A Capadócia ocupa uma área grande na região central da Turquia e possui vários locais turísticos para serem visitados. Muitas atrações são distantes umas das outras, por isso a solução é contratar algum serviço de transporte/guia para conhecê-las, como o de agências de turismo locais ou de algum guia particular. Optei por esta segunda opção e contratei o serviço de um guia turco que fala português. Neste post conto como foi a experiência.

Árvore com olhos turcos no mirante de Goreme - Capadócia, Turquia

Árvore com olhos turcos no mirante de Goreme

Veja também:
Roteiro de 3 dias na Capadócia – Turquia
Voo de balão na Capadócia: um passeio imperdível na Turquia
O que ver na Capadócia: principais atrações turísticas

 

A grande maioria dos turistas que visitam a Capadócia fazem os passeios com agências de turismo locais. Há dezenas delas espalhadas por todas as cidades da região, como em Ürgüp, Goreme e Avanos. Elas possuem pacotes prontos para vender, incluindo apenas algumas atrações por pacote.

Eu particularmente não sou muito fã desses pacotes de agências, por vários motivos. Vou pegar a Capadócia como exemplo: vi várias agências que vendem os tours “Verde”, “Prata”, “Vermelho”, cada um visitando um grupo de atrações diferentes. Acontece que para você visitar muitos locais, teria que comprar dois ou três pacotes, fazendo um passeio por dia. Cada tour tem um custo torno de 90 liras turcas (aprox. R$100,00) por pessoa. Digamos que você é um casal e quer fazer três passeios, então vai ter que desembolsar pelo menos R$600,00 e ficar 3 dias cheios na Capadócia.

Além disso você estará num grupo grande e sempre vai ter que depender de outras pessoas estranhas para poder continuar o passeio. Estar em grupo pode até ser legal para conhecer gente de outros países, fazer amizades, mas sempre tem aquela pessoa que some, atrasa ou fica na lojinha de souvenir enquanto todo mundo está esperando. Sem falar que há passeios que fazem paradas em locais de compras indesejados ou em restaurantes desnecessários também. Os tours de agência geralmente são inglês, então se você não fala o idioma, vai ficar só batendo foto sem entender nada.

Foi por estes motivos que eu decidi contratar o serviço de um guia turco que fala português. Consegui ele através de uma indicação da Priscila do blog Voali (Valeu, Pri!). O nome dele é Sercan, mas também atende pelo nome de Sérgio, para ficar mais familiar aos brasileiros. Ele é turco, mora na região da Capadócia e fala um português fluente, apesar de ele achar que o português dele não é tão bom assim. É um guia oficial credenciado pelo órgão de turismo local.

Capadócia - Turquia

Sercan – o guia turco que fala português – e as chaminés de fada

 

Todo o contato com o guia antes da viagem foi peito por e-mail. Eu enviei um solicitando o orçamento para o serviço de guia para duas pessoas e depois trocamos mensagens falando sobre o que poderia ser visitado. Eu tinha proposto fazer dois dias de passeio, mas ele foi muito honesto ao dizer que em apenas um dia bem aproveitado seria possível conhecermos os principais pontos turísticos da região. O custo foi de 200 euros (R$550,00). Se eu tivesse que conhecer as atrações que visitamos através de uma agência, precisaria de pelo menos dois dias, então custaria pelo menos R$400,00, ou até mais, dependendo do tour, além de dois almoços a mais e uma diária a mais no hotel, pois teria que ficar mais um dia na cidade.

Conforme combinado, o guia nos buscou no hotel às 9:30h, após termos feito o passeio de balão no início da manhã (acordamos às 5:00h para voar e às 8:30h já estávamos de volta no hotel). O passeio foi feito num Passat novo com ar condicionado e bem confortável. Visitamos uma cidade subterrânea, o valé dos pássaros, o vale do amor, o vale da imaginação, a aldeia de Çavusin, entre vários outros lugares. O almoço foi num restaurante na cidade de Avanos que ele nos indicou e foi uma ótima escolha. Depois de passar o dia passeando, retornamos ao hotel por volta das 17:00h.

Cidade subterrânea de Kaymakli - Capadócia, Turquia

Cidade subterrânea de Kaymakli

 

Poderia enumerar várias vantagens de contratar o passeio particular, como conforto e agilidade, mas acho que o mais interessante de ter feito os passeios com o Sercan foi o fato de ele falar português. Por mais que eu fale inglês fluente, a conversa rendeu muito mais em português, as explicações foram bem detalhadas e muito fáceis de entender. Ele domina o assunto, sabe falar bem sobre todos os locais visitados e ainda nos contou várias histórias e curiosidades da Turquia, da região da Capadócia e também do seu trabalho. Mais de 80% dos clientes dele são brasileiros, por isso ele se sentiu muito à vontade falando em português com a gente.

Então aqui vai a minha dica: se você vai viajar para a Turquia, faça um orçamento de passeios na Capadócia com o Sérgio pelo e-mail [email protected]. Pode escrever em português mesmo que ele vai entender. Diga que foi uma indicação do Diego, do blog Meus Roteiros de Viagem, que ele vai gostar de saber. Fale o que você pretende conhecer e quantas pessoas serão, que ele retorna com o orçamento e daí vocês podem negociar o preço final.

E depois da sua viagem, deixe um comentário aqui no final deste post contando como foi a experiência!

Paisagem da Capadócia e o vulcão Erciyes - Turquia

Paisagem da Capadócia e o vulcão Erciyes

 

Posts relacionados:
Como chegar na Capadócia pelos aeroportos de Nevsehir e Kayseri
Onde comer na Capadócia: restaurantes em Goreme e Avanos
Onde se hospedar na Capadócia-Turquia: dicas de hotéis
Roteiro de 3 dias na Capadócia – Turquia
Roteiro de 4 dias em Istambul

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...