Algumas das praias mais belas de Florianópolis estão localizadas no Sul da Ilha, uma região onde a natureza predomina, com praias pouco urbanizadas, muitas delas antigas colônias de pescadores que ainda preservam a história e a cultura dos nativos manezinhos da ilha. Muitas dessas praias podem ser facilmente acessadas de carro, mas algumas só podem ser visitadas através de trilhas ou de barco. Veja neste post informações, fotos e um mapa com a localização destas praias.

Praia do Campeche e a Ilha do Campeche

Praia do Campeche e a Ilha do Campeche

 

Este artigo faz parte de uma série de posts sobre Floripa e SC
Clique aqui para acessar o índice com todas as dicas da cidade

 

Veja também:
Roteiro de 5 dias nas praias de Florianópolis
Onde se hospedar em Floripa: Lagoa da Conceição e Praia Mole
Floripa: Dicas para visitar a Praia de Jurerê Internacional
A Fortaleza de São José da Ponta Grossa, em Florianópolis

 

Para chegar ao Sul da Ilha de carro há duas alternativas, partindo do Centro ou da Lagoa da Conceição. Quem está na região central da cidade deve passar o túnel Antonieta de Barros, seguir pela Via Expressa Sul e passar sobre o elevado do Trevo da Seta para acessar a Rodovia SC-405, que dá acesso ao sul da ilha. A parte inicial desta rodovia possui três faixas, sendo que a do meio é reversível, em alguns momentos está aberta no sentido praias e em outros momentos no sentido centro.

Para quem está na região da Lagoa da Conceição, o caminho é costear a lagoa pela R. Laurindo Jaunário da Silva (Costa da Lagoa) ou pela R. Ver. Osni Ortiga e depois seguir pela Rod. Antônio Luiz Moura Gonzaga para chegar na Praia do Campeche ou na Rod. SC-405.

Quem pretende visitar o sul da ilha utilizando o transporte coletivo deve pegar um ônibus no Terminal do Centro (TICEN), Terminal da Lagoa (TILAG) ou no Terminal da Trindade (TITRI) com destino ao Terminal de Integração do Rio Tavares (TIRIO), e depois, a partir deste terminal, seguir em outro ônibus cuja linha passa pela praia desejada.

Via Expressa Sul - Floripa

Via Expressa Sul – sentido praias

As três faixas da Rod. SC-405 - Floripa

As três faixas da Rod. SC-405

 

Independente da forma como você se desloca até o Sul da Ilha, a primeira praia que surge é a Praia do Campeche, a mais frequentada da região. O Campeche é uma das praias de Floripa que se tornou um bairro populoso e bem estruturado, com uma boa oferta de comércio, serviços e alimentação.

A praia do Campeche faz parte de uma extensa faixa de areia que se inicia na praia da Joaquina e termina na praia do Morro das Pedras. O mar é aberto, gelado, com ondas e costuma ficar bem mexido, principalmente em dias de vento sul, um vento bem comum na região que atinge diretamente a maioria das praias do Sul da Ilha.

O point do Campeche é uma área conhecida como Riozinho, onde há um pequeno córrego que deságua no mar. Nesta área, que costuma reunir um público mais jovem, há quadra de vôlei de praia, barracas de comes e bebes e espaço para apresentações musicais.

Em frente à praia está a Ilha do Campeche, uma ótima opção de passeio em Floripa. Ela pode ser visitada pegando um barco da associação de pescadores na praia da Armação ao custo de 50 reais por pessoa. Em breve devo publicar um post sobre este passeio.

Praia do Campeche - Floripa

Praia do Campeche

Riozinho da Praia do Campeche - Floripa

Riozinho da Praia do Campeche

Riozinho e a Ilha do Campeche - Floripa

Riozinho e a Ilha do Campeche

 

Ao sul da praia do Campeche está a Praia do Morro das Pedras, muito procurada pelos surfistas por causa de suas boas ondas. Esta praia possui um grande paredão de pedras junto ao mar, por onde passa um trecho da rodovia SC-405. É neste local que se encontra o acesso ao Mirante do Morro das Pedras, localizado junto à Casa de Retiros Vila Fátima, com uma excelente vista panorâmica da região. Veja mais informações sobre este mirante no post “Os Mirantes de Florianópolis“.

Campeche e Morro das Pedras - Floripa

Campeche e Morro das Pedras

Surfistas no Morro das Pedras - Floripa

Surfistas no Morro das Pedras

Vista do Mirante do Morro das Pedras - Floripa

Vista do Mirante do Morro das Pedras

 

Continuando pela rodovia,  a próxima praia que surge é a Praia da Armação, uma das mais antigas colônias de pescadores da ilha. É uma praia de águas geralmente mais calmas, num cenário bucólico composto por vários barcos de pescadores.

É da Armação que partem os barcos para quem vai fazer o passeio da Ilha do Campeche. O ingresso deve ser comprado na associação de pescadores do local, numa loja que fica a poucos metros da igrejinha histórica, construída em 1772.

A faixa de areia atualmente não é tão extensa, pois há poucos anos uma grande ressaca destruiu boa parte da orla da praia e uma barreira de contenção de pedras atualmente ocupa uma grande extensão da costa da Armação.

No canto direito da praia há um longo trapiche que leva até um pedaço de terra de onde é possível ter uma boa vista das praias da região. Ao lado deste trapiche há um canal que divide a Armação da sua praia vizinha.

Praia da Armação - Floripa

Praia da Armação

Barcos na Armação - Floripa

Barcos na Armação

Igrejinha da Armação - Floripa

Igrejinha da Armação

Trapiche da Praia da Armação - Floripa

Trapiche da Praia da Armação

 

Atravessando o canal da Armação chega-se à Praia do Matadeiro, que só pode ser acessada a pé, numa trilha pequena e simples. É uma das praias mais bonitas de Floripa, pois está cercada por um grande morro que ajuda a protege-la dos ventos. A praia tem águas geladas, com ondas, uma faixa de areia larga com cerca de 1 km de extensão e dispõe de alguns bares e restaurantes.

O Matadeiro tem este nome, pois antigamente, quando a caça de baleias era permitida, era neste local que os pescadores matavam-nas, com o auxílio de armadilhas produzidas por eles na praia ao lado, por isso o nome Armação.

Praia do Matadeiro - Floripa

Canal entre a praia da Armação e a praia do Matadeiro

Praia do Matadeiro - Floripa

Praia do Matadeiro

Praia do Matadeiro - Floripa

Praia do Matadeiro

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as nas redes sociais utilizando os botões no canto esquerdo da tela
ou, caso esteja no celular, utilize a barra inferior para enviar também pelo whatsapp

 

No final da rodovia surge outra tradicional colônia de pescadores, a Praia do Pântano do Sul, uma das mais distantes do centro da cidade. Com cerca de 3 km de extensão, a praia tem águas geladas e geralmente agitadas, por causa do mar aberto.

No canto esquerdo da praia há alguns bons restaurantes de frutos do mar, incluindo um dos mais conhecidos da cidade, o Bar do Arante, famoso por permitir que os visitantes colem bilhetes nas paredes do local. Saiba mais sobre este restaurante no post “O tradicional Bar do Arante, na praia do Pântano do Sul – Florianópolis“.

No final da Praia do Pântano do Sul, no canto direito, há uma estradinha que leva para a última praia acessível por carro, a pequena Praia da Solidão.

Praia do Pântano do Sul - Floripa

Praia do Pântano do Sul

Praia do Pântano do Sul - Floripa

Praia do Pântano do Sul

Praia do Pântano do Sul - Floripa

Praia do Pântano do Sul

 

Entre a praia do Matadeiro e a praia do Pântano do Sul está um paraíso escondido na Ilha de Santa Catarina, a Praia da Lagoinha do Leste, uma das poucas praias de Floripa que preservam seu aspecto natural e original sem sofrer a ação do homem. Ela faz parte do Parque Municipal da Lagoinha do Leste e só pode ser acessada por trilhas. Há duas trilhas, uma pelo Matadeiro e outra pelo Pântano, e o recomendado é fazê-las apenas com o auxílio de um guia local.

Nunca consegui visitar esta praia, mas em breve pretendo fazer a trilha da Lagoinha para poder dar todos os detalhes do passeio aqui no blog. Enquanto não consigo tirar minhas próprias fotos, pedi uma imagem emprestada para a colega Juli, do blog Mochila da Juli.

Praia da Lagoinha do Leste (fonte: mochiladajuli.com)

Praia da Lagoinha do Leste (fonte: www.mochiladajuli.com)

 

O Sul da Ilha também tem duas praias voltadas para o lado oeste da ilha. Uma delas é a Praia do Ribeirão da Ilha, formada por três pequenos trechos de areia ao longo do distrito histórico do Ribeirão da Ilha. Este bairro tem águas calmas, ideais para a prática da maricultura, por isso tornou-se o maior produtor nacional de ostras.

Esta praia não é visada por quem quer curtir o sol e o mar, mas vale a visita por causa das construções históricas e dos restaurantes. Veja mais informações no post “Floripa: Restaurantes e ostras no Ribeirão da Ilha”.

Praia do Ribeirão da Ilha - Floripa

Praia do Ribeirão da Ilha

 

A última praia, no extremo sul da Ilha de Santa Catarina, é a Praia de Naufragados, outra praia acessada somente por barco ou trilha. A trilha tem início no final da Rod. Baldicero Filomeno, estrada que atravessa o Ribeirão da Ilha. No final desta rodovia há um estacionamento e placas indicando o acesos à trilha que leva a Naufragados. É uma trilha que dura cerca de 50 minutos e tem um nível médio.

A partir da praia de Naufragados é possível avistar a Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição de Araçatuba, construída em 1744 na pequena Ilha de Araçatuba

Praia de Naufragados - Florianópolis

Praia de Naufragados

Praia de Naufragados - Floripa

Praia de Naufragados

Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição de Araçatuba - Floripa

Fortaleza de Nossa Senhora da Conceição de Araçatuba

 

Todas as praias deste post, exceto Ilha do Campeche, Lagoinha e Naufragados, podem ser visitadas no mesmo dia por quem está circulando pela ilha de carro, fazendo paradas curtas em cada uma delas. Se você quiser fazer uma parada mais longa para curtir o sol e o mar, recomendo o Riozinho do Campeche ou então a Praia do Matadeiro. E para o comer, indico os restaurantes do Pântano do Sul ou do Ribeirão da Ilha. O mirante do Morro das Pedras é parada obrigatória, pois é uma das melhores vistas panorâmicas de Floripa.

É bom alertar sobre a possibilidade de trânsito intenso e longas filas no acesso ao Sul da Ilha, principalmente nas imediações do trevo do Rio Tavares, local onde inicia-se a rodovia SC-405, que recebe veículos vindos do centro e da Lagoa. Nos finais de semana de calor e, principalmente, na alta temporada, o trânsito é intenso na parte da manhã em direção ao Sul da Ilha e a partir da metade da tarde no retorno em direção ao centro, na saída do Campeche. É preciso muita paciência para encarar o congestionamento!

 

Veja no mapa a localização das praias do Sul da Ilha mencionadas neste post, assim como a indicação dos dois trajetos para acessar esta região, partindo do centro da cidade e da Lagoa da Conceição.

 

Acesse o índice de posts com todas as dicas de Florianópolis

 

Posts Relacionados:
Roteiro de 3 dias em Floripa
Onde se hospedar no Centro de Florianópolis
Onde se hospedar em Floripa: Praia de Jurerê e Jurerê Internacional
O distrito histórico de Santo Antônio de Lisboa, em Florianópolis
Dicas de restaurantes em Floripa: Lagoa da Conceição e Barra da Lagoa

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...