As Petronas Towers são duas torres gigantes localizadas no coração de Kuala Lumpur que simbolizam o forte desenvolvimento econômico da capital da Malásia. Atualmente são consideradas as torres gêmeas mais altas do mundo e ocupam a 9ª posição entre os edifícios mais altos já construídos. Quando estive na cidade, em outubro de 2014, fiz a visita aos mirantes das torres e mostro neste post como foi o meu passeio.

Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Petronas Towers – Kuala Lumpur

 

As imponentes Torres Petronas estão localizadas no centro da cidade de Kuala Lumpur, uma região conhecida localmente por KLCC, composta por diversos edifícios comerciais, residenciais e grandes hotéis. O complexo das torres conta ainda com um grande shopping center, o Suria KLCC, que possui seis andares e mais de 400 lojas, e também o KLCC Park, um parque urbano que proporciona momentos de tranquilidade em meio ao agito da região.

O projeto das torres começou a ser desenvolvido no início de 1992 e as primeiras fundações iniciaram-se em março de 1993. Elas foram inauguradas oficialmente no dia 31 de agosto de 1999 e desde então mudaram para sempre a história de Kuala Lumpur.

Cada torre possui 88 andares e uma altura total de 452 metros. Elas possuem uma ligação através de uma passarela chamada Skybridge, que está localizada no 41º andar. Cada torre contém ao todo 29 elevadores de alta velocidade e 10 escadas rolantes. Abaixo delas, no subsolo, há mais 5 andares de garagem que comportam até 5.400 veículos.

Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Shopping center Suria junto às Petronas Towers

 

A visita aos mirantes das Petronas Towers acontece de terça à domingo, das 9:00h às 21:00h. Nas segundas-feiras a atração fica fechada para visitação. Os ingressos atualmente estão custando RM 84,40 para adultos, o que equivale a aproximadamente 70 reais.

Como a atração é muito requisitada e o número de vagas é limitado por dia e horário, eu decidi comprar meu ingresso de forma antecipada pelo site oficial * das torres para não correr o risco de não conseguir comprar no dia da visita. Escolhi um horário no final da tarde, que costuma ser o mais requisitado por causa do por do sol. No dia da visita eu descobri na bilheteria que ainda tinha ingressos disponíveis para o meu horário e também para outros horários no mesmo dia e no dia seguinte. De qualquer forma, recomendo comprar o ingresso antecipadamente, pois em determinadas épocas pode ser bem difícil de conseguir comprar no local.

Para visitar as torres eu fui a pé e cheguei lá rapidamente, pois eu estava hospedado no hotel Mandarin Oriental, localizado bem ao lado do complexo. Quem está hospedado numa área mais distante pode chegar até o local utilizando as linhas de trem e metrô, saltando na estação KLCC LRT station, que se encontra a poucos metros das torres.

* Atualmente a venda de ingressos pelo site oficial está suspensa devido a uma mudança no sistema de vendas da atração, mas em breve as vendas on-line devem voltar ao normal.

Ticket de acesso

Ticket de acesso

 

O acesso à entrada da atração Petronas Twin Towers Visit se dá por uma escada rolante no hall principal entre as duas torres. O acesso a este hall se dá tanto pelo jardim em frente às torres quanto por uma entrada direta através do shopping Suria KLCC.

Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Placa no térreo indicando o acesso à bilheteria no piso inferior

Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Início da visita às Torres Petronas

 

Ao chegar no local, fui até a bilheteria e apresentei o meu voucher da compra on-line para trocá-lo pelos tickets de entrada. Pouco tempo depois os visitantes do meu horário (18:00h) formaram uma fila e passaram pelos procedimentos de segurança e raio-x antes do início do passeio. Havia cerca de 40 a 50 pessoas no meu horário e a turma foi dividia em três grupos, identificados por crachás de cores diferentes e cada um com seu próprio guia, que acompanha os visitantes do início ao fim do passeio.

Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Hall de entrada da visita

Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Corredor de acesso

Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Mural com uma foto da vista panorâmica do alto das torres

 

A primeira etapa da visita acontece na Skybridge, uma passarela localizada no 41º andar com 58,4 metros de extensão que faz a ligação entre as duas torres. Ela é utilizada não só para facilitar a circulação entre as duas torres, mas também como uma rota de fuga em uma possível situação de emergência. Sua sustentação é feita por um par de suportes com 51 metros de comprimento cada, dotado de sistemas de rolamentos para acompanhar as possíveis oscilações das duas torres sem afetar a estrutura da ponte.

Skybridge das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Skybridge, a passarela entre as duas torres

Skybridge das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Sustentação da Skybridge

 

A visita à passarela Skybridge dura cerca de quinze minutos, tempo mais que suficiente para curtir a vista panorâmica da região central de Kuala Lumpur. Infelizmente por causa do dia cinza e chuvoso, a visibilidade no dia da minha visita estava bem prejudicada e por isso as fotos não ficaram tão boas.

Vista das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Vista da Skybridge

Vista das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Vista da Skybridge

 

Lá do alto é possível avisar melhor o belo jardim em frente às torres, o trânsito intenso de Kuala Lumpur e até mesmo algumas pessoas trabalhando nos escritórios das Petronas Towers.

Vista das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Parque em frente às torres e o trânsito de KL

Visita às Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Escritório numa das torres

 

Da Skybridge também se avista todo o KLCC Park, o belo parque do centro da cidade de Kuala Lumpur, projetado pelo brasileiro Roberto Burle Marx para fornecer um toque verde ao entorno das torres Petronas.

Vista das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

KLCC Park

Kuala Lumpur - KLCC Park

KLCC Park

 

Na passarela há uma tela interativa sensível ao toque que fornece informações sobre as torres e todos os edifícios e atrações que as rodeiam.

Visita às Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Painel interativo na Skybridge

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

A segunda etapa da visita acontece no 84º andar de uma das torres Petronas, a quase 400 metros de altura, num mirante que ocupa todo o piso e que proporciona uma vista de 360 graus da região.

Como se percebe pelas minhas fotos a seguir, o tempo ruim não me permitiu ver nada além de uma névoa muito densa. Mal dava para enxergar sequer a outra torre, a apenas 50 metros de distância.

Vista das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Neblina durante a visita

Vista das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Visibilidade prejudica no ponto alto da visita

 

Num raro momento de “sorte”, dadas as circunstâncias, a névoa deu um intervalo rápido que me permitiu fotografar a outra torre e ver de perto o seu pináculo, a estrutura localizada no topo das torres e que tem 73 metros de altura. Segundos depois o nevoeiro cobriu totalmente a visão de novo.

Vista das Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

A vista para a outra torre

 

O tempo da permanência no topo da torre nesta segunda etapa da visita é de cerca de 30 minutos e a permanência no local é obrigatória, ou seja, você não pode descer antes se quiser, é preciso esperar por todo o grupo para que os visitantes desçam de uma vez só.

Como o dia estava sem visibilidade, foi meio entediante e frustrante ter que ficar quase 30 minutos esperando sem poder curtir a vista panorâmica. Para compensar o tempo de espera, no local há maquetes, painéis interativos, telões multimídia e murais informativos, como um que compara o tamanho das torres Petornas com outros edifícios gigantes pelo mundo.

Visita às Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Comparação com outras torres

Visita às Petronas Towers - Kuala Lumpur, Malásia

Vídeo com imagens de Kuala Lumpur

 

Minha visita aos mirantes terminou ao anoitecer e depois eu aproveitei para circular pelo Suria KLCC e assistir ao espetáculo “Lake Symphony”, um show de águas dançantes na fonte do KLCC Park, bem em frente ao shopping. Apesar de eu ter gostado muito do parque, achei esse show das fontes bem fraco, não chega aos pés das Fontes de Dubai, que se encontram junto ao Burj Khalifa, o edifício mais alto do mundo, cujo relato da visita com o vídeo das fontes pode ser visto neste link.

Fonte no KLCC Park - Kuala Lumpur, Malásia

Fonte no KLCC Park

 

Vale muito a pena caminhar pelo parque do centro de Kuala Lumpur à noite para poder curtir o visual incrível das Petornas Towers iluminadas, clareando o céu da capital da Malásia.

Petronas Towers à noite - Kuala Lumpur, Malásia

Petronas Towers à noite

 

Eu gosto muito de visitar mirantes e edifícios altos e minha expectativa era grande para conhecer as Petronas Towers. Por causa das más condições climáticas eu acabei saindo frustrado pela vista, mas mesmo assim fiquei impressionado com a imponência e a estrutura das torres. É um passeio que eu indico tranquilamente para quem vai visitar a cidade e curte fotografas vistas panorâmicas. Só espero que ninguém tenha o mesmo azar que eu quanto ao tempo.

 

Você já visitou as Petronas Towers ou alguma outra torre gigante? Como foi a sua experiência?
Deixe o seu comentário no final deste post!

 

 

Posts Relacionados:
Dica de hotel em Kuala Lumpur: Mandarin Oriental
Bangkok: Nas águas do Mercado Flutuante de Damnoen Saduak
Bangkok: O inusitado Mercado do Trem de Maeklong
Hong Kong: Montanhas-russas e Pandas no Ocean Park
Hong Kong: O mirante sky100 no prédio mais alto da cidade
Como é voar na Classe Executiva da Etihad para Abu Dhabi e Cingapura

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...