Antes de eu viajar para a África do Sul fiz contato com pessoas que já haviam visitado o país e algumas me disseram que Joanesburgo não era interessante, que não tinha nada para fazer lá e que era uma cidade muito violenta e perigosa, servindo apenas de passagem por causa do aeroporto. Mas pesquisando mais a fundo encontrei diversas atrações interessante espalhadas pela região metropolitana que valeriam sim a visita, pelo menos por três dias bem aproveitados.

Joanesburgo é uma grande cidade, mas não é como Paris, Londres ou Berlim, onde é possível conhecer a maioria das atrações apenas utilizando o transporte urbano. Em Jo’burg as linhas de ônibus e trem (com exceção do Gautrain) são precárias e conhecer o centro da cidade por conta própria pode se tornar uma experiência extremamente desagradável e perigosa. Além disso, os melhores parques e atrações ficam nos arredores da cidade. Por estes motivos, a melhor maneira de conhecer a cidade é optando entre alugar um carro ou fazer os passeios através de agências especializadas.

Como só tínhamos três dias e haviam várias atrações legais para visitar, decidimos fazer passeios com agências locais, para tentar conhecer o máximo possível. Fiz muitas pesquisas no Google e também em outros blogs de viagem tentando encontrar agências confiáveis e com boas referências, mas achei pouquíssimas indicações. Resolvi fazer contato com algumas por conta própria. Há dezenas delas e a maioria oferece passeios muito parecidos.

Selecionei três agências: Pretvan Tours, Moratiwa Tours e Big Six Tours Safaris. Enviei o mesmo e-mail a todas, falando os dias em que eu iria estar na cidade, as atrações que tinha vontade de conhecer e perguntando quais passeios elas poderiam me oferecer e quanto custaria. Todas me responderam, com propostas de passeios e preços. A que mais me interessou foi a Big Six Tours Safaris, que montou os três dias de passeio exatamente como eu havia imaginado e com preços melhores que as outras. Na troca de e-mails com o proprietário decidi fechar os três dias com ele e ainda consegui um desconto por isso.

Folder da Big Six Tour Safaris

 

Os passeios ficaram assim:
Dia 1 – City Tour em alguns pontos da cidade, subida ao Carlton Centre (prédio mais alto da África), visita ao Apartheid Museum e parada para fotos no estádio Soccer City. Preço: 600 rands ou 90 dólares por pessoa (aproximadamente R$150,00).

Dia 2 – Safári em Pilanesberg Game Reserve pela manhã e visita ao complexo de hotéis e entretenimento Sun City à tarde. Preço: 900 rands ou 130 dólares por pessoa (R$215,00)

Dia 3- Sterkfontein Caves/Maropeng pela manhã e The Lion Park a tarde. Preço: 900 rands ou 130 dólares por pessoa (R$215,00)

Os valores incluem todos os gastos de transporte e entrada das atrações. A única coisa que não está incluída é o almoço e outras refeições. Se eu tivesse optado por alugar um carro e fazer os passeios por conta própria talvez teria sido mais barato, mas não me arrependo de ter pago um pouco a mais, pois o passeio guiado foi muito interessante e agradável, sem falar na comodidade, pois o passeio começava e terminava sempre na porta do hotel.

O motorista e guia em todos os tours era o próprio dono da agência, Pieter Strydom, um tiozão sul-africano muito gente boa e atencioso, sempre disposto a responder qualquer tipo de pergunta. Durante os passeios ia explicando com detalhes sobre cada um dos lugares em que estávamos passando e também dava informações gerais sobre o país, a cidade, as pessoas e a cultura local. O idioma utilizado era sempre o inglês, mas ele nos contou que pode conseguir intérpretes para outros idiomas, inclusive o português, para quando o turista não fala inglês.

Os passeios eram feitos no seu veículo próprio, um Toyota Avanza que tem capacidade para sete passageiros, além do motorista. Para grupos grandes ele pode conseguir veículos maiores, como vans ou micro-ônibus. No primeiro dia, um rapaz da Nova Zelândia fez o tour com a gente. No segundo dia nos acompanhou uma moça uruguaia, que morou no Brasil por anos e falava português fluente. E no terceiro e último dia havia apenas nós dois e o guia.

Pieter, o guia e proprietário da Big Six Tour Safaris

 

Uma coisa muito bacana que aconteceu foi que, em dois dias, o guia acabou indo muito além do combinado e esticou o passeio para lugares que não estavam previstos sem cobrar nada a mais por isso. No segundo dia, antes do safári em Pilanesberg, ele propôs  passar rapidamente pela cidade de Pretória, pois era no meio do caminho. Assim foi possível tirar umas fotos no Union Buildings, a sede da presidência sul-africana, e também na Church Square, a principal praça da cidade. Neste mesmo dia a noite ele ainda nos deixou em Melrose Arch. No último dia, antes do primeiro passeio, ele nos levou num shopping outlet para umas compras rápidas e no fim do dia ainda fez questão de fazer uma parada de uma hora no Monte Casino, um complexo de compras e entretenimento muito bonito, sobre o qual falarei mais pra frente.

Além destes passeios que fizemos, a Big Six Tour Safaris oferece muitos outros, como visita à Soweto, a maior favela da cidade, o parque de diversões Gold Reef City, um city tour completo pela cidade de Pretória e até passeios para o Kruguer Park, o maior e melhor safári da África do Sul. No site da agência é possível ter uma relação completa de todas as opções de tours disponíveis.

Se você está pensando em visitar Joanesburgo, não deixe de fazer um contato com o Pieter e a Big Six Tour Safaris para pegar sugestões de passeios e também fazer um orçamento. Tenho certeza que vai ser um dinheiro muito bem aproveitado. Eu fiz e não me arrependi. Lembre-se de mencionar o blog “Meus Roteiros de Viagem” e também meu nome (Diego). Tenho certeza que ele vai gostar de saber da indicação e pode até conseguir um desconto nos passeios, assim como fez comigo!

Big Six Tour Safaris
Contato: Pieter Strydom
Site oficial: www.bigsixtoursafaris.com
Facebook: BigSixTourSafaris 
E-mail:[email protected]

Posts Relacionados:
Roteiro de 3 dias em Joanesburgo
Joanesburgo – O centro da cidade, Museu do Apartheid e o estádio Soccer City
Joanesburgo – Tour em Pretória, Safári em Pilanesberg e visita ao resort Sun City
Joanesburgo – As Cavernas de Sterkfontein, museu Maropeng e o complexo Montecasino
Joanesburgo – Lion Park: na jaula com leões e alimentando uma girafa
Dicas de Compras e Restaurantes em Joanesburgo
Dica de Hotel em Joanesburgo – Radisson Blu Gautrain Hotel, em Sandton

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...