Circular por Lisboa é muito fácil, pois a cidade oferece um sistema de transporte público bem completo, com vários tipos de modais que atendem a maior parte da cidade. A região central é compacta o suficiente para ser explorada a pé, mas fazer uso de algum tipo de transporte pode agilizar os deslocamentos curtos, percorrer distâncias mais longas e ajudar a enfrentar algumas ladeiras, sem falar que alguns meios de transporte centenários são importantes atrações turísticas da cidade. Veja neste post informações sobre o metrô de Lisboa, os bondes, elevadores, trens e outros meios de transporte.

Bonde de Lisboa no bairro Alfama

Bonde (eléctrico) de Lisboa no bairro Alfama

 

Este artigo faz parte de uma série de posts sobre Lisboa
Clique aqui para acessar o índice com todas as dicas da cidade

 

Para fazer uso dos transportes em Lisboa, é importante adquirir algum cartão para utilizar como bilhete. Há basicamente duas opções para os turistas: o cartão Viva Viagem e o Lisboa Card.

O Viva Viagem é um cartão recarregável que permite inserir créditos para utilizar no sistema de transporte público da cidade. O cartão tem o custo de 50 centavos de euro na primeira compra e é válido por um ano. Uma vez adquirido, basta inserir a quantidade de créditos que desejar para gastá-los no metrô, bonde, ônibus ou qualquer outro meio de transporte do sistema.

As passagens unitárias de metrô, bondes e ônibus custam 1,40 euro por viagem com o uso do cartão Viva Viagem. Existe a possibilidade de comprar um passe diário ao custo de 6 euros que permite circular à vontade pelo sistema sem a necessidade de pagar novas tarifas durante um dia.

Cartão recarregável Viva Viagem - Lisboa

Cartão recarregável Viva Viagem

 

Cartão recarregável Viva Viagem - Lisboa

Cartão recarregável Viva Viagem

 

As máquinas de auto-atendimento para adquirir e carregar o cartão Viva Viagem podem ser encontradas nas estações de trem e metrô, mas o cartão também pode ser adquirido em outros locais, como pontos de atendimento dos operadores de transporte.

Máquina para comprar bilhetes - Metrô de Lisboa

Máquina para comprar bilhetes

 

O Lisboa Card é um outro tipo de cartão que também pode ser utilizado no sistema de transportes de Lisboa. Foi este o cartão que eu escolhi nos meus três primeiros dias na cidade. Eu optei pela versão de 72 horas, que custou 39 euros, mas também há opções de 24 horas (18,50 euros) e 48 horas (31,50 euros).

O uso deste cartão permite acesso ilimitado a qualquer um dos meios de transporte da cidade durante o seu período de validade, com isso você pode andar nos metrôs, bondes, ônibus ou trens quantas vezes quiser, sem precisar recarregar o cartão. O Lisboa Card também inclui a entrada a muitos pontos turísticos da cidade e desconto em diversas outras atrações, além de outros benefícios.

Saiba todos os detalhes sobre o funcionamento deste cartão no post “Lisboa Card, o cartão turístico de gratuidades e descontos“.

Cartão Lisboa Card

Cartão Lisboa Card 72h

 

Adquira um seguro de viagem com 15% de desconto para visitar Portugal!
Clique aqui e saiba como comprar

 

 

METRÔ

O Metropolitano de Lisboa, ou apenas Metro de Lisboa, possui pouco mais de 50 estações distribuídas por quatro linhas, cada uma identificada por uma cor diferente: linha azul, linha verde, linha amarela e linha vermelha.

Mapa do metrô de Lisboa

Mapa do metrô de Lisboa (metro.transporteslisboa.pt)

 

O sistema liga a região central da cidade a bairros mais distantes de maneira rápida e eficiente, com trens modernos e estações, em geral, bem espaçosas. Há uma linha que vai até o aeroporto, facilitando a vida de turistas que chegam na cidade, permitindo ir do terminal ao centro de Lisboa de forma prática e econômica.

O bilhete do metrô custa 1,40 por viagem com o cartão Viva Viagem e é válido por uma hora, permitindo a conexão com algum outro meio de transporte da rede da cidade se for necessário. O cartão é necessário para liberar as catracas através de sensores de aproximação tanto na entrada das estações quanto na saída. Os trens operam das 6h30 à 1h00 e nas plataformas das estações há painéis indicando o tempo de espera para a passagem do próximo trem.

Metrô de Lisboa - Portugal

Metrô de Lisboa

 

A entrada das estações subterrâneas do metrô de Lisboa são, em geral, bem discretas, identificadas por um logotipo vermelho do sistema na entrada da escadaria de acesso à estação.

Entrada de uma estação de metrô na Av. da Liberdade - Lisboa

Entrada de uma estação de metrô na Av. da Liberdade

 

Na entrada das estações, mapas da rede ajudam a identificar para qual lado da plataforma você deve seguir de acordo com a estação de destino desejada.

Mapa da linha de metrô na entrada da estação - Lisboa

Mapa da linha de metrô na entrada da estação

 

No interior das estações há mapas das linhas de metrô e trem, assim como um mapa dos arredores de cada estação, identificando as ruas e os ônibus que passam próximos à ela.

Mapa do metrô na estação - Lisboa

Mapa do metrô na estação

 

Estas são as estações próximas a alguns dos principais pontos turísticos da cidade:

Aeroporto de Lisboa
– Estação Aeroporto (linha vermelha)

Praça do Comércio / Rio Tejo
– Estação Terreiro do Paço (linha azul)

Rua Augusta / Centro e bairro Chiado
– Estação Chiado (linhas azul e verde)

Praça do Rossio / Centro
– Estação Rossio (linha verde)

Praça dos Restauradores / Elevador Da Glória
– Estação Restauradores (linha azul)

Avenida da Liberdade
– Estação Avenida (linha azul)

Parque Eduardo VII
– Estação Parque (linha azul) ou Estação Marquês de Pombal (linhas azul e amarela)

Cais do Sodré / Trem para Cascais e Belém
– Estação Cais do Sodré (linha verde)

Parque das Nações
– Estação Oriente (linha vermelha)

Metrô de Lisboa - Portugal

Metrô de Lisboa

 

 

BONDES (ELÉTRICOS)

O sistema de bondes de Lisboa, lá chamados de elétricos, é o meio de transporte mais tradicional da cidade. A primeira linha surgiu há mais de um século, em 1887. As cinco carreiras (linhas) em operação atualmente percorrem cerca de 26 km de trilhos, ligando a região central da cidade a bairros mais distantes.

Assim como o metrô, a passagem tem o custo de 1,40 euro para quem faz uso do cartão Viva Viagem, válido por uma hora e com possibilidade de trocar para outro transporte da rede. As máquinas para validar a viagem encontram-se dentro do elétrico. Se a passagem for paga em dinheiro, na hora do embarque, ela vai custar 2,85 euros, por isso é interessante adquirir o cartão Viva Viagem por 0,50 euro mesmo que seja para uma viagem.

Bonde subindo a ladeira do bairro Alfama - Lisboa

Eléctrico a ladeira do bairro Alfama

 

Nas estações dos elétricos, iguais a um ponto de ônibus, há cartazes exibindo o mapa da rede, o horário de passagem dos bondes naquela estação e também o nome de todas as ruas pelas quais o bonde irá fazer uma parada.

Ponto de parada do bonde com mapa da linha - Lisboa

Ponto de parada do bonde com mapa da linha

 

A linha 28E é uma das mais turísticas da cidade. O passeio dura ao todo 40 minutos e passa por locais com históricos como a Baixa, Alfama e Graça. Este é o bonde indicado para visitar o Castelo de São Jorge e também a Catedral da Sé de Lisboa.

Bonde 28 na Praça Martim Moniz - Lisboa

Bonde eléctrico 28 na Praça Martim Moniz

 

O início do percurso do bonde 28E na região central da cidade é a Praça Martim Moniz, onde há uma estação de metrô que pertence à linha verde. Esta praça encontra-se a cerca de três minutos a pé da Praça do Rossio e da Praça dos Restauradores.

Por dois dias seguidores tentamos embarcar no 28E para fazer o passeio panorâmico, porém encontramos longas e demoradas filas, como você pode perceber pela imagem abaixo. Desistimos do elétrico e acabamos indo até o castelo a pé mesmo, uma subida um pouco cansativa, porém bem interessante devido ao grande número de edifícios históricos encontrados ao longo do caminho.

Fila para o bonde 28 na Praça Martim Moniz - Lisboa

Fila para o bonde 28 na Praça Martim Moniz

 

A linha 15E é outra bem utilizada por turistas, pois seu trajeto passa pelo centro da cidade, com uma parada em frente ao Arco da Rua Augusta, e também pelo bairro Belém, com uma parada junto à confeitaria Pastéis de Belém e outra bem próxima à Torre de Belém.

Bonde no bairro Belém - Lisboa

Bonde 15E no bairro Belém

 

Os bondes, no geral, são veículos pequenos, alguns deles com um aspecto antigo que permitem ter uma noção de como era a Lisboa de antigamente. Na linha 15E, além dos bondes pequenos também há elétricos maiores e articulados, que funcionam como um metrô de superfície ou tram.

Bonde moderno em Lisboa

Bonde moderno / tram

Interior do eléctrico moderno - Lisboa

Interior do eléctrico moderno

 

 

ELEVADORES / ASCENSORES

O Elevador de Santa Justa é um elevador vertical que realiza o transporte de passageiros entre a Rua do Ouro, na baixa do centro da cidade, e o Largo do Carmo, no bairro Chiado. Foi inaugurado em 1902 e é um dos principais cartões-postais da capital portuguesa.

O bilhete deste elevador custa 5 euros, permite duas viagens (geralmente subida e descida, ou vice-versa) e também inclui uma visita ao Miradouro de Santa Justa, um mirante localizado no ponto mais alto da estrutura do elevador, de onde se tem uma ótima vista panorâmica para a região central de Lisboa com o Castelo de São Jorge ao fundo. Quem usa o cartão Lisboa Card tem entrada liberada neste elevador.

Elevador de Santa Justa - Lisboa, Portugal

Elevador de Santa Justa

Elevador de Santa Justa - Lisboa, Portugal

Elevador de Santa Justa

Passarela de acesso ao Elevador de Santa Justa na estação superior - Lisboa

Passarela de acesso ao Elevador de Santa Justa na estação superior

Vista panorâmica do alto do Elevador de Santa Justa - Lisboa

Vista panorâmica do alto do Elevador de Santa Justa

 

O Ascensor da Glória é um bonde funicular que transporta passageiros entre a Praça dos Restauradores e o Bairro Alto desde 1885. Seu trajeto sobe a Calçada da Glória, uma ladeira íngreme que também pode ser percorrida a pé. Dois bondes operam ao mesmo tempo nesta linha, enquanto um sobe, o outro desce, sendo que no meio do caminho o trilho se divide em duas partes para que os bondes possam se cruzar. As partidas geralmente ocorrer a cada 10 ou 12 minutos.

Há outros dois ascensores bem antigos e tradicionais na cidade, mas que eu não consegui conhecer na minha viagem: o Ascensor da Bica e o Ascensor do Lavra, que também são centenários e estão localizados em ladeiras da região central de Lisboa.

O bilhete de cada ascensor custa 3,60 euros, sendo que este valor permite fazer duas viagens, uma subida e uma descida. A maquininha para validar os cartões ficam logo na escada de entrada, próxima ao operador do bonde. O Lisboa Card também permite acesso ilimitado aos ascensores.

Elevador (ascensor) da Glória - Lisboa, Portugal

Elevador (ascensor) da Glória

Elevador (ascensor) da Glória - Lisboa, Portugal

Interior do Elevador da Glória

 

O ponto de parada do Ascensor da Glória no Bairro Alto fica ao lado do Miradouro de São Pedro de Alcântara, uma praça bem agradável que também serve como um grande mirante, de onde se tem uma excelente vista panorâmica para a região central de Lisboa.

Elevador (ascensor) da Glória - Lisboa, Portugal

Parada alta do Elevador da Glória

 

Miradouro de São Pedro de Alcântara - Lisboa. Portugal

Miradouro de São Pedro de Alcântara

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as nas redes sociais utilizando os botões no canto esquerdo da tela
ou, caso esteja no celular, utilize a barra inferior para enviar também pelo whatsapp

 

ÔNIBUS (AUTOCARROS)

Além do metrô, dos bondes (eléctricos) e dos ascensores, o sistema de transporte de Lisboa também oferece dezenas de linhas de ônibus, lá chamados de autocarros. Na minha viagem eu acabei não pegando nenhum e também esqueci de fotografá-los, por isso não tenho muito o que dizer ou mostrar a respeito deles. A lista completa de linhas pode ser vista neste link do site da Carris, a empresa que administra o sistema da cidade.

 

TREM (COMBOIO)

Outro meio de transporte comum em Lisboa são os trens, lá chamados de comboios. Há quatro linhas urbanas que ligam a capital portuguesa a municípios vizinhos: linha de Azambuja, linha de Cascais, linha de Sintra e linha de Sado.

As passagens dos comboios podem ser compradas em máquinas de auto-atendimento localizadas nas estações. Os preços variam de acordo com a linha e o trecho percorrido. No site da empresa Comboios de Portugal é possível fazer simulações de trajetos e tarifas.

Portadores do Lisboa Card possuem acesso ilimitado durante o período de validade dos cartões aos trens de Sintra e Cascais, que são as duas linhas mais utilizadas pelos turistas, pois levam a importantes pontos turísticos da região.

Estação Cais do Sodré - Lisboa, Portugal

Estação Cais do Sodré

 

Em Lisboa, os trens da linha de Sintra partem das estações Oriente (linha vermelha do metrô) e Rossio (linha azul do metrô). Já os trens para Cascais partem da estação Cais do Sodré (linha verde do metrô).

Trens na plataforma da Estação Cais do Sodré - Lisboa, Portugal

Trens na plataforma da Estação Cais do Sodré

 

Na minha viagem eu peguei o trem da linha de Cascais para almoçar nas Docas de Lisboa, que ficam próximas à estação Alcântara-Mar. Em seguida peguei novamente esta mesma linha até a estação Belém para visitar as atrações do bairro Belém.

Estação Alcântara-Mar - Lisboa, Portugal

Estação Alcântara-Mar

 

 

OUTROS MEIOS DE TRANSPORTE

A empresa Transtejo realiza o transporte fluvial de passageiros pelo Rio Tejo entre Lisboa e os municípios de Almada, Barreiro e Sexial, localizados do outro lado do rio. Em Lisboa há três estações de barcos: Terreiro do Paço, Cais do Sodré e Belém.

Barco no Rio Tejo - Lisboa, Portugal

Barco no Rio Tejo

 

Na cidade também há algumas empresas privadas que oferecem o serviço de transporte em ônibus turísticos panorâmicos, como a Lisbon Sightseeing e a Yellow Bus.

Ônibus turístico panorâmico - Lisboa, Portugal

Ônibus turístico panorâmico

 

Quem busca um transporte mais rápido e privativo pode se aventurar pelas ruas da cidade num Tuk Tuk, um pequeno veículo com três rodas, oferecido por algumas empresas locais, geralmente encontrados próximos aos principais pontos turísticos e praças de grande movimento.

Tuk-tuk turístico - Lisboa, Portugal

Tuk-tuk turístico

 

Para finalizar este post, cito um último tipo de transporte que eu achei bem original e que chama muito a atenção por onde passa, o Hippotrip, um misto de ônibus e barco, que percorre um trajeto pré-definido com duas etapas, uma pelas ruas da região central de Lisboa e outra pelas águas do Rio Tejo na costa da cidade.

Ônibus-barco Hippotrip - Lisboa, Portugal

Ônibus-barco Hippotrip

 

Você já utilizou algum destes meios de transporte? Como foi a sua experiência?
Deixe um comentário no final deste post!

 

Índice de posts com todas as dicas de Lisboa

Posts Relacionados:
Onde comer em Lisboa: Dicas de Restaurantes
Lisboa: Uma tarde no Parque das Nações
Lisboa: A visita ao Cabo da Roca e a orla de Cascais
A visita ao Santuário de Fátima, em Portugal
Um café na única fábrica dos Pastéis de Belém, em Lisboa
O Aeroporto de Lisboa e transporte para a cidade
Como é voar na TAP para Lisboa e Paris

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...