Na minha visita a Lisboa, fiz alguns passeio por conta própria e visitei outros locais com um guia privado. Como eu fiquei poucos dias na cidade, optei por contratar o serviço de um guia para visitar algumas atrações nos arredores da cidade de uma maneira mais prática e confortável, combinando diferentes cidades em um único dia, facilitando os deslocamentos e otimizando meu tempo. Neste post falo sobre os serviços da agência Walkborder e mostro quais foram os passeios que eu fiz com um guia particular.

Guia privado em Lisboa - Walkborder Tours

Guia Hugo, o dono da Walkborder Tours

 

Este artigo faz parte de uma série de posts sobre Lisboa
Clique aqui para acessar o índice com todas as dicas da cidade

 

Quando planejei meu roteiro de quatro dias em Lisboa, escolhi fazer alguns passeios nos arredores da cidade. Para não perder tanto tempo nos deslocamentos e para conseguir visitar o maior número de atrações no mesmo dia de uma maneira mais fácil, optei por contratar o serviço de um guia privado. Procurando no Google e TripAdvisor, encontrei a agência Walkborder e simpatizei com as informações do site e com alguns passeios oferecidos.

Entrei em contato com o Hugo, o proprietário da empresa, através do e-mail [email protected]. Primeiro solicitei informações sobre os passeios que eu tinha interesse e depois trocamos algumas mensagens acertando os detalhes como preço, data, horário e roteiro dos tours.

A Walkborder oferece diversos tipos de passeios em Lisboa e seus arredores, além de outras cidades de Portugal, como Coimbra, Évora e a cidade do Porto. Há passeios que duram meio período e outros que duram um dia inteiro. Além disso ela também oferece o serviço de transfer para fazer o deslocamento aeroporto-hotel-aeroporto.

O preço dos passeios varia conforme o número de pessoas e o roteiro escolhido. Cada um dos que eu fiz custou cerca de 90 euros por pessoa, mas para grupos maiores, com seis ou sete pessoas, o preço pode baixar para algo em torno de 50/55 euros por pessoa. O pagamento é feito apenas ao final do passeio, podendo ser em dinheiro, cartão ou Paypal, sem a necessidade de pagar parte do valor de forma antecipada. No caso da contratação de dois dias inteiros de passeio, a agência oferece de cortesia os transfers de ida e volta entre o hotel e o aeroporto.

Nos tours estão incluídos um “menu degustação”, que consiste em provar algum doce ou bebida típica, de acordo com o destino escolhido. Não estão incluídos os ingressos das atrações que serão visitadas e nem os almoços. A escolha dos restaurantes é feita de acordo com a vontade do cliente.

Os passeios são totalmente particulares, sem a companhia de pessoas desconhecidas, e realizados com guias formados na área e totalmente preparados para a função. O modelo de veículo utilizado pela agência é o Classe V da Mercedes Benz, uma mini van extremamente confortável, segura e tecnológica. Durante os tours, os guias disponibilizam no interior do veículo garrafinhas de água e também o sinal de internet wi-fi.

Guia privado em Lisboa - Walkborder Tours

Carro espaçoso e confortável nos passeios privados

 

Eu fiz dois passeios com a Walkborder. O primeiro deles aconteceu no meu terceiro dia em Lisboa, quando fiz um tour de um dia inteiro com a agência. O roteiro deste passeio, que durou cerca de oito horas, passou por algumas atrações de Sintra e Cascais, dois municípios nos arredores da capital portuguesa. Neste dia o nosso guia foi o Luiz, um dos parceiros do Hugo no atendimento aos clientes da agência.

Guia privado em Lisboa - Walkborder Tours

Guia Luiz, no passeio a Sintra e Cascais

 

O primeiro local visitado neste tour foi o Palácio Nacional de Queluz, localizado a cerca de 13 km da região central de Lisboa. Este belo palácio, construído em 1747, era uma das residências de verão da Família Real Portuguesa e já foi lar do imperador Dom Pedro III antes de sua vinda ao Brasil, em 1807.

Veja o relato desta visita no post “Lisboa: A visita ao Palácio Nacional de Queluz“.

Palácio Nacional de Queluz - Portugal

Palácio Nacional de Queluz

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as nas redes sociais utilizando os botões no canto esquerdo da tela
ou, caso esteja no celular, utilize a barra inferior para enviar também pelo whatsapp

 

Depois visitamos o centrinho histórico de Sintra, onde comemos o famoso doce travesseiro no restaurante “Periquita” e tomamos a tradicional ginginha, uma bebida alcoólica muito popular em Portugal.

Em seguida fomos conhecer o grandioso Palácio Nacional da Pena, um dos monumentos mais visitados de Portugal, que está localizado no alto da serra de Sintra. Este edifício era um antigo mosteiro que foi transformado num Palácio Real da coroa portuguesa. Ele mistura diferentes estilos arquitetônicos, como o romântico e o manuelino, possui uma fachada bem colorida e seus ambientes preservam as mobílias e as decorações de antigamente.

Saiba como foi este passeio no post “Lisboa: Um passeio em Sintra e o Palácio da Pena“.

Palácio da Pena - Sintra, Portugal

Palácio da Pena – Sintra

 

Depois de uma parada para o almoço, num restaurante sugerido pelo guia, visitamos o Cabo da Roca, um grande penhasco considerado o ponto mais ocidental da Europa continental. Na continuação, fizemos um passeio pela costa de Cascais e Estoril e retornamos a Lisboa no final da tarde.

Esta etapa final do tour está relatada no post “Lisboa: A visita ao Cabo da Roca e a orla de Cascais“.

Cabo da Roca - Portugal

Cabo da Roca

 

No dia seguinte, fiz mais um tour com a Walkborder, desta vez com o Hugo, o proprietário da agência. Nosso destino foi o Santuário de Nossa Senhora de Fátima, localizado a cerca de 120 km de Lisboa.

Esta visita a Fátima foi um tour de meio período, durou em torno de cinco horas. Eu até poderia ter combinado a visita ao santuário com outras cidades pelo caminho num tour de um dia inteiro, mas optei por fazê-lo apenas no período da manhã, pois ainda queria conhecer outras atrações na cidade de Lisboa na parte da tarde.

Veja os detalhes deste passeio no post “A visita ao Santuário de Fátima, em Portugal“.

Santuário de Fátima - Portugal

Santuário de Fátima

 

Se você está planejando uma viagem a Portugal e pretende realizar passeios privados com alguma agência ou guia, recomendo os serviços do guia Hugo e de sua agência Walkborder. O que mais me chamou atenção foi a gentileza no atendimento, a cordialidade e a simpatia dos guias, que nos deixavam bem à vontade. Isto sem falar nos veículos extremamente confortáveis e na quantidade de informações interessantes que recebemos durante os passeios.

Para mais informações sobre a agência e os tours oferecidos, visite o site tours.com.pt.

Ponte 25 de Abril - Lisboa, Portugal

Retornando a Lisboa depois de um dia de passeios

 

 

Posts Relacionados:
Como é voar na TAP para Lisboa e Paris
Dica de hotel boutique em Lisboa: Porto Bay Liberdade
Um café na única fábrica dos Pastéis de Belém, em Lisboa
 Aeroporto de Lisboa e transporte para a cidade
Como é voar na TAP para Lisboa e Paris

 

Índice de posts com todas as dicas de Lisboa

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...