compra para levar no dia da visita.

Na janela de horários, o site apresenta as opções a cada meia hora e indica quais estão disponíveis e quais estão esgotados. Os primeiros horários a esgotarem são sempre os do por do sol. Quanto mais distante da viagem você comprar, maior a chance de conseguir um bom horário. Eu comprei meu ingresso um mês antes de viajar para Dubai e marcar o horário de meia hora antes do por do sol. Descobri o horário exato do por do sol em Dubai através do site Time and Date, mas acabei não tenho muita sorte, pois o dia estava encoberto e com uma visibilidade que me impediu de ver o sol se por.

A atração “At the Top – The Burj Khalifa Experience” tem o seguinte horário de funcionamento: de domingo a quarta-feira, das 9:00h à meia-noite; quinta-feira, das 8:30h à meia-noite; sextas e sábados, das 4:30h à meia-noite.

Bilheteria e entrada da tração "At The Top - The Burj Khalifa Experience" - Dubai

Bilheteria e entrada da atração “At The Top – The Burj Khalifa Experience”

 

Cheguei ao Dubai Mall meia hora antes do horário agendado e já fui direto para a entrada da atração. O movimento estava grande e naquele dia todos os ingressos já estavam esgotados. Há uma fila especial para quem comprou antecipadamente pela internet. Apresentei o voucher que imprimi, peguei meus ingressos, passei pelo guarda-volumes e entrei na fila do detector de metais e raio-x para bolsas e mochilas, igual a um aeroporto.

Antes de chegar ao elevador que dá acesso ao mirante há um longo caminho a ser percorrido, passando por diversos ambientes com informações e exposições multimídia. No primeiro deles há uma grande maquete do Burj Khalifa e um painel comparando sua altura a outras grandes torres do mundo, como a CN Tower (Toronto-Canadá) que mede 553 metros, a Taipei 101 (Taiwan) com 509 metros, a Petronas Towers (Kuala Lumpur-Indonésia) com 452 metros, entre outras.

Maquete do Burj Khalifa - Dubai

Maquete iluminada no início da visita

Torres do mundo e o Burj Khalifa

Torres do mundo e o Burj Khalifa

 

Em seguida há um grande corredor escuro com um telão de 65 metros que faz uma viagem pelo tempo, apresentando imagens do passado, presente e do futuro de Dubai. Antes de subir a escada rolante que dá acesso ao elevador há uma parada, em que uma simpática moça pede para que você olhe para cima, onde uma espécie de alvo mira através de um teto de vidro exatamente na posição do mirante. Ela diz algo do tipo “Está vendo o centro desta marcação? É para lá que você vai”. Simples e muito inteligente!

Corredor com telões a caminho do elevador

Corredor  de 65 metros com telões

Mirando no mirante

Mirando no mirante

 

Há apenas dois elevadores, exclusivos da atração, que ficam se revezando no transporte de visitantes ao mirante. Cada um comporta cerca de 20 pessoas. A fila para entrar no elevador é longa e um pouco cansativa, mas há alguns murais e telas com informações que ajudam a distrair e passar o tempo.

Fila para subir o elevador

Fila para o elevador

Hall do elevador

Hall do elevador

 

O elevador é um espetáculo à parte e só faz aumentar a emoção da visita. Ele sobe 124 andares em menos de um minuto e meio, chegando a atingir a impressionante velocidade de 10 metros por segundo! O elevador não balança e você só sente que está subindo por causa da pressão nos ouvidos e porque os números da tela mudam rapidamente. Durante o trajeto há todo um show de luzes, imagens e sons. Como é difícil descrever, fiz uma filmagem do momento em que as portas se fecham ao momento em que elas abrem lá no 124º andar, onde temos o primeiro contato com a vista panorâmica do mirante. Vale a pena assistir…

 

O mirante possui uma área aberta, como se fosse uma grande varanda, e outras parte fechada, de onde podemos ver a vista através das janelas. Na parte aberta o vento é intenso e a partir dela podemos visualizar todo o completo Downtown Dubai, como o Dubai Mall, o lago artificial e os prédios ao seu redor, e também a “parte de trás” da cidade de Dubai, região com poucos prédios e dominada pelo deserto.

Vista aérea do Dubai Mall

Vista aérea do Dubai Mall

Lago do Burj Khalifa - Dubai

Lago do complexo Dubai Downtown

Prédios em construção e o deserto de Dubai

Prédios em construção e o deserto de Dubai

 

Olhando para cima percebemos que ainda há um grande pedaço do Burj Khalifa até o topo.

Topo do Burj Khalifa - Dubai

Topo do Burj Khalifa

 

O final da varanda e a parte coberta do mirante permitem visualizar a “parte da frente” de Dubai, o centro da cidade, os bairros litorâneos e toda a extensão da principal rodovia de Dubai, a Sheikh Zayed Road, cujos prédios parecem minúsculos vistos lá do alto.

Prédios da Sheikh Zayed Road - Dubai

Prédios da Sheikh Zayed Road – sentido Norte

Vista panorâmica de Dubai - Sheikh Zayed Road

Prédios da Sheikh Zayed Road – sentido Sul

 

Não tive muita sorte com o tempo, a visibilidade neste dia não estava das melhores e nem consegui ver o por do sol como eu tinha programado. Mas foi possível avistar o famoso hotel Burj Al Arab, a ilha artificial The Palm Jumeirah e também o empreendimento The World, um conjunto de ilhas artificiais cujo formato lembra o mapa do mundo.

Ilhas artificiais The World - Dubai

Ilhas artificiais The World

 

Depois de curtir o visual é hora de pegar a fila do elevador pra descer. A fila neste dia estava longa e demorou um pouco. A descida do elevador é tão rápida quanto a ida, porém mais simples, sem tantos efeitos. No caminho até a saída da atração ainda há vários murais informativos, maquetes do edifício e fotos de toda a equipe que esteve envolvida no projeto, dos arquitetos aos operários.

Elevador do Burj Khalifa - Dubai

Elevador do Burj Khalifa

 

Depois da visita ao mirante fiz um lanche no Dubai Mall e ao sair para a área externa já era noite e pude ver de perto o Burj Khalif com sua iluminação noturna.

Iluminação noturna do Burj Khalifa - Dubai

Versão noturna do Burj Khalifa

 

O Burj está inserido num complexo chamado Downtown Dubai, um projeto que além do edifício ainda inclui o Dubai Mall, o maior shopping do mundo em área total, e um lago artificial rodeado de restaurantes e hotéis. É neste lago que ocorre o famoso show das Fontes de Dubai.

Quem quiser ficar hospedado no local tem seis opções de hotéis. O mais famoso deles é o Armani Hotel, localizado no Burj Khalifa, com 160 suítes de luxo, sete restaurantes e um spa para os hóspedes. As diárias no Armani custam a partir de mil reais. (Pesquise as tarifas na data da sua viagem). Os outros hotéis não chegam a ser tão caros e ainda oferecem suítes com vista para o lago e para o Burj: The Address Dubai Mall, The Palace Downtown, Ramada Downtown, Al Manzil e o Radisson Blu.

Área externa do Dubai Mall, junto ao Burj Khfalifa

Pátio do Dubai Mall e o lago artificial do complexo Downtown Dubai

 

Outra atração imperdível em Downtown Dubai é o show das Fontes de Dubai, o maior show de águas dançantes do mundo. É um espetáculo coreografado de cores, imagens e sons, cujos jatos de água chegam a atingir a impressionante altura equivalente a um prédio de 45 andares.

O show acontece todos os dias de meia em meia hora, com início as 18:00h. De domingo a quarta, a última apresentação ocorre as 22:00h, e de quinta a sábado, o último show acontece as 23:00h. O tema pode variar de um show para o outro, com músicas típicas árabes, músicas clássicas e também grandes hits internacionais.

Show das Fontes de Dubai - Dubai Fountain

Show das Fontes de Dubai

Show das Fontes de Dubai - Dubai Fountain

Show das Fontes de Dubai

 

O público presente ao redor da fonte é enorme, seja no calçadão do Dubai Mall, nos restaurantes do complexo ou nas varandas dos hotéis. O show é rápido, dura cerca de 5 minutos, mas é impressionante. Finalizo este post com um vídeo que eu fiz das Fontes de Dubai, que neste dia se apresentaram com uma música árabe. Não peguei a melhor parte da apresentação, mas da pra ter uma noção de como é o espetáculo.

 

Posts Relacionados:
Roteiro de 4 dias em Dubai
Emirados Árabes: informações úteis e impressões de Dubai e Abu Dhabi
Onde se hospedar em Dubai: dicas de hotéis
Dubai: Um passeio no Centro, do Museu ao Mercado de Ouro
Dicas de Restaurantes em Dubai
Dicas de Compras em Dubai: shoppings, outlets e souks
Como é alugar um carro em Dubai e dirigir nos Emirados Árabes

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...