Quem visita Mendoza geralmente está interessado nas vinícolas, nos restaurantes e no passeio das montanhas, mas vale a pena reservar algumas horas no roteiro para passear pelo centro da cidade e conhecer alguns de seus principais pontos turísticos, como a Plaza Independencia, o Parque General San Martín e o Cerro de La Gloria. Visitei estes locais durante um rápido city-tour no meu segundo dia na cidade e mostro nesse post como foi o passeio.

Brasão da cidade na Plaza Independencia - Mendoza, Argentina

Brasão da cidade na Plaza Independencia

 

Este artigo faz parte de uma série de posts sobre a Argentina
Clique aqui para acessar o índice com todas as dicas de Buenos Aires e Mendoza

 

Veja também:
Roteiro de 4 dias em Mendoza
Onde se hospedar em Mendoza: dicas de hotéis
As principais vinícolas de Mendoza: dicas para a visitação
Como chegar e circular em Mendoza: o aeroporto e meios de transporte

 

No meu primeiro dia na cidade, antes mesmo do city-tour que fiz no dia seguinte, visitei a Plaza Independencia, a principal praça de Mendoza, localizada no coração cidade. Ela é tão grande que muitas pessoas a chama de parque, ocupa uma área quadrada com 200 metros de extensão em cada lado, num espaço equivalente a quatro quarteirões unidos. Foi fundada em 1861 para marcar o centro da nova cidade após um grande terremoto que devastou a antiga cidade de Mendoza.

A praça é um local de passagem obrigatória para quem visita a cidade. Acho que passei por ela praticamente todos os dias da minha viagem, seja durante o dia ou à noite. No centro da praça há uma grande fonte com águas dançantes, porém sem música. Próximo a ela está o Museu Municipal de Arte Moderna, cuja entrada é gratuita. Neste museu vi uma exposição temporária de gravuras do artista Pablo Picasso.

Fonte na Plaza Independencia - Mendoza, Argentina

Fonte na Plaza Independencia

Fonte na Plaza Independencia - Mendoza, Argentina

Fonte na Plaza Independencia

Plaza Independencia - Mendoza, Argentina

Plaza Independencia

Museu Municipal de Arte Moderna - Mendoza, Argentina

Museu Municipal de Arte Moderna

 

Entre as outras atrações da praça também há um palco para apresentações artísticas, onde vi um humorista fazendo a alegria das crianças, e uma feirinha de artesanato bem organizada, ótima para quer levar para casa uma recordação de arte andina.

Plaza Independencia - Mendoza, Argentina

Teatro infantil

Plaza Independencia - Mendoza, Argentina

Feirinha

 

A Plaza Independencia faz parte de um conjunto de cinco praças no centro de Mendoza. As outras quatro praças (Plaza Italia, Plaza Chile, Plaza España e Plaza San Martín) encontram-se a duas quadras dela, em suas diagonais. Olhando o mapa é como se elas formassem o número cinco de um dado, com a Plaza Independencia sendo o ponto central. Cada uma dessas quatro praças possui um estilo diferente e elas ocupam um espaço equivalente a um quarteirão, um quadrado com 100 metros de cada lado.

Plaza Chile - Mendoza, Argentina

Plaza Chile

 

Da Plaza Independencia partem várias vias importantes da cidade. Uma delas é a Av. Sarmiento, bem de frente para o brasão da cidade, onde há vários hotéis e restaurantes. Foi nesta avenida que presenciei um evento tipo local, uma degustação de vinhos ao ar livre na semana da Festa da Vendimia, assunto do post “A Mega Degustação de vinhos da Vendimia nas ruas de Mendoza“.

Av Sarmiento - Mendoza

Av Sarmiento

 

No lado oposto da praça está o Peatonal Sarmiento, ou Paseo Sarmiento, um grande calçadão arborizado que se estende por três quadras, com muitas lojas, restaurantes e cafés, um local bem agradável para dar uma caminhada no final da tarde.

Calçadao Peatonal Sarmiento - Mendoza, Argentina

Calçadao Peatonal Sarmiento

 

A grande maioria das ruas do centro de Mendoza é bem arborizada, com arvores altas que muitas vezes cobrem a rua inteira, garantindo muita sombra e ar fresco nos dias quentes de verão.

Rua no centro de Mendoza - Argentina

Rua no centro de Mendoza

 

Todas as ruas e avenidas da cidade possuem canaletas largas e geralmente abertas entre a via e a calçada. Elas fazem parte de um engenhoso sistema de comportas e canais que ajudam a irrigar as plantas e vinhedos da cidade com as águas do Rio Mendoza.

Canaleta na calçada de Mendoza

Canaleta na calçada

 

Você já adquiriu um seguro viagem para visitar a Argentina?
Clique aqui para saber como comprar o seu com 15% de desconto!

 

O city-tour que realizei no segundo dia com o guia Ezequiel, da agência Nossa Mendoza, durou cerca de três horas e começou com um passeio de carro pelas ruas da cidade. Como eu já tinha visitado a Plaza Independencia por conta própria no dia anterior, não fizemos uma parada nela, mas passamos pelas cinco praças para que o guia pudesse nos contar um pouco da história do local. Também passamos pelo bairro cívico, onde está o imponente edifício do governo do estado de Mendoza e o prédio da prefeitura do município.

No último andar do edifício da prefeitura de Mendoza há um mirante, o Terraza Mirador, que permite ter uma vista 360 graus da região. A entrada é gratuita e ele funciona de segunda à sexta das 9:00h às 14:0hh e nos sábados e feriados das 10:o0h às 13:00h. Como passei pelo local num sábado à tarde, não consegui visitar o mirante.

Edifício do governo de Mendoza

Edifício do governo de Mendoza

 

Depois de passear no centro da cidade, o tour continuou pela Avenida Emilio Civit, onde paramos para recarregar as energias num café típico argentino, e depois seguimos em direção ao portão principal do Parque General San Martin, que se encontra no final desta avenida.

Av Emilio Civit - Mendoza

Av Emilio Civit

Portão do Parque General San Martín - Mendoza, Argentina

Portão do Parque General San Martín

 

O Parque General San Martin é um dos maiores parques urbanos da Argentina, ocupa uma área de mais de 300 hectares e foi construído há pouco mais de um século num espaço onde não havia nenhuma das árvores que existem atualmente. A região em que se encontra a cidade de Mendoza antigamente era um grande deserto, com vegetação típica do clima árido. Todas as árvores do parque foram trazidas e plantadas pelo homem, assim como todas as outras árvores da cidade, formando um verdadeiro oásis em pleno deserto.

Há várias ruas e avenidas no interior do parque. Uma das que  mais chamam atenção é Avenida del Libertador, uma longa via acompanha por árvores em toda sua extensão, projetada por um paisagista francês para se parecer com a famosa Champs Elysees de Paris.

Av. del Libertador - Mendoza, Argentina

Av. del Libertador

 

No inteiror do parque há uma grande fonte, a Fonte dos Continetes (Fuente de los Continentes), e próximo a ela há um grande lago artificial, com pouco mais de um quilômetro de extensão, 100 metros de largura e 2 metros de profundidade.

Parque General San Martin - Mendoza, Argentina

Fuente de los Continentes

Parque General San Martin - Mendoza, Argentina

Lago no parque

 

O parque é um verdadeiro jardim botânico, com centenas de espécies de plantas do mundo inteiro. Em sua área há várias construções esportivas, como um clube hípico, um clube de remo, um estádio de futebol, um campo de gole, um velódromo, e outros edifícios, como uma escola, uma universidade, um teatro e um museu.

Parque General San Martin - Mendoza, Argentina

Rua no parque

Parque General San Martin - Mendoza, Argentina

Rua no interior do parque

 

Neste dia aconteceu um faço inusitado. Havia chovido muito durante a semana, algo incomum na cidade, que costuma registrar apenas 200 mm de chuva no ano inteiro. Na manhã deste dia a chuva também tinha sido forte e o solo do parque estava encharcado, o que acabou ocasionando a queda de uma árvore gigantesca em cima de uns carros próximo ao clube de remo. Presenciamos, a uma certa distância, o exato momento em que a árvore caiu, foi assustador. Logo fomos até o local, que encheu de curiosos, para ver o tamanho do estrago. Três veículos foram atingidos e o proprietário de um deles ficou desesperado, pois o seguro não cobre este tipo de estrago.

Árvore caída no Parque San Martin

Árvore caída no Parque San Martin

Veículos destruídos pela árvore

Veículos destruídos pela árvore

 

Depois de passearmos pelas ruas do parque fomos até o Cerro de La Gloria, um morro que também faz parte do Parque General San Martín e que possui um grande monumento no seu ponto mais alto. A estrada que dá acesso ao Cerro se inicia próximo ao Zoológico de Mendoza, que eu não visitei porque não tive interesse. Meu guia me falou que o zoo não é muito bom, tem um aspecto velho e mal cuidado.

Acesso ao Cerro de La Gloria - Mendoza, Argentina

Acesso ao Cerro de La Gloria

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as nas redes sociais utilizando os botões no canto esquerdo da tela
ou, caso esteja no celular, utilize a barra inferior para enviar também pelo whatsapp

 

No topo do Cerro de La Gloria está o Monumento ao Exército dos Andes (Monumento ao Ejército de los Andes), uma obra em homenagem ao General San Martín realizada pelo artista uruguaio Juan Manuel Ferrari. A base foi feita com pedras trazidas da Cordilheira dos Andes e todas as esculturas, ricas em detalhes, são de bronze. Ao centro está a figura do general montado em seu cavalo. Ao redor do monumento as outras esculturas representam o exército que cruzou a cordilheira com o general e também momentos marcantes dessa travessia.

Cerro de La Gloria - Mendoza, Argentina

Cerro de La Gloria

Cerro de La Gloria - Mendoza, Argentina

Monumento no Cerro de La Gloria

Cerro de La Gloria - Mendoza, Argentina

Detalhes do monumento

Cerro de La Gloria - Mendoza, Argentina

Lateral do monumento

Cerro de La Gloria - Mendoza, Argentina

Escultura representando a liberdade no topo do monumento

Cerro de La Gloria - Mendoza, Argentina

Vista do alto da escadaria

 

Na descida do Cerro de La Gloria a cidade é possível ver o Teatro Grego Frank Romero Day, onde acontece todos os anos, no primeiro sábado do mês de março, o Ato Central da Festa Nacional da Vendimia. Neste dia em que passei por lá o palco estava sendo montado para o grande espetáculo que iria acontecer alguns dias depois.

Teatro Grego Frank Romero Day - Mendoza, Argentina

Teatro Grego Frank Romero Day – Mendoza

 

No retorno fizemos uma última parada num mirante com vista panorâmica para toda a região central de Mendoza. Foi possível perceber que o centro da cidade não é tão grande, tem poucos prédios altos e que é dominado por árvores e espaços verdes.

Vista panorâmica de Mendoza - Argentina

Vista panorâmica de Mendoza

Vista panorâmica de Mendoza - Argentina

Zoom nos prédios do centro da cidade

 

 

Acesse o índice de posts com todas as dicas de Mendoza

 

Posts Relacionados:
Dicas de Restaurantes e Compras em Mendoza
Como é voar com a Aerolineas Argentinas para Buenos Aires e Mendoza
Dica de agência em Mendoza com guias que falam português
Mendoza: A visita com degustação de vinhos na Pulenta Estate
Mendoza: As vinícolas do Valle de Uco – Andeluna e Salentein
Mendoza: Degustação de espumantes e almoço na Bodega Chandon
Mendoza: A degustação de vinhos em etapas na Bodega Norton
Mendoza: O passeio nas montanhas da Cordilheira dos Andes

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...