O Aeroporto Internacional de Hong Kong é um dos maiores aeroportos do mundo e a principal porta de entrada para os turistas que visitam a cidade. Construído numa ilha artificial criada exclusivamente para sediá-lo, possui um terminal gigante e moderno que deixa qualquer viajante impressionado. Neste post mostro como é o aeroporto, com detalhes de como foi minha passagem pelo terminal, do desembarque ao embarque, incluindo informações sobre o trem Airport Express, que vai direto para a cidade em poucos minutos.

Área de check-in do Aeroporto de Hong Kong

Área de check-in do Aeroporto de Hong Kong

 

Em 2014, o Aeroporto de Hong Kong (código HKG) recebeu mais de 64 milhões de passageiros e ficou entre os dez aeroportos mais movimentados do mundo. Em seus dois terminais operam mais de 100 companhias aéreas, que atendem cerca de 180 destinos pelo mundo e registram mais de mil voos diários. As principais companhias locais, que utilizam o aeroporto como hub, são a Cathay Pacific, a Dragonair e a Hong Kong Arilines.

Vista aérea do Aeroporto de Hong Kong

Vista aérea do Aeroporto de Hong Kong (foto: Divulgação, Media Centre HKIA)

 

 

Não há voos do Brasil direto para Hong Kong, por isso quem pretende visitar a cidade precisa fazer uma conexão no meio do caminho, geralmente no Oriente Médio, por meio de companhias como a Emirates, Etihad e Qatar, ou via Europa, pela Air France, British Airways, Alitalia, Lufthansa, entre outras.

Comprei minha viagem para Hong Kong pela Etihad Airways, com conexão em Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes Unidos, porém meu voo inicial que partia de São Paulo foi cancelado por problemas técnicos e acabei sendo remanejado para um voo da Alitalia até Roma, onde fiz conexão e peguei um voo da Cathay Pacific direto para Hong Kong. O relato deste segundo voo pode ser lido no post “Como é voar na Cathay Pacific para Hong Kong“.

Avião da Cathay Pacific no Aeroporto de Hong Kong

Avião da Cathay Pacific no Aeroporto de Hong Kong

 

DESEMBARQUE

Cheguei em Hong Kong numa terça-feira de manhã bem cedo, por volta das 8:00h, ainda meio desnorteado por causa da mudança brusca do fuso horário. Ao desembarcar, tive que percorrer um longo caminho entre o portão de embarque e a esteira de bagagem.

Antes de pegar a mala passei pelo setor de imigração, um local que não pude fotografar. Foi uma entrada bem tranquila, sem perguntas, onde tive que entregar um cartão de controle de imigração com meus dados pessoas que recebi durante o voo pouco tempo antes do pouso. Ao invés do clássico carimbo no passaporte, me deram uma ticket de entrada, um papel quadrado pequeno contendo informações como o número do passaporte, data de chegada e data limite deixar a cidade. Este mesmo papel deve ser devolvido no controle de passaportes da saída.

Corredor de chegada entre o portão de embarque e o terminal

Corredor de chegada entre o portão de embarque e o terminal

Esteira de bagagem no Aeroporto de Hong Kong

Esteira de bagagem no Aeroporto de Hong Kong

 

Ao sair para o saguão do desembarque dá para ter uma noção melhor da imensidão do terminal e de sua organização, sem aquele aperto e aglomeração que costumamos encontrar nos aeroportos aqui do Brasil.

Piso de desembarque do Aeroporto de Hong Kong

Piso de desembarque

Hall do desembarque no Aeroporto de Hong Kong

Hall do desembarque no Aeroporto de Hong Kong

 

O aeroporto é muito bem sinalizado e as placas estão nos idiomas chinês e inglês.

Placas indicativas no desembarque do Aeroporto de Hong Kong

Placas indicativas no desembarque do Aeroporto de Hong Kong

 

A primeira coisa que fiz foi trocar um pouco de dinheiro numa casa de câmbio Travelex, no piso de desembarque, para as minhas primeiras despesas da viagem, até que eu conseguisse trocar uma quantia maior nas casas de câmbio da cidade que oferecem cotações mais vantajosas. Em breve vou publicar um post sobre o assunto, indicando o local onde encontrei a melhor cotação na cidade. Nesta mesma casa de câmbio do aeroporto aproveitei para comprar meu ticket do trem para a cidade, que tem um preço tabelado, evitando as filas da bilheteria.

Casa de câmbio no desembarque com venda de tickets para o trem

Casa de câmbio no desembarque com venda de tickets para o trem

 

TRANSPORTE PARA A CIDADE – TREM AIRPORT EXPRESS

Há várias formas de se deslocar do aeroporto para a cidade, como ônibus, trem, táxis ou  transfers particulares. Os ônibus são a forma mais econômica, ideais para quem não quer gastar muito. Há várias linhas para diferentes regiões da cidade e a lista completa pode ser encontrada neste link.

Minha escolha foi o trem Airport Express, que é a maneira mais rápida e prática de se deslocar do Aeroporto de Hong Kong para o centro da cidade, num trajeto de apenas 24 minutos entre a estação do aeroporto e a estação central Hong Kong Station.

O preço da viagem entre essas duas estações é de 100 dólares de Hong Kong (HK$), mas como comprei o ticket de ida e volta (round trip ticket), tive desconto e paguei HK$ 180,00. Este ticket permite fazer a viagem de retorno ao aeroporto em até 30 dias contando da data da primeira utilização e é válido apenas para o Airport Express, não podendo ser utilizado em outros meios de transporte público.

O trem opera das 5:54h à 0:48h e o valor da viagem pode variar conforme a estação de destino, pois além da estação final há duas intermediárias. A tabela de preços atualizada por ser conferida neste link do site da MTR, a companhia responsável pelas linhas de trem e metrô de Hong Kong.

Ticket de acesso ao trem Airport Express Hong Kong

Ticket de acesso ao trem Airport Express para viagem ida e volta (round trip)

 

Como o preço do ticket é tabelado, aproveitei para comprá-lo na casa de câmbio e assim não precisei enfrentar a longa fila que havia na bilheteria próxima à estação do trem no aeroporto.

Fila para comprar o ticket do trem no balcão de atendimento

Fila para comprar o ticket do trem no balcão de atendimento

 

A poucos metros do desembarque está o acesso à estação do trem, que fica no mesmo piso, sem necessidade de subir/descer escadas ou elevadores, tudo muito rápido e prático.

Acesso do terminal do aeroporto de Hong Kong para a estação do Airport Express

Acesso do terminal do aeroporto de Hong Kong para a estação do Airport Express

 

Na estação uma placa indica o tempo de espera para a chegada do próximo trem e uma proteção de vidro separa a plataforma do trem. O painel mostra o sentido que o trem irá percorrer indicando a ordem das estações até o centro da cidade.

Do aeroporto ao centro, o Airport Express faz apenas três paradas: a primeira na Tsiong Yi Station, de onde é possível fazer uma conexão para as linhas de metrô; a segunda na Kowloon Station, ideal para quem vai se hospedar na Ilha de Kowloon; e a parada final na Hong Kong Station, para quem vai ficar na Ilha de Hong Kong e que possui conexão direta para a estação de metrô Central Station, a principal estação da cidade.

Placa indicando o tempo para a chegada do próximo trem

Placa indicando o tempo para a chegada do próximo trem

Estação do Airport Express no Aeroporto de Hong Kong

Estação do Airport Express no Aeroporto de Hong Kong

 

No interior do trem há um bom espaço para o armazenamento de malas e um indicador luminoso vai acendendo ao longo do percurso, indicando a distância que falta para chegar às estações. Na etapa inicial da viagem o trilho fica ao ar livre e é possível curtir um pouco do visual das ilhas, do mar e dos prédios gigantes. Ao se aproximar da cidade ele torna-se subterrâneo até a chegada à estação Hong Kong.

Trem Airport Express - Hong Kong

Trem Airport Express

Indicador de distância e estações do Airport Express

Indicador de distância e estações do Airport Express

Vista de prédios em Hong Kong durante a viagem do Airport Express para a cidade

Vista de prédios em Hong Kong durante a viagem do Airport Express para a cidade

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

 

Quem viaja no Airport Express tem à disposição, nas estações Kowloon e Hong Kong, algumas linhas de ônibus gratuitos (free shuttle bus) que passam pelos principais hotéis de cada uma das ilhas.  A lista completa de paradas dos ônibus pode ser vista neste link.

Quando saí do trem na Hong Kong Station logo encontrei o sinal indicativo do ônibus gratuito, que pode ser visualizado na foto abaixo, e me dirigi até o balcão para ser encaminhado ao ônibus correto. Eu deveria pegar a linha H2, que faz uma parada no hotel Conrad, onde fiquei hospedado, porém infelizmente neste dia a linha não estava operando devido às manifestações que estavam ocorrendo na cidade, justo na data da minha viagem.

Aviso e balcão do ônibus gratuito da Hong Kong Station para os hotéis

Aviso e balcão do ônibus gratuito da Hong Kong Station para os hotéis

Elevador de acesso às linhas de metrô na Hong Kong Station

Elevador de acesso às linhas de metrô na Hong Kong Station

 

CHECK-IN E EMBARQUE

O Aeroporto de Hong Kong, em parceria com a empresa MTR, oferece nas estações Hong Kong e Kowloon do Airport Express uma facilidade bem bacana e que eu nunca tinha visto, o check-in na cidade (in town check-in), que permite ao passageiro que está indo para o aeroporto fazer o check-in do seu voo antes mesmo de embarcar no trem, a quilômetros de distância do terminal de passageiros. A mala é deixada ali e o passageiro já embarca no trem com seu cartão de embarque do avião em mãos, sem se preocupar em carregar sua bagagem, e ao chegar no aeroporto pode se dirigir direto ao setor de embarque, evitando as possíveis filas que enfrentaria nos balcões de check-in do aeroporto.

Quando fui pro aeroporto preferi fazer o método tradicional, embarquei com  minhas malas no trem Airport Express e fiz o check-in no próprio aeroporto. Não quis fazê-lo na cidade porque fiquei com um certo receio de que as malas poderiam se perder pelo caminho, mas sei que é um medo bobo de quem nunca utilizou o serviço.

Balcões de check-in na cidade na Estação Kowloon - Hong Kong

Balcões de check-in na cidade na Estação Kowloon

 

 

Quando cheguei no aeroporto fiquei impressionado novamente com o tamanho do terminal e da área de check-in. O meu voo partia do terminal 1, que é o maior e principal terminal, onde operam a maioria das companhias aéreas. Algumas outras , incluindo as de baixo custo, como a Air Asia, operam no terminal 2, que é de fácil acesso a partir do terminal 1, pois são interligado e ficam bem próximos um do outro.

O Terminal 1 possui dez grandes ilhas com balcões de check-in, nomeadas com as letras de A a K. No Terminal 2 estão os setores Q, P e N. Há vários mapas espalhados pelo aeroporto indicando a localização dos balcões das companhias aéreas, além dos painéis de voos que também indicam a ilha da companhia aérea e o portão de embarque do voo. Estes painéis mostram as informações tanto em chinês quanto em inglês.

Setores de check-in do Aeroporto de Hong Kong

Setores de check-in

Mapa do aeroporto com painel indicando a localização das companhais aéreas

Mapa do aeroporto com painel indicando a localização das companhais aéreas

Painel de voos no Aeroporto de Hong Kong

Painel de voos

Ilha com balcões de check-in no Aeroporto de Hong Kong

Ilha com balcões de check-in

 

Meu voo de Hong Kong a Bangkok foi pela companhia Hong Kong Airlines, que estava na ilha de check-in H. Foi um procedimento bem rápido, sem filas. Além de mostrar para a atendente a reserva deste voo, tive que mostrar também a reserva do meu voo de saída de Bangkok, que no meu caso era para Kuala Lumpur, na Malásia.

Balcões da Hong Kong Airlines no Aeroporto de Hong Kong

Balcões da Hong Kong Airlines

 

Com o cartão de embarque em mãos, passei pelos procedimentos de rotina, como raio-x e controle de passaportes, para poder entrar na área de embarque, que parece um grande shopping center, com uma praça de alimentação enorme além de dezenas de lojas duty free, mas confesso que não entrei em nenhuma delas, por isso não sei dizer se os preços são atrativos. Minha única parada foi no Pizza Express, um restaurante que estava num ambiente separado da praça de alimentação.

Área de embarque do Aeroporto de Hong Kong

Área de embarque

Praça de alimentação no embarque do Aeroporto de Hong Kong

Praça de alimentação no embarque do Aeroporto de Hong Kong

Lojas duty free na área de embarque do Aeroporto de Hong Kong

Lojas duty free na área de embarque

 

O pier de embarque tem o formato da letra Y e os portões de embarque estão distribuídos por toda a sua extensão. Dependendo do número do portão, pode ser uma longa caminhada, mas pelo menos há muitas esteiras para ajudar no deslocamento.

Placa indicando o acesso aos portões de embarque

Placa indicando o acesso aos portões de embarque

Salas de embarque no Aeroporto de Hong Kong

Salas de embarque

Acesso aos portões de embarque no Aeroporto de Hong Kong

Acesso aos portões de embarque

 

Para você ter uma noção do tamanho do terminal, aeroporto possui um trem exclusivo para a área de embarque, que leva os passageiros para os portões de embarque mais distantes.

Trem na área de embarque do Aeroporto de Hong Kong

Estação do trem de acesso aos portões de embarque distantes

Trem de acesso aos portões de embarque distantes no Aeroporto de Hong Kong

Trem de acesso aos portões de embarque distantes

 

Nas escadas rolantes do aeroporto e também nas estações de metrô da cidade, encontrei vários adesivos com um aviso curioso e muito importante: “Não olhe somente para o seu telefone celular”. É um aviso que faz muito sentido, pois é impressionante como o povo de lá não desgruda do telefone celular um segundo sequer, em todos os locais.

Aviso na escada rolante do aeroporto: "Não olhe somente para o seu telefone celular"

Aviso na escada rolante do aeroporto: “Não olhe somente para o seu telefone celular”

 

Meu portão de embarque era o 43 e para chegar nele tive que pegar o trem e depois andar mais algumas esteiras. Meu voo da Hong Kong Airlines decolou no início da madrugada para Bangkok, numa viagem que durou cerca de duas horas e meia. O relato deste voo post de ser lido neste link.

Painel indicando o voo para Bangkok no portão 43

Painel indicando o voo para Bangkok no portão 43

Portão de embarque

Portão de embarque

Painel do voo no portão de embarque

Painel do voo no portão de embarque

Avião da Hong Kong Airlines no Aeroporto de Hong Kong

Avião da Hong Kong Airlines

 

Fiquei fascinado pelo tamanho e organização do Aeroporto de Hong Kong, que sem dúvida foi o melhor aeroporto pelo qual já viajei. E durante as pesquisas para escrever este post descobri que muito em breve ele vai ficar ainda maior, pois a ilha artificial será aumentada para a construção de uma terceira pista e de um novo terminal semelhante ao atual. Primeiro mundo é outra coisa, não é mesmo?

 

 

Você já passou pelo Aeroporto de Hong Kong e usou o Airport Express? Como foi a sua experiência?
Deixe seu comentário no final desta página.

 

 

Posts Relacionados:
Hong Kong: O mirante sky100 no prédio mais alto da cidade
Hong Kong: Montanhas-russas e Pandas no Ocean Park
Como é ficar hospedado no hotel Conrad Hong Kong
Como é voar na classe executiva da Hong Kong Airlines
Como é voar na Cathay Pacific para Hong Kong
O Aeroporto de Abu Dhabi e o que fazer numa conexão longa
Como é voar na Classe Executiva da Etihad para Abu Dhabi e Cingapura
Como é o novo Terminal 3 do Aeroporto de Guarulhos – GRU Airport

 

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...