O Aeroporto Internacional de Bangkok Suvarnabhumi é o maior aeroporto da Tailândia e a principal porta de entrada de turistas que visitam a cidade. O terminal inaugurado em 2006 é amplo e moderno, atendendo com conforto os quase 50 milhões de passageiros que viajam por ele todos os anos. Neste post mostro como foi a minha passagem pelo aeroporto, com informações do desembarque ao embarque, incluindo uma dica de empresa com a qual fiz um transfer privado até o hotel onde fiquei hospedado.

Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Aeroporto Internacional de Bangkok – Suvarnabhumi

 

A cidade de Bangkok possui dois grandes aeroportos. O maior e principal deles é o Aeroporto Suvarnabhumi, também conhecido como Aeroporto Internacional de Bangkok, que foi o meu local de chegada na Tailândia. Ele está localizado à cerca de 30 km do centro da cidade, é atendido principalmente pelas grandes companhias aéreas internacionais e é o hub de empresas locais como a Thai Airways, Bangkok Airways e Oriental Thai Airlines.

O outro aeroporto de Bangkok é o Aeroporto Internacional Dom Mueang, que também se encontra a cerca de 30 km da região central da cidade e que era o principal da Tailândia até a abertura do Suvarnabhumi. Atualmente ele serve principalmente as companhias aéreas de baixo custo, entre elas a Air Asia, a Nok Air e a Thai Lion Air. Como não visitei o Dom Mueang, não vou poder dar dicas a respeito dele aqui no blog, por isso recomendo o site oficial para quem vai chegar na cidade por este aeroporto.

Não há voos diretos entre o Brasil e a Tailândia. A forma mais rápida de viajar para Bangkok é fazendo uma conexão no Oriente Médio através de companhias como a Etihad Airways, Emirates ou Qatar Airways. Partindo do Brasil ainda há ainda outras opções de conexões pelas companhias aéreas da Europa, África ou América do Norte.

Quem visita a Tailândia pode já estar em alguma outra cidade do Sudeste Asiático e por isso tem como opção viajar pelas companhias aéreas da região, muitas delas das quais nunca ouvimos falar, incluindo estas que citei nos parágrafos acima. Eu viajei para Bangkok partindo de Hong Kong e escolhi a companhia aérea Hong Kong Airlines, cujo relato do voo pode ser lido neste outro post.

Aeroporto deserto e apagado na madrugada

Aeroporto deserto e apagado na madrugada

 

DESEMBARQUE

Meu voo de Hong Kong para Bangkok foi de madrugada e chegou no Aeroporto Suvarnabhumi pouco depois das 02:30h. Neste horário quase não há voos, por isso o terminal estava bem vazio. As lojas estavam fechadas e muitas luzes até apagadas.

Do portão de embarque ao setor de imigração foi preciso caminhar por um longo corredor com o auxílio de esteiras rolantes. No trajeto já foi possível perceber o quanto o aeroporto é bem decorado com flores, estátuas e outros objetos de decoração.

Olhando para as placas de sinalização tive o primeiro contato com a língua tailandesa, que mais parece um desenho rabiscado de criança. O idioma tailandês só é falado na Tailândia e em mais nenhum outro país do mundo, por isso esta viagem foi uma oportunidade única de ter o contato com esta língua tão diferente e agradável aos ouvidos.

Decoração no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Decoração no aeroporto

 

Para entrar na Tailândia, nós brasileiros precisamos ter tomado uma vacina contra febre amarela. É necessário apresentar no primeiro aeroporto de chegada ao país, seja ele em Bangkok ou em qualquer outra cidade, o certificado internacional de vacinação (CIV), que pode ser emitido em qualquer posto da ANVISA aqui no Brasil apresentando a carteirinha de vacinação que comprove que você tomou a dose contra a febre amarela.

Neste aeroporto, a CIV deve obrigatoriamente ser mostrada no posto de controle sanitário (health control), um quiosque que fica no setor de embarque/desembarque, antes mesmo da imigração. As placas de sinalização do aeroporto me ajudaram a encontrar com facilidade a sua localização enquanto eu caminhava pelas esteiras do longo corredor, como pode ser visto nas imagens abaixo. Após a apresentação da CIV e do passaporte, o agente entrega um papel que deve ser mostrado na imigração para comprovar a passagem pelo controle sanitário.

Placa indicando o posto de controle sanitário (health control)

Placa indicando o posto de controle sanitário (health control)

Controle sanitário obrigatório no desembarque do Aeroporto de Bangkok

Controle sanitário obrigatório no desembarque

 

A passagem na imigração foi tão tranquila que eu nem me lembro se o agente me fez alguma pergunta. Nós brasileiros não precisamos de visto para entrar na Tailândia, por isso apenas precisei mostrar meu passaporte, o cartão de imigração que recebi no voo pouco antes de pousar e o papel comprovando a passagem no health control.

Na setor onde se encontram as esteiras para retirada de bagagem há alguns quiosques de casas de câmbio e ali aproveitei para trocar um pouco de dólares pela moeda local, o baht tailandês, para utilizar nas minhas primeiras despesas locais até que eu trocasse mais dinheiro na região central da cidade. Não anotei o valor da cotação, mas lembro que era bem semelhante ao que encontrei depois nas outras casas de câmbio. Geralmente troco pouco dinheiro no aeroporto pois as cotações são sempre ruins, mas neste caso eu poderia até ter trocado um valor maior se soubesse que era quase igual ao câmbio da região central.

Esteira de bagagem no Aeroporto de Bangkok

Esteira de bagagem no Aeroporto de Bangkok

 

TRANSPORTE PARA A CIDADE / TRANSFER PRIVADO

Para ir do aeroporto a cidade há vários meios de transporte disponíveis, entre eles ônibus, táxis, limousines (algo semelhante a um táxi executivo, com veículos maiores ou mais sofisticados) e o trem Airport Rail Link,  que possui uma linha direta do aeroporto à cidade, mas que eu infelizmente não pude pegar pois ele opera das 6:00h à meia-noite e eu cheguei no meio da madrugada. Para mais informações sobre o trem e os outros meios de transporte, recomendo a leitura deste post do blog Turomaquia.

Depois de tanto ler em outros blogs e sites sobre golpes com turistas em Bangkok, fiquei com um certo receio de pegar um táxi comum no aeroporto no meio da madrugada e por isso preferi contratar o serviço de uma empresa que oferece transfer privado aeroporto-hotel-aeroporto. Entre as várias opções que pesquisei, encontrei os melhores preços na Bangkok Airport-Transfer. Esta empresa oferece vários tipos de carro para fazer o translado para o hotel. Não escolhi o mais barato pois estávamos em duas pessoas com duas malas grandes e este veículo econômico era muito pequeno e aconselhado para apenas uma pessoa. Minha opção foi a categoria seguinte, um carro deluxe, ideal para o nosso caso.

Contratei o serviço tanto no sentido aeroporto-hotel quanto no retorno hotel-aeroporto, pois meu voo para a cidade seguinte partia as 06:00h  e eu não iria conseguir chegar no aeroporto de trem neste horário. Cada trecho custou 900 baht, o que equivalia na época da viagem a cerca de 75 reais, sendo assim paguei um total de 1800 baht para o motorista da empresa.

A reserva foi feita diretamente pelo site da Bangkok Airport-Transfer, onde preenchi um formulário com meus dados e as informações dos voos e do hotel. Recebi um e-mail de confirmação com as instruções de como encontrar o motorista na chegada. Ele me aguardou no local informado no saguão de desembarque e eu o encontrei com muita facilidade, pois ele estava segurando uma placa com meu nome. No dia do retorno para o aeroporto, o mesmo motorista me já estava me aguardando no hotel no horário combinado.

Saguão do desembarque no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Saguão do desembarque

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

 

EMBARQUE

Depois de três dias em Bangkok voltei ao aeroporto para pegar meu voo rumo ao próximo destino, Kuala Lumpur, a capital da Malásia. Saí do hotel às 3:30h, no meio da madrugada, e cheguei no terminal pouco depois das 4:00h para fazer o check-in.

O Aeroporto Suvarnabhumi possui um único terminal e o setor de check-in possui várias ilhas identificadas com letras. Para saber a localização da companhia aérea, basta olhar algum dos vários painéis de voos espalhados pelo ambiente.  Fiz o meu check-in na ilha M, onde estão os balcões da Malaysia Airlines.

Área de check-in no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Área de check-in

Painel de voos no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Painel de voos

Balcões de check-in no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Balcões de check-in

 

Com os cartões de embarque em mãos, circulei um pouco pela área de check-in do aeroporto para bater umas fotos e observar a decoração do ambiente, que chama bastante a atenção de quem passa pelo local, com altares religiosos, muitas flores e estátuas gigantes de figuras que fazem parte da cultura tailandesa.

Decoração budista no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Decoração budista na área de check-in

Estátua no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Estátua gigante na área de check-in

 

Após passar pelo setor de controle de passaportes, entrei na área de embarque e encontrei uma outra escultura gigante fantástica, mas infelizmente não sei dizer o real significado dela.

Escultura no Aeroporto Internacional de Bangkok - Suvarnabhumi

Escultura gigante no setor de embarque

 

Como ainda era madrugada, a maioria dos estabelecimentos comerciais estavam fechados, por isso nem passei pelas lojas do duty free. Apenas tomei um café e me dirigi à sala de embarque. No caminho percebi o quanto o aeroporto era grande e confortável e fiquei com aquele sentimento de inveja, pois não temos nada parecido com ele aqui no Brasil.

Painel do voo no Aeroporto de Bangkok Suvarnabhumi

Painel do voo na entrada da sala de embarque

Salas de embarque no Aeroporto de Bangkok Suvarnabhumi

Salas de embarque

 

Meu voo da Malaysia Airlines para Kuala Lumpur, cujo relato será publicado em breve aqui no blog, decolou pouco depois das 06:00h, quando o dia estava amanhecendo. Sentei junto à janela e consegui tirar algumas fotos do aeroporto, como esta do Boeing 747-400 da Thai Airways e da tomada aérea do terminal, que é a imagem do início deste post.

Avião da Thai no Aeroporto de Bangkok

Avião da Thai no Aeroporto de Bangkok

 

Minha passagem pelo Aeroporto de Bangkok Suvarnabhumi foi muito tranquila, achei o terminal moderno, organizado e bem calmo, talvez por ter viajado de madrugada. Se você quiser outras informações sobre o aeroporto além das quais informei aqui no blog, recomendo uma visita ao site oficial, que é bem completo e apresenta muito mais detalhes de toda a sua estrutura e dos procedimentos de viagem.

 

Você já passou por algum Aeroporto de Bangkok? Como foi a sua experiência?
Deixe seu comentário no final deste post!

 

 

Posts Relacionados:
Bangkok: Nas águas do Mercado Flutuante de Damnoen Saduak
Bangkok: O inusitado Mercado do Trem de Maeklong
Como é ficar no luxuoso hotel Mandarin Oriental Bangkok
Aula de Culinária Tailandesa no hotel Mandarin Oriental Bangkok
Como é voar na classe executiva da Hong Kong Airlines
Como é voar na Cathay Pacific para Hong Kong
O Aeroporto de Hong Kong e o Trem para a Cidade

 

 Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...