A cidade de São Joaquim é conhecida não só pelas maçãs, mas também pelas uvas, pois é a sede da maior vinícola de Santa Catarina, a Villa Francioni,  que pode ser visitada e é uma das principais atrações turísticas da cidade. A visita permite conhecer as instalações da empresa, onde acontece o processo de produção, e no final há uma degustação de seis diferentes tipos de vinhos. Veja neste post mais detalhes da visita, que, na minha opinião, é o passeio mais interessante de São Joaquim.

Vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Vinícola Villa Francioni – São Joaquim/SC

 

 

Veja também:
Neve na Serra Catarinense: em busca dos flocos em Urubici e São Joaquim

 

A sede Villa Francioni está localizada na SC-438, que liga São Joaquim a Lages, a aproximadamente 5 km do centro da cidade. Há uma outra unidade no município de Bom Retiro, que serve apenas para o cultivo de uvas, que posteriormente são levadas à sede para a produção. A empresa possui nove tipos de vinhos, sendo o “Joaquim” sua marca mais conhecida. Já foi eleita a melhor vinícola do Brasil e seus vinhos já ganharam diversos prêmios nacionais e internacionais.

A empresa foi fundada por Dillor Freitas, que morreu em 2004, três meses após o término das obras, antes que as primeiras garrafas de vinho fossem produzidas. Ele também foi o fundador da empresa cerâmica Cecrisa, localizada no município de Criciúma (SC). O empresário era um grande amante de vinhos e, após visitar várias vinícolas pelo mundo, decidiu montar a sua própria em terras catarinenses. Atualmente a Villa Francioni é administrada por uma de suas filhas.

As visitas na vinícola acontecem todos os dias, em três horários: 10h, 13h30 e 15h30. O ingresso custa R$30,00 por pessoa e este valor é dado em desconto para a aquisição de vinhos no local. É necessário agendar a visita com antecedência pelo site oficial da vinícola, pois o passeio é bem procurado e costuma lotar. Eu agendei duas semanas antes da minha viagem e o horário das 15h30 já estava lotado, só consegui vaga para as 13h30. Mas foi até melhor, pois o passeio tem 1h30 de duração e assim sobrou tempo para visitar outros locais antes do anoitecer. Recomendo almoçar antes do tour na vinícola, pois como há uma degustação de seis tipos de vinhos no final, muita gente reclamou que estava de estômago vazio porque ainda não tinha almoçado. Eu consegui almoçar antes, mas tive que chegar no restaurante bem cedo, antes do meio-dia, para dar tempo de comer e se deslocar até a Villa Francioni.

Entrada da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Entrada da vinícola

 

Sede da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Sede da empresa

 

Conforme os visitantes vão chegando, eles se acomodam no bar/recepção para aguardar o início da visita. O local também serve como loja de vendas e é ali que ocorre a degustação no final do passeio. Das janelas é possível tem uma vista panorâmica de uma grande área de plantação de uvas, que é passagem para quem entra no terreno da empresa até chegar no edifício principal.

Bar da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Bar

 

Bar da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Bar da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Plantações de uvas da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Plantações de uvas – vista panorâmica do bar

 

A visita é conduzida por um técnico em enologia e começa por um grande corredor que também funciona como galeria de arte. Quando visitei havia uma exposição de uma artista local, cujas pinturas tinham a temática agrícola, principalmente do cultivo de uvas. Na entrada do corredor há duas grandes portas, uma trazida da Tailândia e outra de um cassino do Uruguai. O fundador da empresa, Dillor Freitas, era um amante da arte e colecionava objetos de decoração de todas as partes do mundo.

Galeria de arte da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Galeria de arte

 

O passeio prossegue por um grande corredor com vista panorâmica para as plantações de uva. Na parede há fotos da construção da vinícola e o guia conta detalhes da construção e da história inicial da empresa. Em seguida, os visitantes são levados a um pequeno auditório onde é exibida uma projeção de 7 minutos sobre a empresa. Essa etapa da visita eu achei desnecessária, pois o vídeo parece um grande comercial que exalta as qualidades da empresa, através de fotos bonitas e mensagens marcantes, com fundo musical e sem narração. O espaço era pequeno para tantas pessoas e muitos acabaram ficando de pé. Ao final da projeção, persianas automatizadas levantam na parte da frente da sala e em uma das laterais, revelando janelas que a separam dos setores de produção de vinho.


Auditório

 

Produção da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Vista da janela do auditório

 

Produção da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Produção da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

As etapas do processo de produção estão em níveis diferentes, como se fossem uma escada. A parte inicial está na parte mais alta e as posteriores em partes mais baixas. Tudo isso foi planejado de maneira que a produção obedeça a força da gravidade, para que os líquidos escorram para os tanques de forma natural através de tubulações específicas, com o mínimo contato humano possível, para preservar a qualidade dos vinhos. Além de nos mostrar os tanques, o guia também nos apresentou a máquina engarrafadora importada, que custou mais de 1 milhão de reais. Mas não havia atividade naquele dia, por isso ela estava desligada.

Após a fermentação que ocorre em grandes tanques, os vinhos tinto são estocados em barris de carvalho e levados para um ambiente escuro no nível mais baixo da produção, onde podem permanecer por meses ou até anos, dependendo do produto. A adega onde os barris estão armazenados também é visitada, mas não mostro nenhuma foto aqui porque nesta parte não é permitido utilizar o flash e por isso as fotos ficaram ruins.

Depois de visitar adega, os visitantes precisam voltar ao bar onde a visita teve início. Pode-se voltar pelo caminho já percorrido, subindo vários lances de escada, ou então utilizar um elevador panorâmico que chega rapidamente ao nível superior.

Produção da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Produção da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Produção da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Produção da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

A última etapa da visita é a degustação de vinhos. Há várias mesas no bar para acomodar os visitantes, mas havia tanta gente no horário que eu fui, que muitos tiveram que ficar de pé. São oferecidos seis tipos de vinho: um branco, quatro tintos e um espumante. Na primeira degustação, as taças são enchidas no bar. Porém depois, nas cinco degustações seguintes, as taças são enchidas uma a uma, por apenas dois garçons, e isso faz o processo durar uma eternidade. Só a parte de degustação demorou mais de meia hora, pois o mesmo guia que dá explicações sobre cada vinho que está sendo provado é quem ajuda a servir as taças. Essa etapa poderia ser mais organizada, para não ser tão demorada.

O ingresso para visitar a Villa Francioni serve como vale compras, dando um desconto de R$30,00 nos produtos da loja. Cada ingresso permite comprar apenas uma garrafa, por isso não é possível acumular dois vales para ter um desconto maior em um vinho. O vinho mais barato é o Joaquim Tinto, o mais popular da empresa, que tem o preço de R$40,00 mas acaba saindo por R$10,00 com o desconto do ingresso. Na imagem abaixo apresento a tabela de preços da loja. Os valores são de junho de 2012.

Degustação de vinhos na vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Degustação de vinhos

 

Tabela de preços da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC
Preços da loja

 

O passeio guiado na vinícola não inclui uma visita aos vinhedos, ficando restrito apenas ao processo de produção e à loja. Mas como a estrada de acesso à sede da empresa passa pelo meio da plantação, o visitante pode parar no meio do caminho para tirar algumas fotos. A tela branca que cobre a plantação é para protege-la do granizo, que costuma cair com frequência na região.

Vinhedos da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Vinhedos da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

Vinhedos da vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

No geral, eu gostei da visita à Villa Francioni e recomendo. Achei a atração mais interessante de São Joaquim. Mas algumas coisas poderiam ser melhoradas, como, por exemplo, o número de visitantes em cada grupo que é muito grande. No meu horário tinha aproximadamente60 pessoas. Isso torna a visita mais demorada, pois é preciso esperar todo mundo se deslocar de um ambiente para o outro para continuar as explicações, sem falar na maior quantidade de taças para servir na degustação. Além disso, a parte do vídeo é desnecessária e degustação poderia ser repensada, para torna-la mais ágil e prática.

Mosaico na vinícola Villa Francioni - São Joaquim/SC

 

Para finalizar o post, veja no mapa a localização da vinícola.


Exibir mapa ampliado

 

 

Procurando hotéis na Serra Catarinense?
Veja algumas opções em Urubici e Bom Jardim da Serra

 

Posts Relacionados:
Roteiro de 3 dias na Serra Catarinense
Um dia em São Joaquim, a cidade mais fria do Brasil
Onde comer em São Joaquim e Bom Jardim da Serra
São Joaquim – Belvedere e o Mirante das Araucárias
São Joaquim – Exponeve e a Estação Experimental da Epagri
O Mirante e a Estrada da Serra do Rio do Rastro, na Serra Catarinense
Um dia em Urubici, a cidade mais bonita da Serra Catarinense
Urubici – Morro da Igreja, Pedra Furada e Cascata Véu de Noiva

 

Veja o relato de outras visitas à vinícolas já publicadas no blog:
As principais vinícolas de Mendoza: dicas para visitação
Buenos Aires: Degustação de vinhos argentinos em Palermo Soho
Santiago – Degustação de Vinhos na Vinícola Concha y Toro
Montevidéu – Visita Guiada e Degustação de Vinhos na Bodega Bouza
Cidade do Cabo – Degustação de vinhos na vinícola Groot Constantia
Cidade do Cabo – As vinícolas de Stellenbosch

 

Mais dicas da serra e de outras cidades catarinenses na página Dicas Floripa e Santa Catarina

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...