O centro de Buenos Aires é a região mais frequentada por quem visita a cidade, pois lá estão alguns de seus principais pontos turísticos, como a rua Florida, a Plaza de Mayo, o Obelisco, entre tantos outros. É uma boa região para circular a pé e admirar a arquitetura com estilo europeu da cidade. Bem próximo ao centro está Puerto Madero, um dos bairros mais nobres e agradáveis de Buenos Aires. Visitei estes dois locais numa tarde de domingo e mostro neste post como foi o passeio.

Puerto Madero - Buenos Aires

Puerto Madero – Buenos Aires

 

Minha passagem por Puerto Madero e pelo centro foi uma continuação de um longo dia, onde eu já tinha visitado na parte da manhã os bairros La Boca e San Telmo, cujo relato pode ser lido no post “Buenos Aires: Um passeio no Caminito e na Feirinha de San Telmo“, e também as atrações da Plaza de Mayo, abordadas no post “Buenos Aires: A Catedral, a visita guiada à Casa Rosada e o Museo do Bicentenário“. Ao sair do museu, foi só atravessar algumas avenidas para chegar rapidamente a Puerto Madero, onde almocei neste dia.

Puerto Madero é resultado de uma renovação urbanística de um local que estava abandonado há mais de 100 anos. No século 19 surgiu a necessidade de ampliação do porto de Buenos Aires e o projeto vencedor foi de um comerciante chamado Eduardo Madero, que resolveu criar diques totalmente novos bem próximos à cidade onde havia um grande lamaçal. Pouco tempo depois de construídos, percebeu-se que o projeto era ineficiente e abaixo da capacidade necessária, com isso os 16 prédios acabaram ficando abandonados. Em 1989 a cidade começou a restauração da área, transformando um espaço decadente num dos bairros mais interessantes da cidade. Os antigos prédios e armazéns de tijolo à vista foram restaurados e tornaram-se escritórios, residências, lojas, bares, restaurantes e espaços culturais. Grandes calçadões foram criados ao longo dos diques e muitos dos maquinários do antigo porto permaneceram no local.

Prédios históricos em Puerto Madero - Buenos Aires, Argentina

Prédios históricos em Puerto Madero

Guindaste em Puerto Madero - Buenos Aires

Guindaste do antigo porto

Arranha-céus de Puerto Madero

Arranha-céus de Puerto Madero

Calçadão de Puerto Madero - Buenos Aires

Calçadão de Puerto Madero

 

Entre os vários restaurantes existentes em Puerto Madero, neste dia almocei no italiano Da Caravaggio, que fica “no outro lado” do dique, uma área com prédios mais modernos e um calçadão mais renovado. Fotos do restaurante e dos pratos podem ser vistas no post “Dicas de Restaurantes em Buenos Aires“.

Para chegar nele, cruzei os diques pela Puente de La Mujer, uma das pontes mais conhecidas de Buenos Aires e considerada um dos cartões-postais da cidade. Projetada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava com um desenho inspirado num casal dançando tango, a ponte tem 160 metros de extensão e possui uma parte central giratória sustentada por cabos de aço que pode se abrir para a passagem de embarcações.

Puente de la Mujer - Buenos Aires, Argentina

Puente de la Mujer

Puente de la Mujer - Buenos Aires, Argentina

Puente de la Mujer

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela.

 

 

Também passei por outro ponto turístico de Puerto Madero, a Fragata Sarmiento, uma embarcação que é museu flutuante e que já serviu como navio-escola da marinha, realizando dezenas de viagens de instrução para os aprendizes de marinheiros. O barco tem 85 metros de comprimento, conta com 12 canhões e 35 velas e mantém seu interior com todas as peças, objetos e mobílias originais. A entrada custa apenas 2 pesos argentinos e o barco fica aberto para visitação diariamente, das 10:00h às 19:00h.

Fragata Sarmiento - Buenos Aires, Argentina

Fragata Sarmiento

 

Entre Puerto Madero e o Rio da Prata está a Reserva Ecológica Costanera Sur, um dos maiores espaços verdes de Buenos Aires, com mais de 360 hectares. Lá estão mais de 200 espécies de aves e muitos outros  animais.É possível visitar a reserva com visitas guiadas e passeios de bicicleta. Neste dia minha passagem pelo local se resumiu apenas a uma pista de caminhada próxima dos grandes arranha-céus do bairro.

Parque próximo à reserva ecológica Costanera Sur

Parque próximo à reserva ecológica Costanera Sur

 

Além de bons restaurantes, Puerto Madero também abriga alguns dos melhores hotéis de Buenos Aires, como o Hilton Puerto Madero, o Faena Hotel e o Hotel Madero. Veja outras opções no post “Onde se hospedar em Buenos Aires: dicas de hotéis“.

Hilton Buenos Aires - Puerto Madero

Hilton Buenos Aires – Puerto Madero

 

Próximo ao dique 1, ao sul de Puerto Madero, está o Casino Puerto Madero, um cassino flutuante que funciona 24 horas por dia. E no extremo norte, próximo ao Dique 4, está o terminal da Buquebus, uma empresa de transporte marítimo que faz a ligação de Buenos Aires com as cidades uruguaias de Colonia del Sacramento e Montevidéu. A visita bate-volta a Colonia, pelo Buquebus, é uma boa dica de passeio para quem tem um dia livre em Buenos Aires e quer fazer um programa diferente. Saiba mais sobre a cidade no post “Um dia em Colonia del Sacramento“.

Cassino de Puerto Madero

Casino Puerto Madero

 

Depois de almoçar e passear em Puerto Madero, meu passeio continuou no centro da cidade. Como eu já estava muito cansado de andar o dia inteiro, peguei um táxi até a Plaza San Martín e paguei 30 pesos (R$10,00). Esta praça é, na minha opinião, a mais agradável de Buenos Aires. Ela está numa área do centro chamada de Retiro, próxima à estação de trem e é rodeada de edifícios históricos. Uma de suas características mais marcantes são os enormes jacarandás centenários. Nesta praça há um monumento em homenagem ao general San Martin e um memorial aos mortos na Guerra das Malvinas.

Na Plaza San Martín está a Torre de Los Ingleses, que foi construída em maio de 1916 para comemorar os cem anos da independência da Argentina. Ela tem este nome pois quem a mandou construir foram descendentes da rainha Elizabeth que moravam em Buenos Aires. A torre tem 60 metros de altura e conta com cinco sinos e um relógio.

Memorial na Plaza San Martin - Buenos Aires, Argentina

Memorial na Plaza San Martin

Plaza San Martin - Buenos Aires, Argentina

Plaza San Martin

Jacarandás na Plaza San Martín - Buenos Aires, Argentina

Jacarandás na Plaza San Martín

Torre de Los Ingleses - Buenos Aires, Argentina

Torre de Los Ingleses

 

Ao sair da praça caminhei pela famosa Calle Florida, uma das principais ruas de comércio da cidade. Ao longo dela é possível encontrar muitas lojas de roupas, lojas de departamento e dezenas de centros comerciais e galerias, incluindo a Galerias Pacífico, um dos principais shoppings de Buenos Aires, e que ocupa um edifício histórico, construído em 1889,  num quarteirão inteiro, na esquina da Florida com a Av. Córdoba. Veja mais detalhes da rua e do shopping no post “Dica de Compras em Buenos Aires“.

Rua Florida - Buenos Aires, Argentina

Rua Florida

Galerias Pacífico - Buenos Aires, Argentina

Galerias Pacífico

 

No retorno para o meu hotel, localizado na Av. Corrientes, ainda passei pela Av. 9 de Julio, considerada uma das avenidas mais largas do bonito. Aberta em 1936, ela possui 140 metros de largura entre as calçadas. Recentemente esta avenida foi reurbanizada e na sua parte central foi construído um grande corredor de ônibus com terminais, o que acabou diminuindo a quantidade de faixas para veículos e tirou aquela impressão de avenida muito larga. Mas recuperei uma imagem de uma viagem que fiz em 2007, quando este corredor ainda não existia, onde é possível perceber como a avenida era larga, com 7 faixas em cada sentido, além das vias marginais.

BuenosAires 0001

Av. 9 de Julio (em 2007)

No coração da avenida está outro símbolo da cidade, o Obelisco, com 67 metros de altura e que foi construído em maio de 1936 para celebrar os 400 anos da fundação de Buenos Aires. Próximo a ele está outra atração importante da cidade, o Teatro Colón, que visitei no dia seguinte, quando fiz uma visita guiada no interior do teatro. Esta visita será tema de um próximo post.

Obelisco de Buenos Aires, Argentina

Obelisco na Av. 9 de Julio

Bandeira da Argentina no centro de Buenos Aires

Bandeira da Argentina no centro de Buenos Aires

 

Posts Relacionados:
Buenos Aires: Degustação de vinhos argentinos em Palermo Soho
Buenos Aires: Show de Tango e Jantar no Tango Porteño
Os Táxis e o Metrô de Buenos Aires: preços, golpes e dicas de segurança
Câmbio em Buenos Aires: qual moeda levar e como trocar pesos argentinos
O Aeroporto de Buenos Aires Ezeiza, Duty Free e Transfer para o Hotel
Dica de guia privado que fala português em Buenos Aires
Dica de hotel em Buenos Aires: Novotel Buenos Aires

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...