Neste post eu vou sugerir um roteiro de três dias na cidade, com base nas atrações que eu visite quando estive lá e também incluindo alguns locais que não visitei por falta de tempo e/ou vontade. No final há um mapa indicando a localização de todas as atrações mencionadas e com opções de compras e restaurantes na cidade, seguido de uma lista de links com tudo que já foi publicado sobre Joanesburgo aqui no blog.

A melhor forma de explorar a cidade é alugando um carro, pois muitas das atrações estão distantes umas das outras e o transporte público na cidade é precário. Outra forma é contratando o serviço de agências de turismo locais. Esta foi a forma que eu utilizei para conhecer Joanesburgo, através da empresa Big Six Tour Safaris. Apesar de ser uma opção um pouco mais cara, é mais cômoda e interessante, pois o guia fornece várias informações interessantes durante o passeio e você não perde tempo tentando encontrar os locais. Maiores informações sobre a agência e dados para contato estão no post “Escolhendo uma agência de passeios em Joanesburgo“.

O estádio Soccer City / FNB Stadium

 

Se você vai visitar outras cidades na África do Sul, veja as dicas da Cidade do Cabo e do aeroporto de Joanesburgo nos seguintes posts:
– Roteiro de 5 dias na Cidade do Cabo
– O aeroporto de Joanesburgo e o Gautrain, o trem de alta velocidade da África do Sul
– Conexão em Joanesburgo: o que fazer em poucas horas ou em um dia?

 

Procurando hotel em Joanesburgo? Pesquise e reserve no Booking.com

 

Você já fez o seu seguro de viagem para visitar a África do Sul?
Em parceria com Mondial Assistance, o blog oferecer aos leitores do site um desconto de 15% na compra de seguros de viagem. Clique aqui saber como efetuar a compra e pegar o seu código do cupom de desconto.

 

Dia 1

Minha sugestão para o primeiro dia em Joanesburgo é explorar as atrações que localizadas mais na região central da cidade. Uma delas é o Museu do Apartheid, que relata a história do Apartheid, um regime que assolou a população negra sul-africana durante o século XX através do princípio da segregação racial, com uma forte divisão entre brancos e negros, e marcou para sempre a história do país. Bem ao lado do museu está o Gold Reef City, um complexo que reúne cassino, um parque de diversões com montanha-russa e outros brinquedos, e um tour ao interior de uma antiga mina, chamado “Jozi’s Story of Gold”, onde o visitante visita uma escavação a mais de 220 metros de profundidade que antigamente era uma das principais minas da cidade. Não visitei o parque por falta de tempo, por isso não há nada sobre ele aqui no blog. O site oficial para mais informações é goldreefcity.co.za.

Não muito distante do museu e do parque está o distrito de Soweto, considerada a maior e mais conhecida favela da África do Sul. Com grande importância histórica e cultural, há várias atrações que podem ser visitadas, entre elas a Freedom Square and the Freedom Charter, a Nelson Mandela Family House e o Hector Peterson Museum. Há várias agências e guias que oferecem o passeio para Soweto. É a forma mais segura e interessante de visitar o local. O estádio de futebol Soccer City / FNB Stadium fica na região de Soweto e pode ser visitado através de agendamento prévio.

O centro da cidade é uma região dominada pela pobreza e violência, por isso não é aconselhável visita-lo a pé ou por conta própria. Há vários prédios abandonados e a maioria dos habitantes são imigrantes ilegais. Nesta área duas atrações se destacam: o Carlton Centre / Top of Africa, o prédio mais alto do continente africano que possui um mirante a mais de 220 metros de altura com um ótimo visual da cidade; e Constitution Hill, sede da corte constitucional sul-africana e onde se encontra a Old Fort Prison Complex, uma prisão onde milhares de pessoas foram brutalmente punidas antes da democracia voltar ao país em 1994.

Fotos e mais informações sobre o Museu do Apartheid, o estádio Soccer City, o centro da cidade e o edifício Carlton Centre podem ser encontrados no post “Joanesburgo – O centro da cidade, Museu do Apartheid e o estádio Soccer City“.

Parque Gold Reef City e o centro da cidade ao fundo

 

Dia 2

O segundo dia em Joanesburgo pode começar com um safári no Parque Nacional de Pilanesberg, o quarto maior parque da África do Sul e um dos principais locais para observação de animais no país. Ele está a pouco mais de duas horas da cidade, numa viagem de aproximadamente 150 km. Minha dica é acordar bem cedo para tentar chegar ao local no início da manhã, pois assim pode ser possível encontrar um maior número de animais. A paisagem do local é incrível e entre os animais possíveis de se avistar estão leões, elefantes, leopardos, hienas, girafas, zebras, hipopótamos, crocodilos, cães selvagems (wild dogs), gnus (wildebeest), búfalos, impalas, avestruzes, babuínos, entre vários outros.

No caminho de volta fica a cidade de Pretória, a capital administrativa da África do Sul, também conhecida como “a cidade dos jacarandás”, com milhares de árvores desse tipo espalhadas pelas ruas e avenidas. Na cidade três locais se destacam: o Union Buildings, conjunto de edifícios que formam a sede do governo sul-africano e que possui um amplo e belo jardim em sua frente, com visual panorâmico de boa parte da cidade; a Church Square, ou praça da igreja, localizada bem no coração da cidade e rodeada por vários prédios antigos e históricos; e o Voortrekker Monument, um monumento de granito muito grande localizado no alto de uma colina e que possui uma vista de toda a cidade.

Mais informações e muitos fotos do safári em Pilanesberg e também da cidade de Pretória e algumas de suas atrações podem ser encontradas no post “Joanesburgo – Tour em Pretória, Safári em Pilanesberg e visita ao resort Sun City“.

Safári em Pilanesberg

 

Union Buildings em Pretória 

 

Está gostando do roteiro?
Compartilhe-o com sues amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

Dia 3

Minha dica para o terceiro e último dia em Joanesburgo envolve três atrações muito divertidas e interessantes. As duas primeiras fazem parte do “Berço da Humanidade” ou Cradle of Humankind Heritage Site, um sítio arqueológico declarado patrimônio mundial pela UNESCO. Lá estão as Cavernas de Sterkfontein, onde um passeio guiado permite visitar o local onde foram encontrados fósseis hominídeos e de outros animais com idade superior a 4 milhões de anos. O Museu Maropeng também faz parte do sítio e abriga uma exibição focada  no desenvolvimento da vida humana e de nossos ancestrais ao longo de milhões de anos. Ingresso para essas duas atrações podem ser comprados em conjunto, com desconto. Mais detalhes e fotos podem ser encontrados no post “Joanesburgo – As Cavernas de Sterkfontein, museu Maropeng e o complexo Montecasino“.

A terceira atração do dia é a que eu mais curti quando visitei a cidade: o Lion Park, ou o parque dos leões. No local há mais de 80 leões e outros animais, como leopardos, girafas, zebras e hienas. A visita permite fazer um pequeno safári visitando campos onde os animais vivem soltos e também a área onde estão os grandes leões, entre eles o raro leão branco. E também permite aos visitantes duas experiências incríveis: entrar na jaula para brincar com os filhotes de leão e também subir numa plataforma para dar comida na boca de uma girafa. Informações completas e muitas fotos do parque podem ser vistas no post “Joanesburgo – Lion Park: na jaula com leões e alimentando uma girafa“.

Voltando para a cidade é possível fazer uma parada no Montecasino, um complexo de compras e entretenimento que fica no caminho de volta à região central de Joanesburgo. Outros centros de compras que podem ser visitados em qualquer um dos dias na cidade são o Melrose Arch e o Sandton City, o maior shopping do continente africano. Ambos são um ótimo lugar para almoçar ou jantar, pois possuem ótimos restaurantes. Mais informações em Dicas de Compras e Restaurantes em Joanesburgo.

Museu Maropeng 

 

Leão branco no Lion Park

 

Montecasino

 

Para finalizar o roteiro, segue um mapa com a localização de todas as atrações mencionadas e uma lista de links com os posts publicados anteriormente sobre a cidade de Joanesburgo.


Visualizar Joanesburgo – Roteiro em um mapa maior

 

Joanesburgo – O centro da cidade, Museu do Apartheid e o estádio Soccer City
Joanesburgo – Tour em Pretória, Safári em Pilanesberg e visita ao resort Sun City
Joanesburgo – As Cavernas de Sterkfontein, museu Maropeng e o complexo Montecasino
Joanesburgo – Lion Park: na jaula com leões e alimentando uma girafa
Escolhendo uma agência de passeios em Joanesburgo: Big Six Tour Safaris
Dicas de Compras e Restaurantes em Joanesburgo
Dica de Hotel em Joanesburgo – Radisson Blu Gautrain Hotel, em Sandton
Voando com a South African Airways de São Paulo a Joanesburgo
O aeroporto de Joanesburgo e o Gautrain, o trem de alta velocidade da África do Sul
Conexão em Joanesburgo: o que fazer em poucas horas ou em um dia?
África do Sul – Impressões gerais de Joanesburgo e Cidade do Cabo

Post Relacionado:
Roteiro de 5 dias na Cidade do Cabo

 

 

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...