Buenos Aires, a capital da Argentina, é um dos destinos internacionais mais visitados pelos brasileiros e é a escolha de muitos que viajam para o exterior pela primeira vez, pois está relativamente perto do nosso país e pode ser conhecido gastando pouco. A cidade conta com diversas atrações interessantes, muitas delas gratuitas, que podem ser visitadas em poucos dias.

Este post é uma sugestão de um roteiro de quatro dias em Buenos Aires voltado principalmente para quem viaja para a capital portenha visita pela primeira vez, mas quem já conhece a cidade também pode pegar aqui muitas dicas interessantes para as próximas visitas, já que uma viagem não é o suficiente para explorar tudo que há de bom por lá. No final do roteiro ainda há uma sugestão para três dias e dicas de passeios para quem vai ficar mais de quatro dias na cidade.

Floralis Generica - Buenos Aires, Argentina

Floralis Generica – Buenos Aires

 

Veja também outros roteiros para sua viagem:
Roteiro de 3 dias em Santiago
Roteiro de 4 dias em Montevidéu
Roteiro de 4 dias em Mendoza
Roteiro de 5 dias em Florianópolis
Roteiro de 4 dias em Balneário Camboriú

 

A maneira mais comum de se chegar a Buenos Aires é de avião. A cidade está a poucas horas de voo dos principais aeroportos do Brasil e há voos diretos, operados por companhias nacionais e estrangeiras, ligando a capital argentina a diversas cidades brasileiras. Alguns voos chegam no aeroporto doméstico da cidade, o Aeroparque, que está localizado a poucos minutos do centro  (veja detalhes no post “O Aeroporto de Buenos Aires Aeroparque: chegada, partida e conexão), enquanto outros voos tem como destino o Aeroporto Internacional de Ezeiza, que se encontra a cerca de 45 minutos do centro. Saiba como é este segundo aeroporto lendo o relato do post “O Aeroporto de Buenos Aires Ezeiza, Duty Free e Transfer para o Hotel“.

O idioma em Buenos Aires é o espanhol, mas mesmo quem não fala o idioma consegue se virar fácil por lá, já que eles estão acostumados com os brasileiros e todo mundo acaba arriscando um “portunhol”. A moeda do país é o peso argentino e ele pode ser obtido nas casas de câmbio aqui no Brasil ou da Argentina, através da troca de reais ou dólares. O câmbio paralelo é o método que vem apresentando as melhores cotações, muito superiores às casas de câmbio oficiais. Em setembro de 2013, no câmbio paralelo, um real era equivalente a 3,50 pesos, enquanto um dólar convertia 9,10 pesos. A cotação é muito instável e muda diariamente. Entenda mais sobre este assunto no post “Câmbio em Buenos Aires: qual moeda levar e como trocar pesos argentinos“.

Táxis em Buenos Aires

Táxis em Buenos Aires

 

A melhor forma de explorar a cidade é utilizando seu próprio pé, pois não há nada mais agradável que fazer uma caminhada em Puerto Madero, na Recoleta ou em Palermo. Mas quando o deslocamento envolve distâncias mais longas, os táxis são sempre bem-vindos e lá eles são muito baratos. Dependendo do destino, também é possível utilizar o Subte, o metrô de Buenos Aires. Esses dois meios de transporte requerem atenção, por isso recomendo a leitura do post “Os Táxis e o Metrô de Buenos Aires: preços, golpes e dicas de segurança“.

Se você gosta de comodidade e segurança, pode optar por contratar o serviço de um guia privado para fazer determinados passeios ou deslocamentos, como city-tour ou transfer do aeroporto, por exemplo. Neste caso, veja uma sugestão de guia no post “Dica de guia privado que fala português em Buenos Aires“.

Em relação à hospedagem, o centro da cidade geralmente é escolhido por quem visita Buenos Aires pela primeira vez. Lá estão bons hotéis como o Broadway e o Novotel, por exemplo. Outros bairros que também são muito procurados e apresentam boas opções são Puerto Madero, Recoleta e Palermo. Se você ainda não sabe onde ficar hospedado, conheça algumas alternativas no post “Onde se hospedar em Buenos Aires: dicas de hotéis“.

Obelisco de Buenos Aires, Argentina

Obelisco

 

Você já fez o seu seguro de viagem para visitar a Argentina?
Em parceria com Mondial Assistance, o blog oferecer aos leitores do site um desconto de 15% na compra de seguros de viagem. Clique aqui saber como efetuar a compra e pegar o seu código do cupom de desconto.

 

Além das dicas de passeios deste roteiro, você vai precisar conhecer bons restaurantes para almoçar e jantar e também locais para fazer compras, por isso vale a pena conferir as sugestões destes dois posts:
Dicas de Restaurantes em Buenos Aires
Dicas de Compras em Buenos Aires

 

Dia da chegada

A chegada em Buenos Aires pode acontecer de manhã, à tarde, à noite ou até no meio da madrugada, depende muito do voo que você pegar. Se o seu voo chegar a partir do final da tarde, este primeiro dia não conta no roteiro, pois não dará para fazer muita coisa. O máximo que você vai conseguir é sair para jantar ou passear em algum shopping. Caso você chegue na parte da manhã e tenha o resto do dia livre, considere este o dia da chegada como o dia 1, utilizando as dicas abaixo.

 

DIA 1

No primeiro dia em Buenos Aires a sugestão é fazer um grande passeio a pé pelo centro da cidade. O ponto de partida vai depender muito da localização do seu hotel, não é necessário seguir uma ordem definida e você pode reordenar as atrações conforme sua necessidade e interesse. Neste caso, vou considerar como ponto de partida o Obelisco.

O Obelisco é um símbolo da cidade e está localizado no centro e está localizado no centro da Av. 9 de Julio, uma das mais largas do mundo. Próximo a ele está o famoso Teatro Colón, que pode ser visitado através de uma visita guiada que ocorre diariamente das 9h às 17h. Se tiver interesse, você pode visita-lo agora ou no final da tarde. Saiba mais sobre esta visita no post “Buenos Aires: A visita guiada ao Teatro Colón“.

Teatro Colón - Buenos Aires

Teatro Colón – Buenos Aires

 

Após conhecer o Obelisco e o Teatro, caso tenha feito a visita guiada, caminhe uns 500 metros pela avenida 9 de Julio para chegar à Av. de Mayo, uma das mais importantes da cidade, que liga a sede da presidência da Argentina ao Congresso Nacional. Ao virar a esquerda nesta segunda avenida, rumo à Praça de Maio, você vai passar em frente ao Café Tortoni, um dos cafés mais antigos e tradicionais de Buenos Aires.

A Plaza de Mayo é a principal praça da cidade Ela é rodeada de edifícios históricos e de importantes pontos turísticos de Buenos Aires que podem ser visitados neste dia, como a Catedral Metropolitana e a Casa Rosada, sede do poder executivo, local onde fica o escritório da presidente da nação. É possível fazer uma visita guiada ao interior deste edifício, porém apenas aos sábados, domingos e feriados. Caso este primeiro dia seja um dia de semana, tente voltar à Casa Rosada no final de semana para fazer esta visita, que é bem interessante.

Outro local que você pode visitar, em qualquer dia da semana, é o Museo del Bicentenario, onde estão expostos diversos objetos que fizeram parte da história dos ex-presidentes da Argentina. A entrada é gratuita e o acesso se dá pela rua lateral à direita da Casa Rosada.

Veja mais informações sobre as atrações da Praça de Mayo no post “Buenos Aires: A Catedral, a visita guiada à Casa Rosada e o Museo do Bicentenário“.

Fachada da Catedral Metropolitana de Buenos Aires - Argentina

Fachada original da Catedral Metropolitana

Casa Rosada - Buenos Aires, Argentina

Casa Rosada

 

Saindo da praça, caminhe pela Av. Diagonal Norte, próxima à Catedral, até a Calle Florida, a rua de comércio mais famosa da cidade. A Rua Florida (não confundir com Flórida) tem cerca de um quilômetro de extensão e ao longo dela é possível encontrar dezenas de lojas, galerias, centros comerciais, lojas de departamento e o tradicional shopping Galerias Pacífico.

Depois desta longa caminhada você pode terminar o passeio pelo centro de Buenos Aires na Plaza San Martín, uma bela praça localizada no final da Rua Florida.

Saiba mais sobre os pontos turísticos do centro de Buenos Aires no post “Buenos Aires: Uma tarde em Puerto Madero e no centro da cidade“.

Rua Florida - Buenos Aires, Argentina

Rua Florida

Plaza San Martin - Buenos Aires, Argentina

Plaza San Martin

 

Nesta primeira noite, ou em qualquer uma das outra, você pode assistir a um espetáculo de Tango. Há várias casas que oferecem este show e muitas vezes e ele pode ser acompanhado de um jantar. Veja uma sugestão no post “Buenos Aires: Show de Tango e Jantar no Tango Porteño“.

 

Está gostando do roteiro? 
Compartilhe-o com seus amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela.

 

DIA 2

O segundo dia deste roteiro é dedicado aos bairros Puerto Madero e Recoleta e você pode visitar um na parte da manhã e o outro na parte da tarde, a ordem fica a seu critério. O deslocamento entre os dois bairros pode ser feito de táxi e a corrida não vai custar muito.

Em Puerto Madero você pode caminhar ao longo quatro diques, admirando a arquitetura dos prédios antigos de um lado e dos arranha-céus modernos do outro. Entre as atrações do local estão a Puente de La Mujer, uma bela ponte sobre o canal, e a Fragata Sarmiento, uma antiga embarcação que virou um museu náutico. Não deixe de tomar um sorvete na Freddo e também de conhecer alguns dos ótimos restaurantes que estão nesta área, seja neste dia para o almoço ou em qualquer outro dia para o jantar.

Veja mais informações no início do post “Buenos Aires: Uma tarde em Puerto Madero e no centro da cidade“.

Puerto Madero - Buenos Aires

Puerto Madero – Buenos Aires

 

Na Recoleta o passeio pode começar pela El Ateneo Grand Slendid, uma tradicional livraria da cidade localizada no interior de um antigo teatro. Este local é apenas para matar a curiosidade e tirar umas fotos, caso você não tenha interesse, comece o passeio na próxima atração.

Em seguida você precisa visitar o Cemitério da Recoleta, um dos principais pontos turísticos de Buenos Aires. É um cemitério pequeno, bonito e lá estão sepultados vários ex-presidentes, militares, artistas e personalidades argentinas, incluindo Eva Perón, a famosa Evita.

Cemitério da Recoleta - Buenos Aires, Argentina

Entrada do cemitério

 

Ao lado do cemitério está o Buenos Aires Design, um shopping voltado para artigos de casa e decoração e que possui bons restaurantes. Se você gosta de museus, pode atravessar a Plaza Francia, em frente a este shopping e visitar o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), que abriga a mais importante coleção de arte argentina, com obras de artistas locais e também internacionais, como os conhecidos Monet, Van Gogh, Picasso, entre outros.

Atrás do museu, na Av. Pres. Figueroa Alcorta, está o belo prédio da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires e ao lado deste edifício está a Plaza Naciones Unidas, que possui em seu centro um dos símbolos da cidade, a Floralis Generica, uma gigante flor de metal, cuja imagem pode ser vista no início desta página.

Se ainda sobrar tempo, você pode continuar o passeio seguindo por esta avenida em frente à flor de metal de táxi ou a pé até o Museu de Arte Latinoamericano de Buenos Aires, o MALBA, um museu de arte moderna com obras de artistas de vários países da América Latina, incluindo alguns brasileiros. Próximo ao museu está o shopping Paseo Alcorta, que também pode ser visitado.

Outra atração nesta área é o Jardim Japonês, um jardim privado com acesso pago que conta com mais de 350 espécies de plantas nativas do Japão. Caso não dê tempo de visita-lo neste dia, você pode deixar para a manhã do dia seguinte, caso tenha interesse em conhecê-lo.

Veja mais detalhes sobre as atrações da Recoleta no post “Buenos Aires: Um passeio da Recoleta à Palermo“.

Jardim Japonês - Buenos Aires, Argentina

Entrada do Jardim Japonês

 

DIA 3

O terceiro dia é um passeio no bairro Palermo e você pode começa-lo pegando um metrô até a Plaza Italia. Lá você pode visitar o Zoo de Buenos Aires, um zoológico pequeno e agradável onde estão dezenas de espécies de animais, como girafas, ursos, elefantes, macacos, aves, entre outros. Ao lado do zoo está o Jardim Botânico de Buenos Aires e nesta área ainda há o Museu Evita, na rua Lafinur 2988.

Em seguida você pode pegar um táxi ou caminhar cerca de 1,5 km até a Plaza Julio Cortazar, também conhecida como Plaza Serrano, uma pequena praça redonda no coração de Palermo Soho, rodeada de cafés e restaurantes. Esta área do bairro é muito agradável, possui muitas boas opções de alimentação e também de compras, com lojas de marcas nacionais e internacionais.

Após caminhar pelas ruas de Palermo Soho você pode visitar as lojas outlets da região da Av. Córdoba e também as lojas de couro de Villa Crespo, numa região compreendida entre as avenidas Córdoba e Corrientes. Como as compras podem demorar, não há mais nada para se visitar neste dia, mas se sobrar tempo você pode voltar ao centro e fazer a visita ao Teatro Colón, caso ainda não tenha feito, ou ainda conhecer algum outro shopping da cidade.

Palermo Soho - Buenos Aires, Argentina

Lojas em Palermo Soho

 

DIA 4

A sugestão para o quarto e último dia deste roteiro é começar o passeio no bairro La Boca, com uma visita ao Caminito, uma pequena vila colorida localizada no antigo bairro portuário da cidade, considerada um museu a céu aberto, com pinturas, esculturas, mosaicos, apresentações de tango, bares, restaurantes e lojinhas de souvenirs.

Se você gosta de futebol, pode aproveitar a ida a este bairro para visitar o estádio La Bombonera, do time de futebol Boca Juniors. O estádio fica a apenas três quadras do Caminito, possui um museu e oferece uma visita guiada pelas suas dependências.

Em seguida, pegue um táxi e vá até as proximidades da Plaza Dorego, no bairro San Telmo, para conhecer a feirinha de artesanato mais tradicional da cidade, que se estende por mais de 10 quarteirões ao londo da Calle Defenssa. O ideal é que este passeio seja feito num domingo, pois é o único dia em que a Feira de San Telmo acontece, mas caso não consiga visita-lo neste dia, pode tentar em qualquer outro, pois a caminhada por esta rua permite sentir um pouco do clima antigo do bairro, que possui centenas de antiquários espalhados por suas ruas.

Veja mais informações sobre estas atrações no post “Buenos Aires: Um passeio no Caminito e na Feirinha de San Telmo“.

Caminito - Buenos Aires

Casas coloridas no Caminito

Calle Defensa - Buenos Aires

Calle Defensa

 

Como este é o último dia, é bem possível que você já tenha que pegar o voo de volta para o Brasil após o almoço. Mas caso seu voo seja bem tarde, você ainda pode aproveitar a tarde para passear novamente em Puerto Madero ou pelo centro da cidade para fazer aquelas comprinhas de última hora.

 

Roteiro de 3 dias

Caso você tenha apenas três dias para conhecer a cidade, segue uma sugestão resumida de roteiro, com base nas dicas já mencionadas acima.

Dia 1 – Centro e Puerto Madero
Dia 2 – Recoleta e Palermo
Dia 3 – La Boca, San Telmo e Plaza de Mayo

 

5 ou mais dias

Caso sua visita a Buenos Aires dure mais que quatro dias, há vários outros programas interessantes para preencher seus outros dias na cidade. São passeios mais longos, que podem durar um dia inteiro, por isso não foram sugeridos no roteiro de 4 dias, já que exigem mais tempo disponível.

Um desses passeios é uma visita ao Zoo Luján, um zoológico localizado a cerca de uma hora de Buenos Aires, famoso por permitir o contato dos visitantes com os animais. É possível entrar na jaula de leões e tigres, dar comida para elefantes e ver muitos outros bichos. Você pode ir até lá de carro ou de ônibus e se for bem cedo pode até sobrar um tempo à tarde para fazer outros passeios. Veja as fotos, preços e dicas de como se deslocar até o zoo no post “Buenos Aires: Leões e Tigres na visita ao Zoo Luján“.

Leão no Zoo Luján - Buenos Aires

Leão no Zoo Luján

 

Outra sugestão é cruzar o Rio da Prata e passar o dia em Colonia del Sacramento, no Uruguai. Esta cidade histórica é a única cidade uruguaia colonizada pelos portugueses e seu centro histórico preserva muitas construções com características originais. É um local pequeno e muito agradável para passar o dia. Para chegar lá é preciso pegar o barco da empresa Buquebus, cujo terminal fica em Puerto Madero. Ela oferece várias ligações diretas entre Buenos Aires e Colonia que permitem fazer um bate-volta, indo de manhã e voltando no final do dia. Veja como é a cidade no post “Um dia em Colonia del Sacramento“.

Portón de Campo – Colonia del Sacramento, Uruguai

Portón de Campo – Colonia del Sacramento, Uruguai

 

Se você gosta de vinhos, fala ou entende espanhol e/ou inglês, pode fazer uma degustação de vinhos argentinos em Palermo Soho. A empresa Anuva Wines oferece esta degustação de vinhos produzidos na região de Mendoza, em sessões privadas, com reserva antecipada, onde é possível provar cinco tipos de vinhos, acompanhados de petiscos e de muita informações interessantes. Saiba mais sobre esta degustação no post “Buenos Aires: Degustação de vinhos argentinos em Palermo Soho“.

Outro programa que pode ser bem interessante é uma visita ao município de Tigre, localizado às margens do rio Tigre, a cerca de 30 km do centro de Buenos Aires. É possível chegar lá de carro ou de trem e entre suas atrações há um parque de diversões, museus, restaurantes, lojinhas e passeios de barco pelo delta do Tigre.

Bandeira da Argentina no centro de Buenos Aires

Bandeira da Argentina no centro de Buenos Aires

 

Se a sua passagem pela Argentina for muito longa, tipo coisa de 10 dias, vale a pena reservar metade desse tempo para conhecer o Uruguai, visitando as cidades de Montevidéu, Colonia del Sacramento e Punta del Este. Para informações sobre estes destinos, recomendo a leitura do Roteiro de 4 dias em Montevidéu ou então a página índice de dicas do Uruguai.

 

Para finalizar este roteiro, veja no mapa a localização de todas as atrações turísticas de Buenos Aires citadas nesta página. Para facilitar a distribuição dos passeios, cada um dos quatro dias está com uma cor diferente de pinos no mapa.

 


Visualizar Roteiro de 4 dias em Buenos Aires em um mapa maior
 

 

Obelisco de Buenos Aires

Obelisco de Buenos Aires

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...