Na minha viagem a Gramado cheguei no hotel por volta do meio-dia e reservei a primeira tarde para explorar o centrinho a pé, numa caminhada bem agradável, visitando algumas das principais atrações turísticas da cidade.  Neste post mostro algumas fotos e o relato do passeio.

Igreja Matriz São Pedro - Gramado

Igreja Matriz de Gramado

 

Veja também:
Onde ficar em Gramado e Canela: dicas de hotéis
Dicas de restaurantes, cafés e chocolates em Gramado e Canela
Gramado e Canela com crianças: 13 dicas de onde levar seus filhos
Como chegar a Gramado e Canela e estrada da Rota do Sol
Dica de hotel no centro de Gramado: Serrano Resort e SPA

 

O centrinho de Gramado é relativamente pequeno e pode ser facilmente explorado a pé. No meu primeiro dia na cidade, após ter feito o check-in no hotel Serrano saí a pé para almoçar e depois para passear pelas ruas do centro, principalmente a Av. Borges de Medeiros, que concentra o maior número de lojas, centrinhos comerciais, restaurantes, cafés e casas de chocolate.

Era um domingo quente em pleno inverno e a cidade estava lotada, com congestionamentos por todos os lados, pessoas se esbarrando nas calçadas e estabelecimentos com mesas cheias, difícil até de encontrar um lugar para sentar. Na terça-feira eu caminhei novamente pelo centrinho e estava muito mais agradável, bem vazio, bom para tirar fotos e passear com tranquilidade. Neste post misturo as imagens destes dois dias.

Av. Borges de Medeiros - Gramado

Av. Borges de Medeiros

 

Logo que comecei meu passeio, o primeiro local que visitei foi o Centro de Informações Turísticas, que fica na Praça Major Nicoletti, esquina da Av. Borges de Medeiros com a Av. das Hortências. É um bom lugar para pegar um mapa turístico da região e também informações sobre as atrações e restaurantes.

Posto de Informações Turísticas na Praça Major Nicoletti - Gramado

Posto de Informações Turísticas na Praça Major Nicoletti

 

Depois visitei a Rua Coberta, que fica junto à praça e é um dos locais mais movimentados da cidade, com vários cafés, restaurantes e lojas, e que costuma sediar com frequência pequenos eventos e apresentações artísticas.

Rua Coberta - Gramado

Rua Coberta

Rua Coberta - Gramado

Restaurante na Rua Coberta

 

Em frente à Rua Coberta fico o Palácio dos Festivais, conhecido por sediar o tradicional Festival de Cinema de Gramado, que acontece todos os anos no início de agosto. Visitei a cidade uns 15 dias antes de o festival começar e já havia uma certa movimentação de obras e decoração junto ao palácio, nos preparativos para o evento.

Palácio dos Festivais - Gramado

Palácio dos Festivais

 

Por ser a sede do festival de cinema mais famoso do Brasil, Gramado ganhou sua própria Calçada da Fama nos arredores do palácio, onde artistas consagrados do cinema brasileiro deixaram suas marcas e assinaturas.

Calçada da fama de Gramado

Calçada da fama de Gramado

 

Depois visitei a Igreja Matriz de São Pedro, que fica ao lado do Palácio dos Festivais. Ela foi inaugurada em 1942, construída em pedra basáltica e sua torre tem 46 metros de altura.

Igreja Matriz São Pedro - Gramado

Igreja Matriz São Pedro

Interior da Igreja Matriz de Gramado

Interior da Igreja Matriz de Gramado

 

Em frente à igreja há uma fonte com as estátuas dos 12 apóstolos.

Estátuas em frente a Igreja Matriz - Gramado

Estátuas em frente a Igreja Matriz

 

Ao lado da Igreja Matriz fica a Fonte do Amor Eterno, uma brincadeira criada por um centrinho comercial para atrair visitantes para suas lojas, que vendem o cadeado para ser pendurado numa grade junto à fonte, para eternizar o seu amor por alguém.

Fonte do Amor Eterno - Gramado

Fonte do Amor Eterno

Fonte do Amor Eterno - Gramado

Cadeados

Fonte do Amor Eterno - Gramado

Chaves na fonte

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com sues amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

Espalhados pelo centrinho há vários relógios de rua com termômetro, bem característicos de Gramado. O relógio é de ponteiro e o termômetro é analógico, bem diferente daqueles digitais que estamos acostumados a ver nas ruas.

Termômetro de rua - Gramado

Termômetro de rua

 

Ao longo da Avenida Borges de Medeiros há várias lojinhas, galerias, centrinhos comerciais, cafés e casas de chocolate. A maioria das construções tem um estilo típico europeu, que dão um charme ainda mais especial para o lugar.

Construções típicas Gramado

Construções típicas

Galeria de lojas na Av. Borges de Medeiros - Gramado

Galeria de lojas na Av. Borges de Medeiros

 

Depois da caminhada pelo centrinho pegamos o carro no hotel e fomos visitar outras atrações próximas. Paramos na Rótula das Bandeiras, que possui a bandeira de todos os estados brasileiros. Lá também está uma réplica do “Kikito”, a estatueta prêmio do Festival de Cinema de Gramado, que representa o “Deus do Bom Humor”.

Rótula das Bandeiras - Gramado

Rótula das Bandeiras

 

A poucos metros da rótula fica o Lago Joaquina Rita Bier. No seu entorno acontece um dos principais espetáculos da programação Natal Luz de Gramado.

Lago Rita Bier - Gramado

Lago Rita Bier

 

Bem próximo a este lago fica o Mini Mundo, um pequeno parque ao ar livre com réplicas em miniatura de vários edifícios e monumentos, incluindo castelos, palácios, estações de trem e até um mini aeroporto. É tudo muito bem feito, nos mínimos detalhes, mas eu não achei tão interessante, é uma coisa bem voltada para as crianças.

Mini Mundo - Gramado

Mini Mundo

Mini Mundo - Gramado

Mini Mundo

Museu do Ipiranga - Mini Mundo Gramado

Museu do Ipiranga em miniatura

Igreja em miniatura - Mini Mundo Gramado

Igreja em miniatura

 

Outro local que visitamos foi o agradável Lago Negro, que fica um pouco mais afastado do centrinho. Na entrada há uma feirinha e ao redor do lago há uma pista de caminhada, com bancos para sentir e curtir a natureza e a calmaria do lugar. É possível andar de pedalinho no lago, ao custo de 20 reais para duas pessoas por meia hora.

Lago Negro - Gramado

Feirinha no Lago Negro

Lago Negro - Gramado

Pedalinho no Lago Negro

Lago Negro - Gramado

Lago Negro

 

Outro local que visitamos foi o Mirante do Belvedere, que fica no início do caminho entre Gramado e Canela, de onde é possível curtir a vista panorâmica do vale a 850 metros de altitude.

Vista do Mirante do Belvedere - Gramado

Vista do Mirante do Belvedere

 

Nos outros dias visitamos as atrações mais distantes do centrinho de Gramado. Tentei visitar o Snowland, o parque da neve, mas não consegui. Cheguei lá por volta das 10 da manhã de uma terça-feira e a fila estava quilométrica. Resolvi voltar no final da tarde e não havia nenhuma fila, mas em compensação, ao chegar na bilheteria, fui informado que o tempo de espera para poder entrar na pista de neve era de pelo menos duas horas. Não quis esperar e voltei frustrado, pois esta era uma das atrações que eu estava com mais vontade de conhecer.

Snowland - Parque de Neve, Gramado

Snowland – Parque de Neve

 

Você já visitou Gramado? Qual a sua atração favorita?
Deixe seu comentário no final desta página.

 

O relato dos outros passeios na região pode ser lido nos seguintes posts:
Gramado: Degustação de vinhos na Vinícola Ravanello
Gramado Zoo, o Zoológico com Animais da Fauna Brasileira
Gramado: A visita ao Museu de Cera e ao Museu da Harley
Um dia em Canela: as principais atrações turísticas
Canela: Os bondinhos do Parques da Serra e o Parque do Caracol

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...