Os mercados flutuantes são bem tradicionais na Tailândia e há vários deles no país, principalmente nos arredores de Bangkok. Muitos acabaram se tornando apenas atrações turísticas, perdendo a característica original de servir como um mercado propriamente dito para os moradores locais. Na minha visita à cidade fui conhecer o Mercado Flutuante de Damnoen Saduak, o mais antigo e visitado do país. Veja neste post como foi o meu passeio.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak

 

O Mercado Flutuante do distrito de Damnoen Saduak encontra-se a cerca de 100 km da capital Bangkok, numa viagem que dura cerca de uma hora e meia. Ele existe há mais de cem anos é considerado o mais famoso da Tailândia, por isso é o que atrai o maior número de visitantes.

A maneira mais comum de visita-lo é através de agências de turismo locais ou de guias particulares que oferecem um passeio bate-volta, partindo de Bangkok, que pode ser de meio período ou que pode durar o dia inteiro, combinando a visita ao mercado com outras atrações da região.

Eu contratei os serviços de uma guia particular, a Gift, uma tailandesa que tem uma empresa chamada Gift Private Day Tours e que oferece passeios em Bangkok e seus arredores. Enquanto não publico um post indicando os serviços dela aqui no blog, indico o site que me fez conhecê-la, onde ela divulga os passeios que oferece: privatetourthailand.com. A guia Gift pode ser vista numa das imagens ao longo deste post, devidamente identificada na legenda da foto.

Antes do mercado flutuante já tínhamos visitado o Mercado Ferroviário de Maeklnog, cujo relato pode ser lido no post “Bangkok: O inusitado Mercado do Trem de Maeklong“.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak

 

O principal canal do distrito de Damnoen Saduak tem cerca de 32 km de extensão e possui mais de 200 pequenos canais nos seus arredores. Ele foi inaugurado em 1868 após uma construção ordenada pelo sei Rama IV, que queria facilitar o transporte entre as províncias vizinhas. Hoje em dia, além do transporte de mercadorias e pessoas, o canal também tem a função de fornecer água para as fazendas da região.

O mercado flutuante encontra-se num canal com cerca de 200 metros de extensão que faz ligação com o canal principal do distrito. Antes da minha viagem eu tinha uma visão bem maior do local, mas na verdade ele é bem menor e mais tumultuado que eu imaginava.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak

 

Chegamos no mercado flutuante perto das 11 da manhã, um horário considerado ruim devido a grande quantidade de ônibus e vans de turismo que já estão na área. O horário mais aconselhado para visitá-lo é logo no início da manhã, quando as atividades ainda estão começando e o maior fluxo de turistas ainda não está no local.

Como havia muitos movimento no canal, nossa guia achou melhor primeiro visitarmos as laterais do mercado para depois fazer o passeio de barco. Ao longo de toda a margem do mercado flutuante há uma estrutura de apoio, como se fosse um grande camelô, com várias barracas, lanchonetes, lojas e pontos de embarque. Caminhamos de ponta a ponta para conhecer o mercado e tudo que nele é oferecido.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Estrutura de apoio junto ao canal

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Barraca na margem do canal

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Venda de Temperos

 

Essa caminhada nas margens do canal é muito interessante para observar a movimentação do barco e a grande variedade de produtos que é vendida pelos barqueiros. Há de tudo um pouco, mas principalmente alimentos, como frutas, refeições frutas e até pratos feitos na hora, com direito a panelões aquecidos dentro do barco para o preparo da refeição.

Se aqui no Brasil a moda da vez são os food trucks, pode-se dizer que no mercado flutuante a moda sempre foram os food boats. A compra de produtos é feita de várias maneiras, seja de barco para barco ou do barco para a margem. Há toda uma técnica para entregar o produto para quem está longe, como pode ser visto nesta primeira imagem a seguir.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Entregando a mercadoria

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Família passeando

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Food boat

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Vendendo frutas

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Navegando no mercado

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Canal congestionado

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Panelão no barco

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Camarões

 

O cheiro do local não é dos mais agradáveis e as condições de higiene são bem precárias. É preciso ter um estômago forte para conseguir comer alguma coisa preparada no mercado. Às vezes o barato sai caro e uma intoxicação alimentar pode arruinar uma viagem. Para não dizer que não comi nada, provei um tradicional sorvete de côco, que nem era tão saboroso assim.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Sorvete de côco

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Vózinha das frutas

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Pinturas flutuantes

 

Sobre o canal do mercado flutuante há uma ponte que é um bom ponto para tirar fotos, pois tem uma vista geral para o local, como pode ser visto nesta imagem abaixou na foto inicial do post.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Vista da ponte sobre o canal do mercado

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

Depois de caminhar pelas laterais do mercado, fomos até a estação de embarque para fazer o passeio de barco. Como eu contratei um serviço de guia e paguei um preço fechado, não precisei pagar nada ali na hora para embarcar, pois ela já tinha feito o acerto com o pessoal do mercado.

Para quem vai por conta própria, os preços são os seguintes:
Barco motorizado – 2.000 baht por barco por uma hora ou 3.000 baht por barco por duas horas.
Barco à remo – 400 baht por barco por hora.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Preço dos passeios

 

Nossa guia já conhecia as pessoas que trabalham ali e nos conseguiu um barco à remo privado, sem a necessidade de compartilha-lo com outros turistas. Os barcos motorizados geralmente são cobertos por um toldo, mas os barcos à remo, como no meu caso, são abertos, sem proteção contra o sol.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Ponto de embarque

 

Quando iniciamos a navegação o movimento estava intenso e o deslocamento foi bem tumultuando, com os barcos se encostando o tempo todo. Isso atrapalhou bastante esta etapa do passeio, não deu para ter aquela sensação de liberdade e tranquilidade para explorar com calma o mercado flutuante.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Navegando no mercado

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Congestionamento de barcos

 

Depois de um certo tempo navegando no canal principal, a remadora pegou um canal alternativo e fugiu da muvuca, seguindo para uma outra etapa do passeio que eu não sabia que iria acontecer. Nossa guia nos tirou do mercado flutuante e nos levou para explorar os canais nos seus arredores, para conhecer um pouco do estilo de vida e moradia dos habitantes locais. Não sei se as empresas de turismo locais também fazem isso, mas acredito que não.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Casa sobre o canal

 

Saindo do mercado, entramos no principal canal de Damnoen Saduak, que tem 32 km de extensão. Ele é como se fosse uma grande avenida com água ao invés de asfalto, com várias casas em suas margens e até postes com a fiação de energia elétrica. Deu a impressão de estar numa avenida qualquer num dia de enchente.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Navegando nos arredores do mercado

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Casa às margens do canal

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Estrutura de uma casa típica junto ao canal

 

Durante o passeio pegamos um outro canal alternativo e passamos próximo a uma plantação de bananas. O solo dessa região é muito fértil e as águas dos canais ajudam a irrigar as plantações. Nesta área são plantados diversos tipos de alimentos, entre frutas, verduras e vegetais, muitos deles comercializados no mercado flutuante.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Navegando em canais mais distantes

 

Nossa navegação durou cerca de meia hora e o barquinho foi o tempo todo conduzido à remo por uma senhora, que levou sua filhinha de carona para passear conosco.

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

A remadora do barco, sua filha e a guia Gift

Mercado Flutuante de Damnoen Saduak - Bangkok, Tailândia

Casas típicas próximas ao canal alternativo

 

Retornamos ao mercado flutuante para desembarcar do barco e depois pegamos a estrada de volta a Bangkok. No geral eu até que gostei da visita ao Mercado Flutuante de Damnoen Saduek, foi satisfatório, principalmente porque meu barco saiu do lugar comum e navegou para canais mais distantes e calmos, mas se o meu passeio tivesse ficado restrito apenas à área tumultuada do mercado flutuante, eu acho que teria não teria gostado tanto assim.

 

Você já visitou algum mercado flutuante nos arredores de Bangkok? Como foi a sua experiência?
Deixe seu comentário no final deste post!

 

 

Posts Relacionados:
Como é ficar no luxuoso hotel Mandarin Oriental Bangkok
Aula de Culinária Tailandesa no hotel Mandarin Oriental Bangkok
O Aeroporto de Bangkok Suvarnabhumi e Transfer para o Hotel
Como é voar na classe executiva da Hong Kong Airlines
Hong Kong: Montanhas-russas e Pandas no Ocean Park
Hong Kong: O mirante sky100 no prédio mais alto da cidade

 

 

 Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...