Nos dois últimos dias em Santiago alugamos um carro para fazer passeios mais distantes da cidade. A locadora escolhida foi a United Rent a Car, que possui um escritório no bairro Providencia. Como falei no post anterior, optamos pelo aluguel ao invés de contratar serviços de empresas de turismo local, pela liberdade de fazer os passeios no nosso ritmo, sem ficar atado a roteiros pré-programados nem depender de outras pessoas. Nesse post vou mostrar quanto custou o aluguel, falo da experiência de dirigir nos arredores de Santiago e apresento um vídeo da aventura que foi transitar pela Cordilheira dos Andes, a caminho do Valle Nevado.

Estrada para o Valle Nevado
Dirigindo a caminho do Valle Nevado

 

Veja também:
Onde se hospedar em Santiago: dicas de hotéis
Vale a pena fazer passeios em Santiago com uma empresa de turismo local?
Casas de Câmbio em Santiago e o Peso Chileno
O Aeroporto de Santiago e transfer para o hotel com a Transvip

 

No nosso roteiro de três dias em Santiago, o primeiro dia foi feito utilizando o transporte público, pois a maioria das atrações ficava na região central da cidade. Minha experiência com o transporte público pode ser vista no post “Os Táxis e e Metrô de Santiago: Preços e Mapa“. Para o segundo e o terceiro dias programamos atividades mais distantes da cidade, visitando a vinícola Concha y Toro, a estação de esqui Valle Nevado e as cidades de Valparaíso e Viña del Mar. Por isso decidimos alugar um carro e acabamos encontrando no Google a United Rent a Car, localizada no mesmo bairro do nosso hotel, a apenas duas estações de metrô. (A United Rent a Car agora chama-se Chilean Rent a Car e mudou-se para o bairro Providencia, na rua Bellavista 0183, próxima ao Pátio Bellavista)

Comparamos o preço da United Chilean com outras redes mais conhecidas e constatamos que valia muito a pena, pois era bem mais barata. Ficamos um pouco em dúvida pelo fato de ela ser desconhecida, então pesquisamos a opinião de algumas pessoas na internet e encontramos alguns relatos bem positivos de outras pessoas indicando a locadora. Todo o processo de reserva foi feito através do site. Chegamos a trocar alguns e-mails para tirar umas dúvidas, mas o site possui uma página de perguntas e respostas (FAQ) bem esclarecedor, com a resposta para a maioria das dúvidas que os clientes costumam ter.

O carro escolhido foi o Chevrolet Spark. Ele não existe no Brasil e pelo que eu pesquisei não há previsão para sua chegada por aqui. É um carro que pertence à categoria de subcompactos e pode ser considerado uma mistura do Chevrolet Agile com o Ford Ka. No site da locadora ele faz parte do grupo A2-Econômico e vem com 4 portas, câmbio manual, direção hidráulica e rádio com entrada para CD/MP3 e USB. O carro é pequeno, ideal para duas pessoas. No último dia, indo para o aeroporto, as malas tiveram que ir no banco de trás, pois não cabiam no bagageiro.

Pegamos o carro numa quinta-feira as 10h no escritório da empresa e devolvemos no aeroporto de Santiago domingo ao meio-dia. O custo total do aluguel do carro para o período de duas diárias mais duas horas foi de $76255 CLP (R$305,00). Esse valor inclui o aluguel do GPS (opcional $9000 CLP / R$36,00), o seguro standard, a taxa IVA, as taxas de pedágio e o adicional por entrega fora do horário comercial.

 

Atualização – Junho 2015: Nas minhas últimas viagens optei por alugar o carro pelo site RentalCars, que pertence ao mesmo grupo do site de reserva de hotéis Booking.com. A pesquisa pelo RentalCars apresenta no resultado várias locadoras e tipos de veículos com os respectivos valores de locação, deixando bem especificado a questão dos seguros que estão incluídos no orçamento, evitando surpresas na hora da retirada do veículo. O site é todo em português e bem fácil de utilizar, não tive problemas nas minhas locações por ele e por isso atualizei esse post para recomendá-lo aos leitores que desejam alugar um carro em Santiago. Clique aqui para pesquisar os preços e fazer a sua reserva.

 

Chevrolet Spark
Chevrolet Spark alugado com a United Rent a Car

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

A United Chilean não faz parte das locadoras credenciadas pelo Aeroporto de Santiago, por isso não possui escritório lá. Entretanto é possível tanto receber quanto devolver o carro no aeroporto, pagando uma pequena taxa adicional. Optamos por devolver o carro no aeroporto, pois essa taxa era mais barata do que pagaríamos por um táxi ou transfer. No ato da retirada do carro a atendente nos entregou um mapa do estacionamento do aeroporto indicando em qual setor deveríamos encontrar o funcionário da locadora que iria até lá para buscar o carro e fazer a cobrança. Foi muito fácil encontrar o local, pois o aeroporto é bem sinalizado e organizado. Pontualmente ao meio-dia uma funcionária da locadora chegou lá para pegar o veículo e receber o pagamento.

Dirigir pela cidade de Santiago foi um pouco complicado nas primeiras horas, principalmente porque nosso GPS não queria funcionar direito. Pegamos bastante trânsito para chegar na vinícola Concha y Toro e acabamos perdendo nosso agendamento das 11h. Por sorte conseguimos o tour seguinte, que começava ao meio-dia. Como toda cidade grande, a capital chilena possui muitos congestionamentos nas principais avenidas. Há algumas rodovias privadas que cruzam a cidade e que necessitam de pedágio eletrônico. Por isso que o carro já vem equipado com os sensores e que é cobrada a taxa de pedágio junto com o aluguel do veículo.

Depois fomos para o Valle Nevado e foi uma grande aventura. O caminho não é tão longo, mas demoramos 2 horas para chegar lá. A subida da Cordilheira dos Andes possui mais de 50 curvas, em todos os ângulos e direções, muitas delas esburacadas e na beira de abismos gigantes. Dá um certo frio na barriga mas foi uma experiência incrível. Ao longo da estrada havia alguns mirantes e paramos para observar as montanhas, um cenário maravilhoso. O relato completo sobre este passeio pode ser encontrado no post “Valle Nevado Ski Resort: a maior estação de esqui da América do Sul“.

 

No dia seguinte fomos a Valparaíso e Viña del Mar, que ficam a pouco mais de 120 km de Santiago, numa viagem que dura aproximadamente 1h30 pela rodovia 68. A estrada é duplicada e possui um asfalto de boa qualidade, sem buracos. O limite de velocidade varia entre 100 e 120 km/h. No caminho há um grande túnel que deve ter uns 3 km de de extensão, o maior que eu já passei até hoje. Há também dois pedágios ao custo de $2300 CLP cada (R$9,20), que não fazem parte do sistema de sensor eletrônico que tem no veículo e precisam ser pagos. No trajeto pegamos um bom pedaço com neblina, mas nada perigoso. Conheça as atrações das duas cidades nos posts “Um Passeio em Valparaíso – Chile” e “Uma tarde em Viña del Mar – Chile“.

Confira no mapa a localização da locadora, a poucos metros do Pátio Bellavista…


Exibir mapa ampliado
 

 

Chilean Rent a Car (antiga United Rent a Car)
Novo endereço: Bellavista 0183 – bairro Providencia, próxima ao metrô Baquedano e ao Pátio Bellavista
Fone: +56 2 2963-8760
Site: http://united-chile.com ou http://www.chileanrentacar.cl

Vai alugar um carro em Santiago?
Compare os preços e faça sua reserva no portal RentalCars.

Posts Relacionados:
Roteiro de 3 dias em Santiago do Chile
Santiago – Cerro San Cristóbal e o Museu La Chascona
Santiago – O Centro da Cidade: Mercado Central, Plaza de Armas, Catedral e Museus
Santiago – Tour no Palacio de La Moneda, a sede do governo chileno
Santiago – Cerro Santa Lucía e o mirante para a Cordilheira dos Andes
Santiago – Degustação de Vinhos na Vinícola Concha y Toro
Voando com a TAM de São Paulo a Santiago do Chile

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...