Na minha viagem a Cancún e Playa del Carmen eu optei por visitar as atrações por conta própria com um carro alugado para poder ter mais liberdade e autonomia nos meus passeios, sem depender de empresas de turismo locais ou de transporte público. Neste post apresento um relato detalhado desta experiência, falando sobre como fiz a reserva, como funciona o aluguel e também como é dirigir nas rodovias a áreas urbanas da região.

Avenida na Zona Hoteleira de Cancun

Avenida na Zona Hoteleira de Cancun

 

Veja também:
Roteiro de 7 dias em Cancun e Playa del Carmen
Onde ficar em Cancun e Playa del Carmen: dicas de hoteis
Dicas de Câmbio em Cancun e Playa del Carmen
Onde fazer compras em Cancun e Playa del Carmen

 

A primeira pergunta que você pode fazer ao ler este post é se realmente é necessário alugar um carro em Cancun. Eu diria que depende muito do seu perfil de viajante, do seu orçamento e das atividades que você programou para sua viagem.

Se você está pensando em fazer uma viagem econômica ou se o seu roteiro se resume basicamente a ir a um resort e ficar por lá curtindo a piscina e a praia, sem passeios adicionais, a resposta é não, você não vai precisar de um carro. Neste cenário, caso queira visitar alguma atração mais distante você pode utilizar o transporte público ou contratar o serviço de alguma agência local.

Agora caso você pretende fazer muitos passeios além de ficar no hotel, eu diria que vale a pena sim alugar um carro e aventurar-se por conta própria pelas estradas de Cancun e da Riviera Maya, sem ficar engessado aos horários restritos dos passeios contratados com agências de turismo da região, visitando as atrações no seu ritmo.

Fox Rent a Car / Mex Rent a Car

O Nissan Tiida alugado em Cancun

 

Antes da minha viagem pesquisei os preços em muitos sites de locadoras que atuam em Cancun. Acessei várias delas e a diferença de preço variava bastante de uma para outra, chegou a ser confuso e difícil de decidir. A diferença geralmente está relacionada ao valor do seguro, algumas locadoras não incluem o valor do seguro e mostram somente o valor da locação, o preço fica baixo e muito atrativo, aí quando você vai retirar o carro toma um susto, pois acha que o valor era um, mas na verdade é outro porque precisa ser adicionado o valor do seguro, que é obrigatório, ao valor da locação.

Acabei optando por fazer a minha reserva pelo site RentalCars, que pertence ao mesmo grupo do site de reservas Booking.com. Este site pode ser visualizado em português e apresenta um resultado de buscas bem detalhado e explicativo, com todas as informações referes ao aluguel, mencionando quando o seguro já está ou não incluído no valor final da reserva.

Entre as várias opções de resultado, optei por um carro da categoria “compacto” da locadora Mex Rent a Car, que também atende pelo nome de Fox Rent a Car. O veículo escolhido, um Nissan Tiida Sedan, tinha câmbio automático e ar-condicionado, item indispensável na região devido ao forte calor que costuma fazer. O valor da locação para sete diárias foi de 212 dólares e este valor foi descontado do cartão de crédito no momento em que a reserva foi concluída e processada. Apesar da cobrança, havia um aviso de cancelamento grátis, isto é, eu poderia desistir da reserva até um pouco antes da véspera da viagem e o valor seria estornado de volta no meu cartão.

A Mex/Fox Rent a Car é uma das várias locadoras presentes no Aeroporto Internacional de Cancun. O guichê de muitas delas já se encontra no setor de desembarque, próximos às esteiras de bagagens. Fui até o balcão da minha locadora, mostrei a minha reserva e o atendente me orientou a aguardar pela van da empresa no lado de fora do terminal. Esta van me levou até o escritório da locadora, que fica dentro do complexo aeroportuário, para eu pegar o meu veículo.

Aeroporto Internacional de Cancún - México

Van da locadora na área externa do aeroproto

 

Ao chegar na locadora aguardei cerca de meia hora para fazer a retirada do veículo. Foi passado no cartão de crédito uma pré-autorização de franquia no valor de 1.200 dólares para descontar de eventuais danos ao veículo durante a locação. Na devolução esta pré-autorização foi cancelada, já que não houve necessidade de usar a franquia.

Quando fiz a reserva pelo RentalCars o site havia me apresentado duas opções: a que eu escolhi, no valor de 212 dólares e com a franquia que eu acabei de mencionar; e uma opção sem franquia, onde eu teria que pagar mais 142 dólares, além do valor da locação, para eliminar a necessidade de passar uma pré-autorização de franquia na retirada.

Não foi preciso fazer nenhum pagamento neste dia, pois a reserva já estava paga. Assinei o contrato da locação e fui até o veículo para fazer a inspeção juntamente com um funcionário da empresa, uma verificação de arranhões e do estado do veículo. Tudo foi anotado numa guia, com a qual fiquei com uma cópia. O tanque de gasolina é entregue cheio e também precisa ser devolvido cheio para não haver nenhuma cobrança extra.

O contrato de locação é como se fosse o documento do veículo durante o tempo em que você estiver com o carro alugado. Caso você seja parado pela polícia, basta mostrar este contrato da locadora. Quando à carteira de motorista, a nossa CNH é válida no México e precisa ser apresentada na retirada do veículo, pois a locadora faz uma cópia deste documento, assim como o passaporte.

Escritório da Fox Rent a Car / Mex Rent a Car junto ao aeroporto de Cancun

Escritório da Fox Rent a Car / Mex Rent a Car junto ao aeroporto de Cancun

Local para retirada e devolução do veículo

Local para retirada e devolução do veículo

 

Está gostando das dicas?
Compartilhe-as com sues amigos nas redes sociais
utilizando os botões coloridos no canto esquerdo da tela

 

A gasolina no México é como no Brasil, comum e aditivada, mas lá elas são chamadas de 75 octanos e 95 octanos, respectivamente. Todos os postos que eu encontrei eram a PeMex, a uma empresa estatal mexicana. O litro da gasolina comum (75 octanos) estava custando por volta de 13,50 pesos mexicanos, o equivalente a cerca de 3 reais. Para encher um tanque de 50 litros o tanque era de 675 pesos, aproximadamente 150 reais.

A devolução do veículo é feita no mesmo local em que ele foi retirado. Na rodovia de acesso ao aeroporto há várias placas de Car Rental Return, com o nome de todas as locadoras, indicando o caminho certo para se chegar até elas.

Quando cheguei no escritório da Mex/Fox Rent a Car, entreguei meu contrato e o atendente inspecionou se havia algum dano no veículo e como estava o nível de combustível. Ao constatar que estava tudo certo, ele me deu um vooucher de “nada consta” e fui até o balcão de check-out, onde foi cancelada a pré-autorização de 1200 dóalres que havia sido feita na retirada. Ao finalizar a devolução, dispensei a van da locadora e optei por ir caminhando até o terminal, pois ele fica bem em frente Mex/Fox, a menos de 100 metros de distância.

Placa indicando os locais de devolução das locadoras no acesso ao Aeroporto de Cancun

Placa indicando os locais de devolução das locadoras no acesso ao Aeroporto de Cancun

 

Dirigir nas estradas da Riviera Maya é muito tranquilo. A região é plana e as estradas são muito boas. Uma coisa que me chamou bastante atenção foi a grande quantidade de placas de sinalização, que indicam só as cidades da região como também as principais atrações turísticas.

Quando cheguei em Cancun, peguei meu carro e fui direto para Playa del Carmen, onde fiquei por quatro dias. A distância entre elas é de aproximadamente 60 km, numa viagem com quase uma hora de duração. A estrada que liga as duas cidades é chamada de Carretera Cancun-Tulum e é praticamente em linha reta, com suaves curvas.

É nesta mesma rodovia que ficam algumas das principais atrações turísticas da região, como os parques Xcaret e Xel-Ha, o teatro Cirque du Soleil e a zona arqueológica de Tulum. É bom lembrar que alguns destes deslocamentos são longos. De Cancun a Tulum, por exemplo, são quase duas horas de viagem. As ruínas de Chichén Itzá também ficam bem distantes, a mais de 2h30 de Cancun.

Placa de acesso à zona hoteleira de Cancún

Placa de acesso à zona hoteleira de Cancun

 

Nas rodovias federais, o limite de velocidade varia entre 90 e 110 km/h. Na zona urbana de Playa del Carmen o limite de velocidade é bem baixo devido à grande quantidade de pedestres caminhando pelas ruas da cidade. Já na zona hoteleira de Cancun, o limite de velocidade é de 70 km/h, mas na muvuca da área das boates ele cai para 40 km/h.

Placa com limite de velocidade na estrada entre Cancun e Playa del Carmen

Placa com limite de velocidade na estrada entre Cancun e Playa del Carmen

 

É importante levar à sério a questão dos limites de velocidade para evitar possíveis problemas com a polícia mexicana. Antes da minha viagem li muitos relatos de pessoas que foram extorquidas por polícias corruptos na região de Cancun e fiquei bastante preocupado com isso, mas agora posso dar o meu relato sobre o assunto dizendo que não tive absolutamente nenhum problema com a polícia mexicana e foram poucas as vezes que cruzei com policiais nas rodoviais ou nas vias municipais. Até voltei com uma boa impressão dos policiais, pois tive que pedir ajuda a dois deles em Chichén Itzá quando tive um problema com meu carro e eles foram muito prestativos.

Região das boates na zona hoteleira de Cancun

Região das boates na zona hoteleira de Cancun

 

Na minha opinião valeu muito a pena ter alugado em Cancun. Se eu tivesse ficado refém do transporte público ou de agências locais, provavelmente não teria feito metade dos passeios que fiz. Com o carro pude diminuir o tempo em determinados passeios que não gostei e aumentar o tempo em outros.

Como falei no início do post, a decisão de alugar é muito pessoal, vai do seu perfil e das suas preferências. Tem gente que não tem o espírito aventureiro de fazer tudo por conta própria ou tem medo e não gosta de alugar um carro, isto é totalmente aceitável e compreensível.

Se você ainda está na dúvida se vale a pena alugar ou não, faça um cálculo estimado de quanto você gastaria para fazer cada passeio pretendido com uma agência, sendo que neste caso os custos são sempre por pessoa. Depois compare com os valores dos aluguéis encontrados para a data da sua viagem no RentalCars, onde você pode aproveitar para fazer uma reserva. Alugando um carro você consegue ratear os custos da locação e combustível e ainda tem muito mais liberdade para circular pela região.

 

 

Você já alugou um carro em Cancun? Como foi a sua experiência?
Deixe o seu relato no final deste post!

 

Posts Relacionados:
Roteiro de 7 dias em Cancun e Playa del Carmen
Cancun: Um dia no parque ecológico Xcaret
Cancun: A visita ao parque natural Xel-Há
Cancun: Um passeio em Isla Mujeres
Cancun: O sítio arqueológico de Chichén Itzá
O Aeroporto de Cancun e Transporte para a Cidade
Como é voar na Classe Executiva da Aeromexico para Cancun

 

Índice de posts com todas as dicas de Cancun e Playa del Carmen

 

Faça parte da comunidade “Meus Roteiros de Viagem”
Acompanhe o blog nas redes sociais FacebookTwitter e Google+
Siga o perfil @meusroteirosdeviagem no Instagram
e marque suas fotos com a hashtag #meusroteirosdeviagem

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...