Esse post é uma continuação do segundo dia em Cape Town. No post anterior, parte 1, eu falei sobre o passeio na Table Mountain, que ocorreu durante a manhã. Na parte da tarde percorremos a costa oeste da região central da cidade, passando pelas praias de Camps Bay e Clifton Beach, pelo bairro  Sea Point e terminando o dia no estádio de futebol em Green Point.

A caminho de Camps Bay pela M62

 

Camps Bay é a praia mais baladada da Cidade do Cabo, ponto de encontro de modernos e descolados, seja para aproveitar o sol num dia quente de verão ou para curtir os bares e restaurantes num happy hour após um longo dia de trbaalho. É também uma das mais bonitas da península, com um cenário que tem ao fundo a cadeia montanhosa Twelve Apostles (Doze Apóstolos), à direita a montanha Lion’s Head (Cabeça de Leão) e à sua frente o horiztone do Oceano Atlântico. Para chegar até lá, voltamos na rotatória que dá acesso à Table Mountain e seguimos pela M62 na Camps Bay Drive, num trajeto rápido de apenas 3 km que nos levou diretamente à beira da praia.

A maior parte do agito acontece na Victoria Road, a principal rua de Camps Bay. Lá estão alguns dos melhores restaurantes da cidade, lojas, hotéis chiques e também casas e condomínios de cinema. Um grande calçadão repleto de palmeiras acompanha a rua na beira da praia, por toda a extensão da orla. Em ambos os lados da rua é permitido estacionar e há vários flanelinhas para cuidar do carro. Uma das partes mais movimentadas da rua é o centro comercial The Promenade, com diversos restaurantes bacanas. Foi lá que almoçamos nesse dia, no bar/restaurante “Café Sofia”, especializado em comida espanhola.

A praia de Camps Bay não é muito grande, mas também nao pode ser considerada pequena. A faixa de areia é larga, a água cristalina e muito geleada e o mar é um pouco agitado. Quando visitamos era inverno e, apesar de fazer um dia quente, não havia praticamente ninguém pela praia. Próximo às pedras, na parte central da praia, há algumas piscinas artificiais abastecidas com água do mar, permitindo aos banhistas curtir o local com bastante segurança.

Agora que já conheço a cidade posso dizer que, se um dia eu voltar lá, possivelmente vou querer me hospedar em Camps Bay, principalmente se for verão. O clima da praia é muito agradável e o lugar é maravilhoso. Não está muito longe do centro da cidade e há várias outras praias e lugares interessantes por perto. Há diversas opções de hospedagem, desde hotéis mais caros na beira da praia  a hotéis menores e mais simples, assim como dezenas de casas para alugar.

A praia de Camps Bay

 

The Promenade

 

Almoçando no Café Sofia

 

Piscina artificial

 

Ponto de ônibus em Camps Bay

 

Camps Bay e os Doze Apóstolos

 

Cifton Beach é outra praia muito requisitada na Cidade do Cabo e apesar de não ser tão grande quanto Camps Bay é tão badalada quanto. Possui diversos prédios e casas incríveis e muitos guindates com obras a todo o vapor. Reduto de milionários, lá estão alguns dos imóveis mais caros da África do Sul. Ela é acessada pela continuação da Victoria Road, partindo de Camps Bay em direção ao centro da cidade.

A praia está dividida em quatro partes, chamadas Clifton 1, 2, 3 e 4. Elas estão uma do lado da outra e são divididas por porções de pedras. Cada uma das praias possui suas características próprias no que se refere ao público que as frequentam. A primeira praia é mais tranquila. A segunda é um publico mais familiar. A terceira é a praia dos gays e a quarta é a praia mais badalada, com a turma sarada e bronzeada.

Ao longo da Victoria Roadhá alguns bolsões de estacionamento, mas no verão não deve ser muito fácil encontrar um lugar para estacionar. A entrada para cada uma das quatro praias está devidamente sinalizada com placas. Como a rua está num nível bem mais alto que a praia, é preciso descer um conjunto de escadas íngremes para ter acesso à areia. Essas escadas são bem estreitas e parecem um labirinto entre muros e portas de entrada de várias mansões, todas vigiadas com muitas câmeras de segurança. Descemos para conhecer apenas em uma das praias, a Clifton 3, que é a menor de todas e muito bonita. Mas como era inverno, não havia ninguém por lá. Assim como em Camps Bay, a água é muito gelada.

As mansões de Clifton

 

Placas sinalizando o acesso à praia

 

O caminho para chegar nas praias

 

Clifton 3

 

 

Continuando o passeio das praias, contornando a montanha Lion’s Head e a colina Signal Hill, a próxima parada foi em Sea Point, um dos maiores e mais populosos bairros da cidade, localizado na beira do mar e que possui vida própria, com uma área urbana bem desenvolvida, repleta de bares, restaurantes, cafés e centros comerciais comérciais. É um ótimo local para ficar hospedado em Cape Town e está bem próximo do Waterfront e do centro da cidade.

Apesar de estar na beira do mar, as praias de Sea Point não possuem uma faixa de areia tão grande e nadar ou curtir o mar é um pouco mais complicado, já que lá o mar é aberto e a água mais agitada. Ao longo de toda a orla há um grande calçadão e áreas de gramado, onde muitas pessoas praticam esportes e levam as crianças para brincar. É um ótimo local para curtir o pôr do sol, assim como o calçadão de Green Point, cujas fotos eu publiquei no post ” Cidade do Cabo – Waterfront e o pôr do sol em Green Point “.

Sea Point

 

Sea Point

 

Sea Point

 

 

Seguindo pela rodovia M6, através da Beach Road, chegamos em Green Point, o último bairro antes do centro da cidade, onde já estivemos no primeiro dia para curtir o pôr do sol. Apesar de possuir uma grande área residencial, é um bairro bem agitado, com vida noturna intensa, abrigando vários bares, casas noturnas e restaurantes descolados. Também possui um grande parque urbano bem próximo ao mar.

É nesse parque que se encontra o Cape Town Stadium, o estádio de futebol da Cidade do Cabo na Copa do Mundo de 2010. Ele foi totalmente construído após a demolição do antigo estádio que ali existia, que era conehcido como Green Point Stadium. Para chegarmos até ele, inserimos no GPS o nome da rua de acesso, a Vlei Road, e paramos extamente na frente do estádio, junto aos estacionamentos. Ele é tão bonito que mais parece uma obra de arte.

A construção do novo estádio começou em março de 2007 e terminou em dezembro de 2009, seis meses antes do início da Copa. Sua capacidade durante o torneio era de 64100 espectadores e lá aconteceram oito jogos, incluindo uma das semi-finais, entre Holanda e Uruguai. O Brasil não jogou nenhuma partida em Cape Town durante a Copa, mas paritipou de um evento teste meses antes do torneio, num jogo contra a seleção de Gana, quando venceu por 1 a 0.
Após a Copa do Mundo a capacidade do estádio foi reduzida para 55000 pessoas e atualmente ele é utilizado principalmente para sediar partidas de rugby, o esporte que é paixão nacional dos sul-africanos. Também é palco para grandes eventos e shows internacionais, como o da banda U2 no início de 2011 e mais recentemente da banda Coldpay, que se apresentou na Cidade do Cabo logo depois de participar do festival Rock in Rio aqui no Brasil. Não sei se é possível fazer um tour para conhecer o interior do estádio. Antes da minha viagem procurei em vários lugares informações sobre passeios no local, mas o site oficial do estádio está há meses fora do ar e não encontrei outras opções.





O dia terminou com mais um passeio pelo shopping Victoria Wharf, que fica no VeA Waterfront, a poucos metros do estádio. Mais detalhes sobre o local no post “Cidade do Cabo dia 1”.
Posts Relacionados:
Roteiro de 5 dias na Cidade do Cabo
Cidade do Cabo – Waterfront e o pôr do sol em Green Point
Cidade do Cabo – Table Mountain, a Montanha da Mesa
Cidade do Cabo – Hout Bay, a estrada Champan’s Peak Drive e pinguins em Boulders
Cidade do Cabo – O Cabo da Boa Esperança  e Babuínos na estrada
Cidade do Cabo – Degustação de vinhos na vinícola Groot Constantia
Cidade do Cabo – Robben Island, o Jardim Botânico e pôr do sol em Signal Hill
Cidade do Cabo – Os Museus e o Centro da cidade
Cidade do Cabo – As vinícolas de Stellenbosch
Dicas de Restaurantes na Cidade do Cabo

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...