Quando estive em Bangkok fiquei hospedado no hotel Mandarin Oriental, considerado um dos mais luxuosos da Tailândia. Localizado às margens do principal rio da cidade, ele já ganhou diversos prêmios internacionais, entre os quais o de “Melhor Hotel de Cidade da Ásia” e um dos 20 melhores do mundo pela conceituada revista Travel+Leisure, em 2009. Neste post apresento um relato de como foi a minha estadia no hotel, abordando aspectos como gastronomia, lazer, serviços e comodidades.

Hotel Mandarin Oriental Bangkok

Hotel Mandarin Oriental Bangkok

 

A rede Mandarin Oriental possui mais de 25 unidades em cidades da Ásia, Europa e da América do Norte. Seus hotéis são reconhecidos internacionalmente pela luxo e requinte de suas instalações. Entre as características marcantes da rede estão o atendimento de alto nível e uma decoração moderna e diversificada, o que pode ser notado nesta unidade de Bangkok logo que chegamos na recepção, repleta de sofás, luminárias, esculturas e muitas flores.

Recepção do hotel Mandarin Oriental Bangkok

Hall de entrada do hotel

Escultura na recepção

Escultura na recepção

 

O Mandarin Oriental Bangkok possui instalações nas duas margens do rio Chao Phraya. De um lado ficam os dois edifícios principais, que podem ser vistos na foto inicial do post, e do outro lado encontram-se áreas de lazer, serviços e alimentação, como o The Oriental SPA, a escola de culinária, quadras esportivas, sauna, academia e o restaurante Sala Rin Naam, que é a casa típica da imagem abaixo.

Mandarin Oriental Bangkok

Instalações do hotel no outro lado do rio

 

O transporte dos hóspedes entre as duas áreas do hotel é feito por um barquinho exclusivo, identificado pela bandeira amarela com a marca do Mandarin Oriental, que fica circulando o dia inteiro de um lado do rio para o outro, numa travessia bem rápida, com intervalo de poucos minutos entre uma partida e outra devido à curta distância.

Mandarin Oriental Bangkok

Barco de transporte do hotel

 

Este barquinho também transporta os hóspedes de forma gratuita até a estação central do sistema de transporte público de barcos da cidade, que fica a cerca de 500 metros do hotel. Neste mesmo local fica a estação Taksin do Skytrain, o metrô de superfície de Bangkok. A partir destas duas estações, a do barco e a do trem, é possível alcançar com mais facilidade muitos dos pontos turísticos da cidade, como os templos e os centros comerciais.

Mandarin Oriental Bangkok

Barco de transporte do hotel e prédios modernos próximos ao rio

 

O hotel possui um total de 339 quartos, a maior parte deles com vista para o rio de Bangkok, além de outras 35 suítes. As tarifas custam a partir 11.950 bahts (aprox. R$ 1.150,00) por dia, valor que já inclui café da manhã, wi-fi gratuito no quarto e em todas as áreas comuns, além de muitas outras comidades. As reservas podem ser feitas diretamente no site do Mandarin Oriental Bangkok, na página do hotel no Booking.com ou outros sites de reservas, além de agências de viagens.

Fiquei hospedado num quarto Deluxe, um ambiente espaçoso com 40 m² que além de uma cama grande e confortável ainda tinha um poltrona, mesa para trabalho e um amplo armário com local para guardar malas grandes. Com uma decoração requintada, o quarto ainda tinha vasos de flores e oferecia diversos mimos, como garrafinhas de água, frutas frescas com reposição diária e até um bloco de notas com folhas personalizadas e timbradas em dourado com o nome de cada hóspede.

Quarto Deluxe - Mandarin Oriental Bangkok

Quarto Deluxe

Quarto Deluxe - Mandarin Oriental Bangkok

Quarto Deluxe

Quarto Deluxe - Mandarin Oriental Bangkok

Quarto Deluxe

 

O banheiro era bem amplo, com pia dupla, banheira de hidromassagem separada do chuveiro, amenities exclusivos da rede de hotéis Mandarin Oriental e uma decoração também com flores.

Mandarin Oriental Bangkok

Banheira

Mandarin Oriental Bangkok

Amenities

 

O janelão do quarto tinha uma vista privilegiada para o rio Chao Phraya, daquelas que você tem vontade de ficar admirando o tempo todo.

Mandarin Oriental Bangkok

Vista do quarto para o rio Chao Phraya

 

Ao lado do prédio principal do Mandarin Oriental Bangkok há um belo jardim junto ao edifício histórico do antigo The Oriental Hotel, considerado o primeiro hotel da Tailândia e que foi inaugurado há mais de um século, no ano de 1879. Ele ainda preserva a fachada original restaurada e nele estão algumas das suítes mais caras e exclusivas do hotel, conhecidas como author’s suites.

Mandarin Oriental Bangkok

Edifício do antigo The Oriental

 

Neste edifício histórico há uma pequena galeria que pode ser visitada por qualquer hóspede, com diversos murais que contam a história do hotel mostrando como foi a sua evolução ao longo do tempo, além de outros fatos e curiosidades do hotel e da cidade de Bangkok.

Um dos quadros da galeria relaciona a extensa lista de personalidades mundiais que já se hospedaram no local, que inclui nomes como a princesa Diana e o príncipe Charles, os ex-presidentes norte americanos George W. Bush e Richard Nixon, as atrizes Sophia Loren e Audrey Hepburn, os cantores Mick Jagger e Michael Jackson, entre muitos outros famosos, incluindo até o jogador de futebol Pelé.

Galeria com a história do hotel

Galeria com a história do hotel

Mural com a história do hotel

Evolução do hotel com o passar dos anos

 

O café da manhã do Mandarin Oriental Bangkok acontece num grande espaço coberto às margens do rio Chao Phraya e oferece várias ilhas de buffet com uma excelente variedade de alimentos, que vão do estilo oriental, que inclui até arroz e batatas, ao café da manhã tradicional estilo americano ao qual estamos acostumados.

Se eu tivesse que colocar foto de tudo o que é oferecido, este post ficaria gigante, por isso selecionei apenas algumas poucas. No buffet há muitos tipos de pães, frutas típicas, geleias caseiras, bolos, frios e muitos pratos preparados na hora ao gosto do hóspede.

Espaço do café da manhã às margens do rio

Espaço do café da manhã às margens do rio

Café da manhã do hotel Mandarin Oriental Bangkok

Café da manhã

Café da manhã do hotel Mandarin Oriental Bangkok

Café da manhã oriental

Café da manhã do hotel Mandarin Oriental Bangkok

Café da manhã com frutas tícpicas

Café da manhã do hotel Mandarin Oriental Bangkok

Café da manhã com doces e bolos

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

O hotel possui duas piscinas, uma grande com várias espreguiçadeiras e outra menor e mais reservada. Infelizmente não tive tempo de curti-las, pois fiquei apenas três dias na cidade e o meu roteiro quase não tinha tempo livre.

Piscina do hotel Mandarin Oriental Bangkok

Piscina maior

Piscina do hotel Mandarin Oriental Bangkok

Piscina menor

 

Entre os vários atrativos oferecidos pelo hotel, tive a oportunidade de frequentar uma aula da “The Oriental Thai Cooking School”, uma escola de culinária que ensina a preparar pratos típicos da culinária tailandesa. Ela acontece no período da manhã e é conduzida pelo chef Narain, que ensina a preparar uma entrada, uma salada, um prato principal e uma sobremesa. Ao final, os alunos são convidados a almoçar os pratos que eles mesmos prepararam. É uma experiência interessante e saborosa, que eu relatei em detalhes no post “Aula de Culinária Tailandesa no hotel Mandarin Oriental Bangkok“.

The Oriental Thai Cooking School - Mandarin Oriental Bangkok

Sala de aula

The Oriental Thai Cooking School - Mandarin Oriental Bangkok

Ensinando as diferenças entre as pimentas

 

O atendimento do hotel é cheio de boas surpresas. Numa das tardes cheguei no meu quarto e encontrei de presente uma caixinha de macaroons e também um prato com uma sobremesa típica da Tailândia, composta de mangas e arroz doce.

Macaroons e sobremesa típica da Tailândia

Macaroons e sobremesa típica da Tailândia

 

O Mandarin Oriental Bangkok possui sete restaurantes, além de bares, cafés e locais para tomar um chá. Na minha última noite tive a oportunidade de jantar à convite do hotel no restaurante Sala Rim Naam, especializado na culinária local. Ele possui uma decoração toda especial e apresenta todas as noites um show artístico com musicas, danças e encenações típicas da cultura tailandesa. Este restaurante está localizado no outro lado do rio e para chegar lá tive que pegar o barquinho, que à noite recebe uma iluminação especial.

Restaurante Sala Rim Naam - Mandarin Oriental Bangkok

Apresentação musical no restaurante Sala Rim Naam

Restaurante Sala Rim Naam - Mandarin Oriental Bangkok

Apresentação de dança no restaurante Sala Rim Naam

Restaurante Sala Rim Naam - Mandarin Oriental Bangkok

Apresentação de dança no restaurante Sala Rim Naam

Restaurante Sala Rim Naam - Mandarin Oriental Bangkok

Apresentação de dança no restaurante Sala Rim Naam

 

A hospedagem no hotel Mandarin Oriental Bangkok foi muito agradável. O que mais me surpreendeu, além do conforto e das comodidades, foi a hospitalidade dos funcionários, sempre dispostos a atender qualquer solicitação e fazendo de tudo para deixar os hóspedes bem à vontade. Essa é uma característica bem marcante da rede e que eu pude notar novamente no outro hotel Mandarin Oriental onde fiquei hospedado, em Kuala Lumpur, a capital da Malásia, cujo relato da hospedagem será publicado em breve num outro post aqui no blog.

Mandarin Oriental Bangkok

Hotel à noite e o barco iluminado

* O blog hospedou-se com desconto oferecido
pelo MO Bangkok e com o apoio da XMART.

 

Mandarin Oriental, Bangkok
48 Oriental Avenue
Bangkok – Tailândia
Site oficial: mandarinoriental.com/bangkok

 

Você já ficou neste hotel ou em algum outro da rede Mandarin Oriental? Como foi a sua experiência?
Deixe seu comentário no final deste post!

 

Posts Relacionados:
Bangkok: Nas águas do Mercado Flutuante de Damnoen Saduak
Bangkok: O inusitado Mercado do Trem de Maeklong
Aula de Culinária Tailandesa no hotel Mandarin Oriental Bangkok
O Aeroporto de Bangkok Suvarnabhumi e Transfer para o Hotel
Como é voar na classe executiva da Hong Kong Airlines
Hong Kong: Montanhas-russas e Pandas no Ocean Park
Hong Kong: O mirante sky100 no prédio mais alto da cidade

 

 

 Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...