O deserto do Atacama é considerado o deserto mais seco e mais alto do mundo e está localizado na região norte do Chile. É um destino turístico cada vez mais em evidência e que surpreende qualquer visitante com cenários incríveis e bem diversificados, que incluem vulcões, montanhas, formações rochosas peculiares, lagoas salgadas, lagos coloridos, flamingos, salares, gêiseres e locais tão áridos e sem vida que remetem a outro planeta.

Neste post vou apresentar uma série de dicas para você visitar o deserto do Atacama, mostrando quais são os principais passeios e abordando assuntos como onde ficar, onde comer, como é o clima, quando ir, o que levar, como chegar, entre outras informações. Também apresento uma sugestão de roteiro de cinco dias para que você possa utilizá-lo como base para montar o roteiro da sua viagem.

 

Vale da Lua - San Pedro de Atacama, Chile

Vale da Lua – Deserto do Atacama

 

Este artigo faz parte de uma série de posts sobre o Chile
Clique aqui para acessar o índice com todas as dicas do Atacama e Santiago

 

Veja também:
Roteiro de 3 dias em Santiago do Chile
Roteiro de 4 dias em Buenos Aires
Roteiro de 4 dias em Mendoza
Roteiro de 4 dias em Montevidéu

 

⇒ DICAS BÁSICAS ⇐

 

COMO CHEGAR

O deserto do Atacama está localizado na região norte do Chile, a cerca de 1.700 km da capital Santiago. O pequeno povoado de San Pedro de Atacama é a cidade base para realizar os seus passeios, pois é lá que ficam os hotéis, as agências, os restaurantes e o comércio da região.

A forma mais comum de se chegar ao Atacama é de avião partindo de Santiago. Há vários voos diários entre o Aeroporto de Santiago e o Aeroporto de Calama, que é o terminal mais próximo de San Pedro de Atacama. A distância entre o povoado e o aeroporto é de aproximadamente 100 km e para realizar este trajeto diversas empresas oferecem o serviço de transfer. Para saber mais sobre o aeroporto e pegar uma dica de empresa para realizar o translado, leia o post “Como chegar no Atacama: o Aeroporto de Calama e transfer“.

Os voos entre Santiago e Calama são operados atualmente pelas companhias Latam, Sky Airline e JetSmart. Na minha viagem ao Atacama eu voei com a Sky Airline, que além de voar para Calama também voa para vários outros destinos do Chile. Minha experiência com a companhia aérea está relatada no post “Como é voar com a Sky Airline para o Atacama“.

 

ONDE FICAR

Como falei anteriormente, San Pedro de Atacama é a cidade base para visitar o deserto e o melhor local para ficar hospedado é no centrinho do povoado, de preferência próximo à rua Caracoles, a principal via gastronômica e de comércio da região.

No post “Onde ficar no Atacama: Dicas de Hotéis” você encontra diversas opções de hospedagem em San Pedro de Atacama separadas por categoria e faixas de preço, com sugestões de hostels, hotéis econômicos, hotéis mais sofisticados e resorts de luxo. Se preferir, clique neste link para ver as opções de hospedagem diretamente no site Booking.

 

Rua Caracoles - San Pedro de Atacama, Chile

Rua Caracoles – San Pedro de Atacama

 

ONDE COMER

Por ser uma cidade bem turística, San Pedro de Atacama apresenta uma grande quantidade de restaurantes nos mais variados estilos e preços. Eles estão concentrados principalmente na rua Caracoles e suas ruas próximas.

Nos restaurantes mais simples e econômicos, o menu do dia pode sair por cerca de 30 a 40 reais. Mas se você quer comer algo mais elaborado, prepare-se para gastar bastante. Uma simples refeição com prato principal e bebida num bom restaurante pode custar até 100 reais por pessoa.

De todos que eu conheci, meus preferidos foram os restaurantes La Estaka e La Casona, ambos na rua Caracoles. Para ver mais detalhes sobre estes e outros restaurantes, incluindo fotos das comidas e preço dos pratos, leia o post “Onde comer no Atacama: Dicas de Restaurantes“.

 

ONDE FAZER CÂMBIO

A moeda no Atacama é o peso chileno. Você pode comprá-lo nas casas de câmbio da rua Toconao, em San Pedro de Atacama, ou em Santiago, caso a visite a capital antes de ir para o deserto. No post “Onde fazer Câmbio no Atacama e qual moeda levar” eu mostro as todas possibilidades de se obter a moeda chilena e apresento as cotações que eu encontrei na época da minha viagem.

 

SEGURO VIAGEM

Na sua viagem ao Atacama é importante que você faça um seguro viagem para viajar tranquilo. Em parceria com a SegurosPromo, o blog oferece um desconto na compra do seu seguro de viagem. Ganhe 5% de desconto na sua compra inserindo o código promocional MEUSROTEIROS5 no campo indicado da tela de pagamento. Você pode pagar o seguro em até 12x no cartão, mas se preferir pagar no boleto, ganha na hora mais 5% de desconto.

 

Casas de Câmbio na rua Toconao - San Pedro de Atacama, Chile

Casas de Câmbio na rua Toconao

 

CLIMA / QUANDO IR

O clima no Atacama é bem típico de regiões desérticas, com notável amplitude térmica, isto é, uma grande variação de temperaturas ao longo do dia, com dias quentes e noites geladas.

O destino pode ser visitado em qualquer época do ano, mas há alguns períodos em que o clima pode ser mais propício, deixando os passeios mais agradáveis, não tão quentes ou não tão gelados. De modo geral, o clima se comporta da seguinte maneira em cada estação do ano:

Verão – De dezembro a fevereiro, as temperaturas médias podem variar de 10ºC a 25ºC. Algumas tardes podem ser extremamente quentes. Nesta época pode chover na região. Outro fator que pode atrapalhar os passeios é o chamado “inverno altiplânico”, que faz nevar em alguns pontos em pleno verão. Passeios podem ser cancelados, remanejados ou substituídos em função do clima.

Outono – É a melhor época para visitar o deserto. Os meses de março a maio oferecem clima ameno, tipico de meia estação, com temperaturas médias entre 7ºC e 20ºC. Nas tardes o calor não é intenso e à noite faz um frio mais moderado.

Inverno – De junho a agosto o frio é intenso na região do Atacama, com temperaturas mínimas em torno de zero grau ou negativas e máximas na casa dos 18ºC. As tardes são agradáveis, mas as noites são extremamente geladas. O excesso de neve na Cordilheira pode bloquear estradas e impedir a realização de alguns passeios.

Primavera – Outra boa época para visitar o deserto, com clima de meia estação. Nos meses de setembro a novembro as temperaturas médias variar de 6ºC a 20ºC e, assim como o outono, as tardes tem um calor moderado e à noite o frio é ameno.

 

Lagunas Altiplânicas - Deserto do Atacama, Chile

Salar de Águas Calientes y Piedras Rojas

 

O QUE LEVAR

Fazer a mala para visitar o Atacama é uma tarefa um pouco complicada. Dependendo da estação, é preciso levar roupas mais roupas leves ou roupas mais pesadas. De modo geral, você vai encontrar frio nos passeios que se iniciam de manhã cedo e calor nos passeios realizados à tarde, pois isso vai precisar levar roupas para as duas ocasiões.

Na minha viagem, realizada no mês de março, bem na transição entre o verão e o outono, num dia eu estava caminhando com bermuda e camiseta no Vale da Lua e dois dias depois eu estava usando duas calças, duas blusas e jaqueta no início da visita ao Geiser el Tatio.

Em alguns passeios, geralmente aqueles realizados no período da manhã, você vai se vestir seguindo o “efeito cebola”, começando o dia com muitas camadas de roupas e, conforme o tempo vai esquentando, você vai tirando as peças mais pesadas.

Alguns itens não podem faltar na sua mala, como uma jaqueta corta vento (que pode ser útil mesmo no verão), calçados confortáveis (se tiver calçado de trekking é melhor ainda em alguns passeios), luva e gorro. Você também não pode esquecer do protetor solar, item indispensável em qualquer passeio, para proteger-se do sol intenso do deserto.

 

ALTITUDE

A altitude em San Pedro de Atacama é de 2.400 metros, a mesma encontrada em alguns passeios como o Vale da Lua, a Laguna Cejar, as Lagoas Escondidas e o Salar do Atacama. Neste nível você não chega a sentir nenhum efeito colateral relacionado à altitude.

Alguns passeios clássicos alcançam altitudes muito elevadas, acima de 4.200 metros, como no caso do Geiser El tatio, do Salar de Tara e das Lagunas Altiplânicas. Nestes casos, há uma grande variação de altitude em pouco tempo, pois você vai de 2.400m a 4.200m em menos de uma hora.

Nos passeios de altitude, o ar é mais rarefeito, com níveis mais baixos de oxigênio, por isso é bem provável que você sofra algum sintoma do “mal de altitude”, que são efeitos colaterais em nosso organismo relacionados às altitudes elevadas. Os principais sintomas são dores de cabeça, tontura e enjoo. Em alguns casos pode até rolar vômitos ou piriri. A altitude também dificulta a realização de atividades físicas, por isso pode faltar fôlego numa simples caminhada.

Para combater esses efeitos colaterais, é importante sempre ter na mochila ou bolsa alguns remédios para amenizar os sintomas, como remédios para dor de cabeça ou enjoo. Nos mercadinhos de San Pedro de Atacama você encontra folhas de coca, uma planta que pode ser mascada ou utilizada para fazer um chá que ajuda a amenizar os sintomas do mal de altitude. Também há balinhas para chupar, feitas a partir das folhas de coca.

 

Salar de Tara - San Pedro de Atacama, Chile

Salar de Tara

 

QUANTOS DIAS FICAR

Não compensa visitar o deserto de Atacama por apenas um ou dois dias, pois é pouco tempo para um destino tão distante e tão cheio de opções. Em três ou quatro dias você consegue fazer os passeios mais clássicos. Se ficar de cinco a sete dias, pode acrescentar ao seu roteiro alguns passeios mais alternativos. E se você tiver mais de uma semana disponível, divida seu tempo com uma visita a Santiago ou ao Salar de Uyuni, na Bolívia.

 

COMO MONTAR O SEU ROTEIRO

Não há um roteiro ideal para visitar o Atacama. Tudo vai depender do tempo que você tem disponível para realizar os seus passeios e também da sua disposição ou curiosidade em conhecer determinados locais.

Alguns passeios são considerados clássicos e imperdíveis, como o Vale da Lua, o Geiser el Tatio, as Lagunas Altiplanicas, o Salar de Tara e o Tour Astronômico. Mas além desses, há diversos outros locais para você explorar na região. É importante que você faça uma pesquisa sobre os passeios, lendo relatos e vendo fotos, para saber se quais você acha interessante e que poderiam estar no seu roteiro.

 

ESCOLHER UMA AGÊNCIA

Para fazer os passeios no Atacama você vai precisar de uma agência de turismo local. Você tem a opção de reservar os passeios com antecedência, entrando em contato com as agências antes de sua viagem, ou deixar para escolher seus passeios quando chegar no destino. Há diversas agências de viagem no centrinho de San Pedro de Atacama, principalmente na rua Caracoles.

Na minha viagem eu realizei todos os meus passeios com a agência Araya Atacama, reservando-os de forma antecipada. Eu tinha cinco dias inteiros para explorar a região, então escolhi os passeios que eu tinha interesse, enviei para a agência e ela ordenou eles de acordo com a sua disponibilidade.

A Araya é uma agência voltada ao público brasileiro e oferece um serviço de qualidade, com guias cordiais e bem treinados. Alguns passeios da agência incluem um coquetel com comidinhas e vinho, enquanto outros incluem café da manhã e/ou almoço.

Veja o relato completo da minha experiência com a Araya no post “Dica de agência para fazer passeios no Atacama“.

Se você não quer contratar uma agência e prefere fazer os passeios por conta própria alugando um carro, algo que não é muito comum por lá, recomendo fazer a reserva pelo portal RentCars.com, que garante o melhor preço na sua locação, oferece atendimento em português, faz a cobrança em reais e sem taxa de IOF, permite parcelar em até 12x no cartão e dá 5% de desconto na locação se o pagamento for no boleto. A retirada do carro por ser feita no Aeroporto de Calama ou em San Pedro de Atacama.

Geiser El Tatio - San Pedro de Atacama, Chile

Café da manhã da Araya no Geiser el Tatio

 

 

⇒ ROTEIRO DE 5 DIAS ⇐

A seguir apresento o meu roteiro de cinco dias no Atacama, mostrando todos os passeios que eu realizei no deserto e indicando links que te levam a outros posts com relatos mais completos sobre cada um dos passeios.

Nestes cinco dias do roteiro eu não estou considerando os dias de chegada e partida. São cinco dias preenchidos por completo com nove passeios, sendo seis deles de meio período, realizados de manhã ou à tarde, dois passeios considerados de um dia inteiro, além de um passeio noturno.

O roteiro contém todos os tours mais clássicos e inclui também alguns passeios mais alternativos. Ao final ainda relaciono alguns outros passeios que eu não fiz, mas que também são opções para considerar.

Mesmo que sua visita ao Atacama seja de apenas 3 ou 4 dias, você pode utilizar este roteiro como base para escolher os passeios da sua viagem.

 

 

DIA 1

 

– Termas de Puritama

A visita às Termas de Puritama é um passeio bem tranquilo no Atacama, onde você pode tomar banho de águas termais num conjunto de oito piscinas bem quentinhas e relaxar curtindo a natureza e o belo cenário ao seu redor.

Realizado em meio período, de manhã ou à tarde, este não é um dos passeios mais procurados, mas pode ser uma opção caso você fique bastante tempo por lá ou se for um fã de águas termais. Eu inclui no meu roteiro porque eu tinha bastante tempo, mas se eu tivesse ficado menos dias no Atacama, talvez ele teria sido cortado da lista.

Eu queria ter feito ele mais pro final da viagem, mas minha agência acabou colocando-o logo na manhã do meu primeiro dia. No fim acabou sendo uma boa, pois assim consegui descansar da longa viagem no dia anterior. Gostei bastante das termas, é bem relaxante e agradável.

Saiba mais sobre este passeio no post “Atacama: As águas termais das Termas de Puritama“.

Termas de Puritama - San Pedro de Atacama, Chile

Termas de Puritama

 

– Vale da Lua

A visita ao Vale da Lua e Vale da Morte talvez seja o passeio mais clássico e popular do Atacama, item obrigatório no seu roteiro, de preferência logo na primeira tarde, para você começar sua viagem com alguns dos cenários mais característicos do deserto.

Ao longo do tour você vai visitar uma caverna de sal, conhecer formações rochosas e caminhar por montanhas e dunas muito altas, um visual único que remete à superfície da lua ou ao planeta Marte.

O passeio é realizado em meio período, de preferência na parte da tarde, finalizando com um belíssimo por do sol num mirante do Vale da Morte. Prepare-se para caminhar bastante e passar muito calor, pois ele é realizado na parte mais quente do dia.

Veja o relato completo deste tour no post “Atacama: A visita ao Vale da Lua e ao Vale da Morte“.

Vale da Lua - San Pedro de Atacama, Chile

Vale da Lua

 

DIA 2

 

– Lagoas Escondidas de Baltinache

Alguns passeios no Atacama permitem que você tome banho em lagoas salgadas e geladas. Um deles é a visita às Lagunas Escondidas de Baltinache, que eu fiz na minha segunda manhã. Este é um tour realizado em meio período, de manhã ou à tarde, que é relativamente novo e não é oferecido por tantas agências.

As lagoas escondidas são um conjunto de sete pequenas lagoas localizadas numa área remota do deserto, rodeadas por um cenário surpreendente formado por montanhas e muito sal. O banho é permitido em duas destas lagoas. Elas são tão salgadas que você não precisa fazer esforço para boiar. A água é extremamente gelada, o que dificulta bastante a entrada na lagoa, mas depois de alguns segundos você se acostuma com a temperatura. Mesmo que você não queira entrar na água, o visual do lugar já vale a visita e rende fotos lindas.

Outro passeio que permite banho em lagoa de sal é o tour da Laguna Cejar, que você verá mais adiante. Se eu tivesse que indicar apenas um, entre os dois, eu ficaria com as Lagoas Escondidas, pois achei o cenário mais diferente e interessante.

Veja todas as imagens e dicas para realizar este passeio no post “Atacama: Um banho nas Lagoas Escondidas de Baltinache“.

Lagoas Escondidas de Baltinache - San Pedro de Atacama, Chile

Lagoas Escondidas de Baltinache

 

– Tour do Vinho e Salar do Atacama

Na segunda tarde eu visitei uma vinícola e conheci o Salar do Atacama no mesmo passeio. Este tour de meio período não está entre os mais interessantes. De todos que eu realizei, foi o que eu gostei menos.

O passeio começa com a visita a uma pequena vinícola familiar, no povoado de Toconao, que inclui degustação de vinhos e permite conhecer todo o processo de produção da bebida. Depois segue para o Salar do Atacama, uma grande área coberta de sal, com lagoas e flamingos. Muitas agências oferecem a visita ao salar combinada com alguma outra atração, sem ser a visita à vinícola.

Saiba como é este passeio em detalhes no post “Atacama: O Tour do Vinho e o Salar do Atacama“.

Salar do Atacama - San Pedro de Atacama, Chile

Salar do Atacama

 

DIA 3

 

– Lagunas Altiplânicas

O terceiro dia do meu roteiro foi dedicado ao meu passeio preferido, onde encontrei as paisagens mais lindas da viagem. O tour das Lagoas Altiplânicas começa com um café da manhã de frente para uma bela lagoa e ainda visita algumas outras lagoas, cada uma com um cenário diferente e único.

Entre as atrações deste tour está o setor de Pedras Vermelhas (ou Piedras Rojas), que até pouco tempo atrás era uma das paradas, mas que agora só pode ser visto de um mirante, pois está fechado para visitação.

Este é um passeio considerado de um dia inteiro, começa de manhã cedo e termina no meio da tarde. É um dos mais caros, percorre as distâncias mais longas e atinge altitudes muito elevadas, acima de 4.200 metros, mas tudo isso é compensado pelas paisagens incríveis.

Veja o relato completo e todas as fotos no post “Atacama: O melhor passeio nas Lagoas Altiplânicas e Pedras Vermelhas“.

Lagunas Altiplânicas - Deserto do Atacama, Chile

Lagoa Miscanti no tour das Lagoas Altiplânicas

 

– Tour Astronômico

O deserto do Atacama é um dos melhores locais do mundo para observar o céu devido a fatores como altitude elevada, clima seco e noites limpas, sem nuvens. A olho nu você consegue enxergar centenas de estrelas e até a Via Láctea.

Algumas empresas oferecem o chamado tour Astronômico, que consiste em observar o céu com as explicações de um especialista no assunto e o auxílio de equipamentos como pequenos telescópios. O meu tour foi feito com a Astrocoya, que permite tirar uma foto com câmera profissional tendo como fundo o céu estrelado.

O tour astronômico é um passeio barato e surpreendente, não pode faltar em seu roteiro. Por ser realizado à noite, ele não confronta em horários com os outros passeios. Procure fazê-lo logo nas primeiras noites, pois como ele depende das condições climáticas pra acontecer, você terá mais noites para tentar caso o clima não permita na primeira tentativa. No período de lua cheia ele não acontece, pois a luz forte da lua atrapalha a visualização das estrelas.

Saiba mais sobre este passeio no post “Atacama: Céu estrelado no Tour Astronômico da Astrocoya“.

Tour Astronômico - San Pedro de Atacama, Chile

Tour Astronômico

 

DIA 4

 

– Geiser el Tatio

Outro passeio muito interessante e que eu considero obrigatório numa viagem ao Atacama é a visita ao Geiser el Tatio, o único campo de gêiseres da América do Sul, com cerca de 80 buracos no solo que jorram água fervendo a mais de 85 graus, um cenário bem diferente e surpreendente.

O tour começa muito cedo e a chegada ao campo geotérmico começa antes mesmo de o sol nascer. Prepare-se para um frio intenso, pois além da ausência de sol, a altitude de 4.300 metros é outro fator que contribui para que a temperatura no amanhecer seja muito baixa, muitas vezes até negativa.

No Geiser el Tatio há uma piscina de água termal,bem quentinha, onde o banho é permitido. O tour ainda inclui algumas outras paradas antes do retorno a San Pedro de Atacama por volta do meio dia, um horário que te permite fazer algum outro passeio no período da tarde.

O relato completo deste passeio você encontra no post “Atacama: A visita ao impressionante Geiser el Tatio“.

Geiser El Tatio - San Pedro de Atacama, Chile

Gêiser El Tatio

 

– Laguna Cejar

O tour da Lagoa Cejar, realizado em meio período e que eu fiz na tarde do meu quarto dia, é outro passeio no Atacama que permite tomar banho numa lagoa gelada e salgada, assim como o tour das lagoas escondidas.

O banho na lagoa salgada, onde você não precisa fazer nenhum esforço para boiar, acontece na primeira etapa do passeio. Depois o tour ainda inclui outras duas paradas: nos Ojos del Salar, dois grandes buracos que formaram pequenas lagoas de água doce; e a Lagoa Tebinchinque, uma grande lagoa coberta de sal que impressiona pelo seu tamanho.

Como falei anteriormente, eu gostei mais do tour das Lagoas Escondidas de Baltinache, mas isso não significa que o tour da Laguna Cejar seja ruim. Se você fizer apenas este, também terá uma boa experiência e encontrará belas paisagens.

Veja os detalhes deste passeio no post “Atacama: O tour da Laguna Cejar, Ojos del Salar e Lagoa Tebinchique“.

Laguna Cejar - San Pedro de Atacama, Chile

Laguna Cejar

 

DIA 5

 

– Salar de Tara

A visita ao Salar de Tara é outro passeio considerado de um dia inteiro e, assim como o tour das Lagunas Altiplânicas, também é caro, percorre longas distâncias, atinge altitudes na casa dos 4.500 metros e oferece paisagens incríveis e marcantes, bem características do deserto do Atacama.

Ao longo deste passeio acontecem diversas paradas, cada uma com um cenário único e fascinante. Você encontrará vulcões, montanhas com neve, lagoas coloridas, flamingos e formações rochosas surpreendentes, como pedras gigantes e um paredão de rochas.

Saiba mais sobre este passeio no post “Atacama: Os cenários incríveis no tour do Salar de Tara“.

Salar de Tara - San Pedro de Atacama, Chile

Monjes de La Pacana no tour do Salar de Tara

 

Outros passeios:

Como falei anteriormente, uma viagem não é o suficiente para conhecer todas as atrações do deserto. No meu roteiro de 5 dias no Atacama, muitas atrações ficaram de fora. Estes são alguns dos outros passeios que você pode incluir no seu roteiro de viagem caso tenha interesse:

– City-tour em San Pedro de Atacama
– Passeios de bike (veja no Quero Viajar Mais)
– Visita ao Vale do Arco-Íris (veja no Malas e Panelas)
– Tour arqueológico em Pukara Quitor (veja no Seu Mochilão)
– Trekking de Guatin (veja no Um Viajante)
– Trekking no Cerro Copacoya (veja no Viagens Cinematográficas)
– Subida ao vulcão Lascar (veja no Um Viajante)
– Subida à montanha Cerro Toco (veja no Por Aí e Por Aqui)

E se você tiver bastante tempo e disposição, pode combinar sua ida ao Atacama com uma viagem ao Salar de Uyuni, na Bolívia, tendo como ponto de partida San Pedro de Atacama. Saiba mais no blog Quero Viajar Mais.

O passeio de balão que era possível realizar no deserto do Atacama infelizmente está suspenso por tempo indeterminado. Uma pena, pois certamente era um passeio incrível e estaria incluído no meu roteiro. Já fiz uma viagem de balão na Capadócia (Turquia) e foi sensacional. O relato deste voo de balão você encontra neste link.

Lagunas Altiplânicas - Deserto do Atacama, Chile

Estrada deserta no Atacama

 

SANTIAGO

Uma viagem ao Atacama pode muito bem ser combinada com uma viagem a Santiago, seja antes ou depois de conhecer o deserto, aproveitando que você terá que passar pelo aeroporto da capital chilena para pegar o seu voo com destino a Calama.

Santiago é uma bela cidade e oferece diversas atrações interessantes, com museus, parques, teleférico, mirantes e muito mais. Além disso, a partir dela você pode fazer diversos passeios, como visitar vinícolas, estações de esqui, cidades litorâneas num bate-volta, entre outros.

Veja no “Roteiro de 3 dias em Santiago” as minhas sugestões de passeios na capital chilena ou clique neste link para conhecer todos os artigos publicados aqui no blog com dicas do destino.

Santiago - Chile

Santiago – Chile

 

Agora que você já leu as principais dicas e conheceu o meu roteiro no Atacama, basta escolher os passeios que mais te interessam para montar o seu roteiro de viagem. Independente das suas escolhas, tenho certeza que esta será uma viagem inesquecível!

Para relembrar, estes são os outros 15 artigos sobre o Atacama publicados aqui no blog:

– Onde ficar no Atacama: Dicas de Hotéis
– Onde fazer Câmbio no Atacama e qual moeda levar
– Onde comer no Atacama: Dicas de Restaurantes
– Dica de agência para fazer passeios no Atacama
– Como chegar no Atacama: o Aeroporto de Calama e transfer
– Como é voar com a Sky Airline para o Atacama

Passeios:

– Atacama: O melhor passeio nas Lagoas Altiplânicas e Pedras Vermelhas
– Atacama: A visita ao Vale da Lua e ao Vale da Morte
– Atacama: Os cenários incríveis no tour do Salar de Tara
– Atacama: A visita ao impressionante Geiser el Tatio
– Atacama: Um banho nas Lagoas Escondidas de Baltinache
– Atacama: O Tour do Vinho e o Salar do Atacama
– Atacama: Céu estrelado no Tour Astronômico da Astrocoya
– Atacama: As águas termais das Termas de Puritama
– Atacama: O tour da Laguna Cejar, Ojos del Salar e Lagoa Tebinchique

 

Você já visitou o Atacama? Como foi o seu roteiro?
Deixe um comentário no final deste post compartilhando a sua experiência.

 

 

⇒ PARA SUA VIAGEM ⇐

 

+ Seguro Viagem
Para fazer uma viagem tranquila e segura, lembre-se de adquirir o seu seguro de viagem na SegurosPromo, que compara a cotação de algumas das principais operadoras de seguros do mercado, sempre com os melhores preços. Obtenha 5% de desconto na sua compra inserindo o código promocional MEUSROTEIROS5 no campo indicado da tela de pagamento. Você pode pagar o seu seguro em até 12x no cartão, mas se preferir pagar no boleto, ganha na hora mais 5% de desconto.

+ Hotéis
Confira as melhores ofertas de hotéis em Santiago San Pedro de Atacama no Booking.com, parceiro do blog desde 2012.

+ Aluguel de Carro
Se você está pensando em alugar um carro no Chile, faça sua cotação e reserva pelo RentCars, o portal que garante o melhor preço na sua locação, faz cobrança em reais e sem taxa de IOF, permite parcelar em até 12x no cartão, dá 5% de desconto no boleto e oferece atendimento em português.

 

⇒ REDES SOCIAIS ⇐

+ Siga o blog no Instagram @meusroteirosdeviagem e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

+ Curta e compartilhe os posts no Facebook seguindo a fan page do Meus Roteiros de Viagem