Quando visitei Bangkok, a capital da Tailândia, reservei um dia do meu roteiro para visitar atrações nos arredores da cidade. Uma delas foi o excêntrico Mercado Ferroviário de Maeklong, também conhecido como Mercado do Trem, mundialmente famoso por sediar uma feirinha que acontece sobre uma linha férrea em operação, pela qual um trem passa várias vezes ao dia bem no meio do agito. Veja neste post um relato deste passeio.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

A guia Gift no Mercado Ferroviário de Maeklong

 

Há muitos e muitos anos, quando eu ainda era pequeno, lembro de ter visto um episódio do Globo Repórter com a Glória Maria no qual ela visitava um curioso mercado em que um trem passava no meio de uma feira. Eu tinha achado aquilo muito engraçado, mas na época jamais poderia imaginar que um dia eu iria presenciar aquele momento ao vivo. Muitos anos depois essa oportunidade acabou surgindo de última hora na minha primeira visita à Tailândia.

Conhecer o Mercado do Trem não estava nos planos do meu roteiro de três dias em Bangkok. Eu tinha me programado para visitar elefantes neste dia, mas um imprevisto que aconteceu com o guia que eu havia contratado acabou me fazendo cancelar o passeio quando eu já estava na cidade, com isso tive que contratar os serviços uma outra pessoa.

Meu passeio neste dia acabou sendo feito com a Gift, uma guia tailandesa muito gente boa que aparece no canto da primeira foto deste post com uma blusa amarela. Ela tem uma empresa chamada Gift Private Day Tours, que oferece passeios com guia privado em Bangkok e seus arredores. Em breve irei publicar um post com mais detalhes e indicando os serviços dela, mas enquanto isso você pode conhecer tudo através do site privatetourthailand.com.

O passeio de meio dia (half-day tour), que incluiu a visita ao mercado do trem e ao mercado flutuante, custou 5.900 baht para duas pessoas, equivalente a 194 dólares na época. Além do serviço de uma guia particular, este valor inclui o transporte num veículo bem confortável com ar condicionado, o passeio de barco no mercado flutuante, garrafinhas de água e lenços umedecidos para limpar as mãos.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Feirinha na rua

 

No horário combinado, 8 da manhã, a guia nos buscou em nosso hotel com o carro e seu motorista. A viagem até o mercado durou cerca de uma hora, pois ele fica um pouco afastado da cidade de Bangkok.

Quando chegamos foi possível perceber que o mercado de Maeklong é bem grande, ocupa vários espaços não só no trilho, mas também em seus arredores. Ao sair do carro passamos por uma feirinha que acontecia junto à calçada, próxima dos veículos, que vendia principalmente frutas, alimentos e refeições prontas para o consumo, preparadas ali mesmo no local.

Depois entramos num pavilhão fechado, que pode ser considerado um mercado de frutos do mar, pois a maioria das barracas vendia peixes, camarões e outros crustáceos, além de bichos muito estranhos, muitos deles que eu nunca tinha visto antes.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Mercado de frutos do mar e outros alimentos

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Camarões

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Siris

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Vieiras?

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Crustáceo desconhecido

 

No mesmo ambiente, misturados aos frutos do mar, haviam vários outros tipos de alimentos, como frutas e temperos. Pode parecer exagero da minha parte, mas o cheio neste local é horrível, insuportável, o pior que eu já senti na minha vida. A mistura de peixes com outras comidas e aquela água azeda empoçada no chão torna o ambiente totalmente insalubre.

Não ficamos muito tempo ali, mas foi uma experiência interessante para conhecer como são os hábitos locais e me fez pensar como aquelas pessoas conseguem conviver naquelas condições diariamente.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Pimentas

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Frutas secas

 

Saindo deste ambiente fechado chegamos à estação do trem de Maeklong, o destino final do trem que passa pelo mercado. É nela que os passageiros embarcam e desembarcam, mas mesmo assim ela está repleta de barraquinhas de feira por todos os cantos.

Estação Ferroviária de Maeklong - Bangkok, Tailândia

Estação Ferroviária de Maeklong

 

Em frente à estação tem início o famoso Mercado do Trem, onde as barraquinhas da feira encontram-se localizadas ao longo de aproximadamente 300 metros da linha férrea. O pequeno espaço entre os dois trilhos acaba se tornando uma calçada onde os turistas e locais se espremem e se empurram para circular pelo local.

Pode até parecer que este mercado seja uma daquelas atrações que são pegadinha para turistas, mas não, ele representa uma tradição bem típica, um espaço onde os habitantes locais fazem suas compras de alimentos no dia a dia e que foi invadido por visitantes estrangeiros que buscam conhecer o estilo de vida da população e a localização inusitada da feira.

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Trilho do trem no meio da feira

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Feira sobre o trilho

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Início do Mercado do Trem

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Trilho do trem no meio da feira

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

A feirinha neste local vende de tudo um pouco, principalmente frutas, verdura e peixes. Muitas prateleiras que expõem os produtos possuem um sistema de rodinhas para facilitar o seu recolhimento no momento da passagem da locomotiva.

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Peixes

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Mesa de peixes

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Vegetais

 

Olhando por cima só conseguimos ver a lona das barraquinhas ao longo da linha do trem.

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Tendas da feira

 

Com a hora da chegada do trem se aproximando, aos poucos os vendedores começam a recolher seus produtos para liberar o espaço para a passagem do vagão…

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Frutas

 

E os turistas vão saindo do caminho e procurando a melhor posição para ver e fotografar o tão esperando momento.

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Visitantes saindo do trilho

 

Nossa guia, que está acostumada a visitar este mercado, nos colocou numa posição onde ela sempre leva seus clientes, um ponto estratégico que permite ter uma boa visualização do trilho.

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Trilho liberado

 

Todos os turistas preparam suas câmeras e tentam encontrar o melhor ângulo para fotografar ou filmar a chegada do trem.

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Turistas preparados para fotografar o trem

 

Cerca de um minuto antes da chegada do trem o local já está assim, quase totalmente liberado.

Mercado do Trem - Bangkok, Taildândia

Trilho praticamente liberado

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Todos aguardando o trem

 

Mas acredite, nos últimos segundos, quando todos já tinham saído dos trilhos, ainda teve uma mulher que decidiu comprar mangas na barraquinha do lado oposto, como se ela não tivesse tempo para comprar a fruta antes ou depois.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Compra de último minuto

 

A buzina indica a chegada do trem, que surge no início da curva onde começa a feirinha.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

O trem se aproxima

 

Aos poucos ele vai se aproximando e passando a centímetros de tudo e todos, inclusive dos alimentos que ficaram junto aos trilhos, numa altura em que a estrutura do trem não consegue tocá-los.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Trem passando pela feira

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Vagão próximo dos alimentos

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Vagão próximo dos alimentos

 

Foi tudo tão rápido que eu só percebi que ele estava cheio de passageiros quando olhei as fotos no computador, depois de retornar da viagem.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Passageiros no trem

 

E como num passe de mágica, segundos após a passagem do trem, as barracas voltam a se fechar e a feira volta ao “normal”, como se nada tivesse acontecido ali naquele lugar.

Mercado Ferroviário de Maeklong - Bangkok, Taildândia

Barracas voltando ao normal com a passagem do trem

 

O trem passa pela feira cerca de 4 ou 5 vezes ao dia, um pouco de manhã e um pouco à tarde. Não sei dizer os horários exatos, mas todos os guias e empresas que levam os turistas ao local sabem chegam lá no tempo certo para presenciar este momento. Pelo horário que vi no arquivo das minhas imagens, esta passagem aconteceu as 9:43h da hora local.

Na ansiedade de ver o trem passar, acabei não fazendo nenhum vídeo, até porque não dá tempo. Tive que decidir entre fotografar ou filmar e acabei optando pelas fotos, mas encontrei no YouTube um vídeo bem legal que mostra bem a chegada do trem e a volta à normalidade após sua passagem.

 

Minha visita ao Mercado do Trem, que surgiu de última hora, acabou sendo bem mais divertida que eu imaginava. Não considero o local uma atração imperdível e obrigatória para quem visita Bangkok pela primeira vez, mas se o seu roteiro na cidade for mais longo e caso você queira fazer passeios nos seus arredores, vale a pena considerar visitar o mercado de trem num tour de um dia,  incluindo alguma outra atração no período da tarde, como no meu caso. Neste dia, depois do Mercado Ferroviário de Maeklong, fui conhecer o famoso Mercado Flutuante de Damnoen Saduak, cujo relato da visita pode ser lido neste link.

 

 

Você já visitou este mercado perto de Bangkok? Como foi a sua experiência?
Deixe seu comentário no final deste post!

 

 

Posts Relacionados:
Como é ficar no luxuoso hotel Mandarin Oriental Bangkok
Aula de Culinária Tailandesa no hotel Mandarin Oriental Bangkok
O Aeroporto de Bangkok Suvarnabhumi e Transfer para o Hotel
Bangkok: Nas águas do Mercado Flutuante de Damnoen Saduak
Como é voar na classe executiva da Hong Kong Airlines
Hong Kong: Montanhas-russas e Pandas no Ocean Park
Hong Kong: O mirante sky100 no prédio mais alto da cidade

 

 

 Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...