No último domingo retornamos da viagem, depois de 18 dias longe de casa!

Foram 4 países, 4 cidades, 4 idiomas, 4 moedas, 9 vôos, mais de mil fotos, uns 20 restaurantes, 6 baladas, vários museus, igrejas, monumentos, pontes e muito chão… tentamos calcular a quantidade de quilômetros que andamos, com certeza passou de 100km. Eu queria ter aqueles tênis com pedômetro pra saber a distância exata.

Começamos nossa jornada por Berlim, onde ficamos cinco dias. Até poucos tempo atrás a Alemanha era um país que me não despertava muito interesse, nunca esteve entre meus locais favoritos para conhecer. O Jeff, meu amigo que viajou comigo também pensava da mesma maneira, até conhecer Berlim há 3 anos. Desde então ele sempre me disse que eu iria adorar, tanto é que aceitou voltar comigo nessa viagem, pois tinha ficado poucos dias e não tinha conhecido muita coisa. E ele estava certo, eu adorei Berlim! Cinco dias não são suficientes pra conhecer nem metade do que a cidade tem para oferecer… muitos parques, museus, monumentos, bons restaurantes, lojas, baladas… Sem falar em toda parte história relacionada às guerras e ao Muro de Berlim, que é o que a cidade tem de mais interessante. A visita ao Reichstag (o parlamento alemão), à torre de TV e a região do Checkpoint Charlie foram as atrações que eu mais gostei.


Berlim



Depois passamos 4 dias em Londres, que dispensa apresentações. Parece que ficamos uma semana lá, de tanta coisa que conseguimos visitar. Nosso ritmo em Londres foi muito acelerado, não paramos um minuto. Foi a cidade que eu mais gostei, com o melhor quarto e localização do hotel, os melhores restaurantes, os melhores museus e o clima mais agradável. O ruim de Londres é que é uma cidade muito cara… mas isso não nos impediu de fazer algumas compras, pois la estão as melhores marcas e lojas. A mega-loja da Harrods e a nova loja da Apple, só para citar algumas, são um sonho para qualquer um. É dificil dizer o que foi melhor, pois gostei de praticamente tudo… mas dou destaque para o British Museum, a National Gallery, a London Eye e a região do Covent Garden.

Londres



Praga foi a nossa próxima parada, onde também ficamos por 4 dias. Sair do ritmo frenético de uma mega-cidade como Londres para uma cidade pequena e pacata como Praga foi um choque no primeiro dia. Praga é pequena, bonita e agradável. Tudo lá é voltado para o turismo, que é sua principal fonte de renda. O idioma é impossível de entender, mas na maioria dos lugares há informações em inglês. A moeda (coroa tcheca) é bem diferente do que estamos habituados. Pagar 80 czk num sorvete pode parecer estranho, mas com o tempo se acostuma. Andar pela beira do Rio Vltava ou pela Ponte Carlos são os passeios mais agradáveis, principalmente a noite, quando a iluminação das pontes e monumentos deixa a cidade ainda mais bonita.

Praga



A viagem terminou com 3 dias e meio em Budapeste. Foi uma grande surpresa! Gostei mais de Budapeste do que de Praga, sendo que eu achava que seria o contrário antes da viagem. As duas tem muitas semelhanças, como um rio dividindo-as ao meio e ambas com um castelo no alto de um morro. Mas Budapeste é mais urbana, mais imponente e robusta. As igrejas e palácios são maiores, as pontes são maiores, o rio é maior. A imagem da Ponte das Correntes com o Palácio Real ao fundo é maravilhosa… 

Budapeste



Nos próximos posts vou escrever com mais detalhes sobre tudo que fizemos e visitamos em cada cidade, com várias dicas e imagens!

Roteiro de 5 dias em Berlim
Roteiro de 4 dias em Londres
Roteiro de 3 dias em Praga

Roteiro de 3 dias em Budapeste 

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...